Fatos Nerd

Naruto: Storm Connections é prova de que a série parou no tempo

0

Naruto X Boruto: Ultimate Ninja Storm Connections finalmente chegou, e já existem reviews na internet para você conhecer sobre o jogo.

Lançado pela CyberConnect2, a adaptação inspirada na obra de Masashi Kishimoto é a continuação de uma das franquias mais populares entre os videogames de anime.

Em 2015, o quarto jogo da série se destacou ao adaptar com maestria os eventos finais do mangá de Naruto Shippuden, agradando tanto aos fãs como aos jogadores novatos.

Agora, para celebrar os vinte anos da estreia do anime, a desenvolvedora retorna com o título inédito.

Com mais de uma década de experiência na série, era de se esperar que a CyberConnect2 refinasse a fórmula, entregando um produto definitivo com qualidade e densidade de conteúdo sem precedentes.

No entanto, o resultado é um jogo que repete erros do passado, especialmente em seus sistemas online. Além disso, também apresenta retrocessos em pontos que eram aclamados nos títulos anteriores.

Via Nintendo

História fraca

Não é mais novidade que a saga de Naruto Shippuden chegou ao seu desfecho, e a CyberConnect2 habilmente retratou os principais eventos dessa narrativa em seus jogos.

No entanto, Naruto X Boruto: Ultimate Ninja Storm Connections, por algum motivo, optou por revisitar esses acontecimentos de maneira preguiçosa.

Na primeira parte do Modo História, os jogadores revivem a jornada de Naruto Uzumaki desde o seu nascimento por meio de cenas semiestáticas, diretamente extraídas do anime e, curiosamente, censuradas.

Em grande parte do tempo, os jogadores se limitam a assistir a um resumo, por vezes narrado, e ocasionalmente assumem o controle em algumas lutas consideradas cruciais.

O intrigante é que essas lutas saíram diretamente dos jogos anteriores, sem qualquer inovação ou aprimoramento. As cenas até parecem deslocadas com a conversão para 60 FPS, claramente não projetadas com esse desempenho em mente.

Devido ao ritmo acelerado dos eventos, o jogador se vê em meio a uma batalha de grandes proporções que perde completamente o impacto emocional dos jogos originais, parecendo desconexa.

Dito isso, é crucial observar que se a intenção do jogador é vivenciar a história completa da série ao adquirir Naruto X Boruto: Ultimate Ninja Storm Connections, este definitivamente não é o jogo recomendado.

Em vez disso, é muito mais recomendado optar por Naruto Shippuden: Ultimate Ninja Storm Legacy, que reúne os quatro jogos principais em um único pacote para plataformas modernas.

Nostalgia não prende

Na segunda parte do Modo História, os jogadores são conduzidos por uma trama especial, exclusivamente escrita para o jogo e protagonizada por Boruto Uzumaki e seus amigos.

A cena inicial promissora, inicialmente transbordando a grandiosidade dos jogos anteriores, revela, contudo, um escopo reduzido nas primeiras horas de gameplay.

O enredo se arrasta, como um episódio filler, para dizer o mínimo. Os jogadores testemunham eventos que levam o Mundo Ninja à beira de uma iminente guerra, orquestrada por uma organização criminosa.

O problema reside no vilão por trás disso, que é incrivelmente genérico, desinteressante e incapaz de ser levado a sério. É um alívio quando ele não está na tela, evitando repetir incessantemente seus discursos vazios.

A única personagem que se destaca e está no centro dos acontecimentos é Nanashi, uma garota misteriosa que desenvolve simpatia por Boruto.

Embora muitos eventos ocorram por conveniência do roteiro, a história toma um rumo interessante em seu arco final e pode proporcionar entretenimento.

No entanto, é importante destacar que não há nada comparável ao nível de qualidade de Naruto Shippuden: Ultimate Ninja Storm 4, lançado em 2015.

