Curiosidades

NASA está recrutando pessoas para uma simulação de um ano de vida em Marte

0

Marte é um dos planetas mais explorados em nosso sistema solar, sendo o único a receber robôs da NASA com o objetivo de aprimorar a análise de campo. Em suma, várias descobertas ao longo dos anos sugerem que o Planeta Vermelho pode ter tido vida em algum momento.

Em suma, o quarto planeta do nosso sistema solar é, depois da Terra, o mais popular. Ademais, o sonho de colonizá-lo é alimentado quase que desde quando sua exploração começou. Por mais que a Terra e Marte tenham algumas similaridades, eles são planetas completamente diferentes em vários sentidos.

Mesmo que o planeta não tenha condições para que a vida exista sem nenhuma interferência, como aqui na Terra, isso não nos impede de querer viver lá e colonizá-lo.

Viver em Marte

Se você é uma dessas pessoas que sempre sonhou em viver em Marte essa é uma notícia ótima. A NASA está recrutando candidatos para uma simulação de um ano de vida em Marte. Nela, os candidatos que forem bem sucedidos terão uma noção bastante imersiva de como é ser um astronauta em um planeta que não é o nosso.

Essas missões de simulação se chamam Crew Health and Performance Exploration Analog (CHAPEA) e são bastante sérias. Se projetou elas como sendo testes desafiadores que reproduzem todos os obstáculos e dificuldades que podem acontecer em um pouso em Marte.

“O analógico é fundamental para testar soluções que atendam às necessidades complexas de vida na superfície marciana. Simulações na Terra nos ajudarão a compreender e combater os desafios físicos e mentais que os astronautas enfrentarão antes de partir”, disse a cientista-chefe de tecnologia de alimentos Grace Douglas, do Johnson Space Center da NASA em Houston.

Simulação

Esse programa CHAPEA é composto de três missões analógicas. A primeira delas está agora na sua fase de recrutamento. E a missão está marcada para começar no outono de 2022 no hemisfério norte. As outras duas missões serão feitas em 2024 e 2025.

Cada uma dessas simulações será feita em um ano. E em cada uma delas, os quatro membros da tripulação irão viver e trabalhar no Mars Dune Alpha. Ele é um lugar de 160 metros quadrados localizado isolado no Johnson Space Center.

Esse módulo gigante foi impresso em 3D e projetado pela empresa BIG-Bjarke Ingels Group. Ele será a casa dos tripulantes enquanto eles lidam com várias tarefas e problemas. Como por exemplo, fazer pesquisas científicas, consertar coisas que não funcionam e gerenciar recursos limitados da estação.

Atividades

Além disso, a tripulação também terá outras demandas como a troca de comunicação, experimentar a realidade virtual e sistemas robóticos e, potencialmente, fazer caminhadas espaciais como parte da missão.

Essa não é a primeira missão analógica da NASA. A agência tem um histórico bem grande desse tipo de missão. A primeira simulação foi feita no final dos anos 1990, no Arizona. E usar Marte como cenário é uma coisa comum nessas missões.

Contudo, as missões do CHAPEA irão levar as coisas mais longe do que nunca visto antes. “Este é o habitat simulado de maior fidelidade já construído por humanos. Mars Dune Alpha se destina a servir a um propósito muito específico: preparar os humanos para viver em outro planeta. Queríamos desenvolver o análogo mais fiel possível para ajudar no sonho da humanidade de se expandir para as estrelas”, disse Jason Ballard, cofundador e CEO da empresa de construção e tecnologia ICON, que está construindo a casa marciana.

Esses são os principais sintomas de COVID-19 nas pessoas já vacinadas

Matéria anterior

Esses animais tóxicos desenvolveram uma maneira surpreendente de evitar envenenamento

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos