Curiosidades

O que acontece no seu corpo quando você toma whey regularmente

0

Todos sabem que os exercícios físicos têm uma importância gigante para o corpo e o organismo em geral. Tanto é que a qualidade de vida de uma pessoa aumenta e melhora muito por conta dos ganhos através da academia e da prática de exercícios como a musculação. E há formas de melhorar ainda mais esses ganhos. Como? Através de suplementos como o whey protein.

Esse é um suplemento feito de proteínas que são encontradas no soro do leite e tem todos os aminoácidos necessários para que o crescimento, a força e a recuperação muscular sejam potencializados.

E como o corpo não consegue estocar proteína alimentar e nem sintetizar determinados aminoácidos essenciais que garantam as necessidades diárias, o nutriente deve ser colocado através de alimentos naturais. Alguns exemplos são: carnes, leite e seus derivados, ovos, oleaginosas, tofu, entre outros.

A suplementação pode ser útil quando a pessoa não consegue atingir esse consumo recomendado ou tem que ter uma demanda maior do nutriente. Mas com relação ao whey, será que é possível usá-lo por conta própria, todos os dias, e sem saber de uma possível deficiência nutricional?

Para que proteína é bom?

É importante ressaltar que, em termos nutricionais, ninguém precisa de suplemento proteico para ter saúde. Tanto é que, mesmo tendo uma deficiência de proteína, o recomendável é que seja feita uma adequação na dieta com uma preferência para o consumo de suas fontes naturais.

A proteína é um macronutriente e é essencial para a composição de todas as células do corpo, além de ter função de enzimas e hormônios. Além disso, ela também faz a construção e o reparo dos tecidos, e é fonte de energia.

A quantidade que deve ser consumida diariamente varia de pessoa para pessoa. Por isso, é preciso fazer uma conta que multiplica 0,8 g do nutriente pelo peso corporal em quilos.

Benefícios da suplementação

Blog educação física

Os cientistas têm visto nos últimos anos os efeitos da suplementação nos quadros de algumas condições, como diabetes, asma, pressão arterial, câncer, Transtorno do Espectro Autista (TEA), entre outros. No entanto, ainda não existem evidências boas do real benefício.

As evidências ainda não existem porque os estudos estão em fase inicial e outros estão na espera de complementações. Por exemplo, a indicação das doses ideais para os humanos para que tenham resultados positivos, ou então a superioridade do whey com relação às outras formas já conhecidas.

Até o momento, os benefícios mais consistentes que o whey traz são: melhoria na performance atlética; prevenção de perda e força muscular; e perda de peso.

Tomando whey

Barbell

Evolução no treino e no shape

Para as pessoas que praticam exercícios de forma regular, principalmente os de resistência, consumir proteínas estimula o crescimento muscular. E quando esse volume de exercícios é alto e intenso, consumir mais proteína melhora a composição corporal e ajuda na perda de massa gorda.

Segundo a Sociedade Internacional de Nutrição Esportiva, a suplementação é uma estratégia prática que faz com que as pessoas consumam a quantidade necessária de proteína.

Mas é importante lembrar que somente o whey não dá esses resultados. É preciso que se faça uma combinação entre a suplementação e os exercícios.

Adiar perdas musculares

Conforme as pessoas envelhecem, elas perdem força e massa muscular. E estudos recentes confirmaram que a suplementação com whey tem vantagens para aqueles com um risco maior para uma síndrome conhecida como sarcopenia. Quem a tem, tem uma perda de massa muscular, força e diminuição do desempenho físico, sendo mais comum em idosos, pessoas sedentárias e que têm doenças crônicas.

Na visão dos cientistas, tomar whey junto com a prática de exercícios ideais para a faixa etária pode ajudar na prevenção desse quadro, fazendo com que os músculos e a força sejam preservados.

Acelera perda de gordura

O whey dá uma sensação de saciedade. Justamente por isso que os cientistas já observaram que usá-lo nos planos alimentares para quem quer perder peso pode funcionar porque ele realmente ajuda a perder massa gorda. Mas claro que os resultados são mais vistos quando isso é combinado com uma prática de exercícios.

É importante ressaltar que apenas a suplementação não diminui o peso, principalmente por conta do excesso de proteínas. No caso de uma pessoa que não faz exercícios, ela irá ganhar peso.

Tipos de whey

Dicas de treino

Existem fórmulas diferentes de whey, a depender da necessidade de cada pessoa. São elas:

Concentrado – o mais usado para enriquecer outros alimentos como biscoitos de proteína e iogurtes. Ele dá entre 29 e 89% de proteína, mas como não tem uma purificação muito grande, tem outros componentes do leite, como a lactose, vitaminas e minerais.

Isolado – é a forma mais pura do whey, tendo 90% ou mais de proteína. A maior parte tem um teor de gordura e lactose bem baixo e é de fácil digestão. Por ser isolado, ele é ótimo para quem tem intolerância à lactose.

Hidrolisado – ele é feito por proteínas hidrolisadas, ou seja, quebradas, e tem uma absorção fácil. Esse tipo é mais indicado para quem tem intolerância e alergia.

Fonte: VivaBem

Imagens: Blog educação física, Barell, Dicas de treino

Como Abel virou ‘técnico perfeito’ e transformou Palmeiras em bicho-papão

Previous article

Astronauta da NASA quebra (sem querer) recorde de 1 ano no espaço

Next article

Comments

Comments are closed.