Entretanto, a conclusão da história é possível em cerca de oito horas de jogatina, sem grandes desafios. O jogo oferece localização completa em português do Brasil, mas a qualidade da dublagem deixa a desejar em diversos momentos.

Algumas legendas apresentam erros de digitação e brincadeiras que destoam da personalidade dos personagens, incluindo até mesmo uma referência a Chaves, por algum motivo.

Via Bandai

Mais do mesmo

No que diz respeito à jogabilidade, não podemos apontar diferenças significativas. O jogo permanece incrivelmente familiar para os veteranos, apostando em alterações de equilíbrio que mal têm impacto para os jogadores mais casuais.

O sistema em si está inalterado: é possível realizar combos com um único botão, canalizar Chakra para ataques e especiais mais poderosos, convocar personagens de apoio para contra-ataques e estender combos, entre outras mecânicas.

A novidade está no extenso elenco de personagens, que representa o maior da história da franquia, com 130 lutadores selecionáveis.

Naturalmente, isso transforma a tela de seleção em uma verdadeira confusão, incluindo várias versões diferentes dos mesmos personagens.

É evidente que alguns se destacam como mais poderosos, revelando que o balanceamento é, muitas vezes, apenas uma fachada.

Outra adição é a presença de dois ninjutsus disponíveis para cada personagem, ampliando o leque de estratégias durante as partidas.

Os jogadores também têm a liberdade de personalizar a aparência dos personagens, desbloqueando novas cores, vestimentas e acessórios ao cumprir requisitos.

Considerando a base dos jogos originais, é improvável que aqueles que apreciam o anime ou têm experiência com a franquia não se divirtam nas partidas.

No entanto, a semelhança notável evoca um sentimento incômodo de que o jogo não tem uma identidade própria.

Modo online atrasado

A cada novo lançamento da CyberConnect2, a comunidade mantém a esperança de que a empresa finalmente acerte no modo online. Infelizmente, Naruto X Boruto: Ultimate Ninja Storm Connection repete os mesmos erros de títulos anteriores ao apresentar um netcode precário, baseado em delay.

Durante o período de pré-lançamento, não foi possível enfrentar muitos jogadores devido à baixa presença online.

Mesmo assim, partidas com três barras de conexão, geralmente consideradas aceitáveis, exibiram um atraso significativo na resposta dos comandos, tornando a experiência de jogo praticamente inviável.

A falta de suporte para salas privadas, pelo menos no lançamento, também é uma desvantagem.

Vale a pena jogar Naruto X Boruto: Ultimate Ninja Storm Connections?

Via DeviantArt

Naruto X Boruto: Ultimate Ninja Storm Connections saiu como o “melhor jogo de Naruto até hoje”, mas essa afirmação é pura mentira.

Grande parte de seu conteúdo é simplesmente reciclado de títulos anteriores, e a execução está longe de alcançar o patamar que a franquia já atingiu em gerações passadas, especialmente no que diz respeito ao Modo História, que se revela raso e desinteressante.

O História Especial, embora seja um conteúdo inédito, destoa consideravelmente da qualidade dos jogos anteriores, que contavam com exploração e cenas impactantes.

Mesmo apresentando bons momentos em seu arco final, o roteiro se arrasta e não proporciona uma experiência imperdível.

Fica evidente que a franquia permanece parada no tempo, uma característica presente em todos os jogos produzidos pela CyberConnect2.

Em muitos aspectos, o jogo até representa um retrocesso. Embora o gameplay ainda consiga entreter aqueles que buscam diversão casual apertando botões e jogando com amigos, certamente não justifica o preço de lançamento.

A análise de Naruto X Boruto: Ultimate Ninja Storm Connections se baseou no PS5 entre as mídias autorizadas.

 

Fonte: Tecmundo

Imagens: DeviantArt, Bandai, Nintendo

Múmia egípcia que morreu no parto descoberta com cabeça do bebê presa na pelve

Previous article

Renas podem realizar multitarefas e mastigar enquanto dormem, mostra estudo

Next article

Comments

Comments are closed.