Constantemente os Estados Unidos se mostram uma ameaça para o mundo, já que, por trás dos sorrisos brancos e dos Oscars, todo mundo sabe que eles são a maior potência mundial, pronta para encher a boca de qualquer que a desafiar de mísseis atômicos. E, sem ilusão, o Brasil é um ótimo território para invasão: tem metais como o ouro, vegetais únicos com possibilidades farmacológicas, como a babosa (ou Aloe Vera), alimentos como o açaí, uma fauna e flora exuberantes e muitos outros recusos primários em falta para os EUA e o resto do mundo. Além de território e água, bens que já são importantes desde o passado e a cada dia aumentam mais em valor de mercado.

E se você acha que a Amazônia e o Congresso nunca foram alvo dessa temida invasão, está errado. Ela quase aconteceu, mas quase mesmo, e tudo se deu durante a Segunda Guerra Mundial, em 1941. O ataque seria no Nordeste e duraria 15 horas, feito por 20 mil homens, o suficiente para não deixar sobrar nada vivo. A história você pode conferir no vídeo abaixo, apresentado por um Pedro Bial pré-BBB sem aquela pinta de Richard Gere do PROJAC:

Publicidade
continue a leitura

Publicidade
continue a leitura

Caso você não saiba, os integralistas e apoiadores do regime militar, que veio logo depois da guerra, incentivavam bastante o nazismo e opressão política, os "inimigos" dos EUA. E, como o oficial militar explicou, o exército brasileiro não teria a menor chance. Você acha que mudou alguma coisa hoje? Só resta rezar pra eles não acordarem algum dia se sentindo nostálgicos...

Publicidade
continue a leitura
Publicado em: 06/10/14 22h32