• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Os momentos seguintes de uma explosão atômica

POR Isabela Ferreira    EM Curiosidades      08/05/18 às 16h48

Em termos técnicos, uma bomba atômica pode ser definida como um dispositivo explosivo, cuja energia é derivada de uma reação nuclear. Por isso também é comum escutarmos o termo "bomba nuclear". Os efeitos de sua explosão dependem diretamente de sua potência e capacidade de destruição, mas quando usamos como base de comparação uma das maiores tragédias envolvendo um dispositivo do tipo, já somos capazes de determinar sua força.

Certamente você já ouviu falar sobre as bombas de Hiroshima e Nagasaki. Já ao final da Segunda Guerra Mundial, estas cidades japonesas sofreram um ataque nuclear... Perdendo milhares de pessoas e passando por completa destruição. Pensando nisso, o que pode acontecer após a explosão de uma bomba de tal natureza? Conheça os momentos seguintes de uma explosão atômica:

1 - Tudo que está por perto é completamente destruído

Assim que uma bomba atômica é lançada sobre uma cidade, antes mesmo de sua queda, é possível enxergar um clarão tão brilhante quanto o sol, sendo capaz de cegar imediatamente. Por mais que seja triste e doloroso dizer isso, aqueles que estão dentro do raio da explosão são os que mais tem sorte... Eles morrem instantaneamente, sem muito sofrimento ou agonia. Tudo que resta dessas pessoas, são as chamadas "sombras nucleares", que são sombras queimadas no chão onde estiveram no momento da morte.

2 - Calor intenso

A partir dos primeiros milésimos de segundo após a explosão de uma bomba atômica, é possível sentir um calor sufocante. A intensidade é tão grande que toda a fauna e flora que se encontra por perto é completamente destruída. Aqueles que não morreram imediatamente com a explosão, acabam sucumbindo às temperaturas elevadíssimas capazes de atingir quilômetros de distância.

3 - Tempestade de chamas

Apenas para que você tenha ideia, estima-se que as explosões de Hiroshima e Nagasaki tenham superado um milhão de graus Celsius. À medida que a bomba caía, era como se uma enorme bola de fogo tão potente quanto o sol, engolisse as cidades que se encontravam abaixo. Após a queda, os níveis de calor e radiação formaram uma densa tempestade de chamas que consumiu toda a vizinhança e tantos outros lugares que se concentravam a quilômetros de distância.

4 - Chuva negra

Tomando Hiroshima e Nagasaki novamente como exemplo, podemos considerar a possibilidade de uma chuva negra após a explosão de uma bomba atômica. Demorou entre 30 a 40 minutos para que as cidades tivessem que enfrentar ainda, uma chuva completamente escura caindo dos céus. Tudo parecia uma cena de filme de terror. Ocorreu porque isótopos radioativos, combinados com outras partículas suspensas no ar e lançadas pela bomba, se misturaram com vapor de água e acabaram condensando. A chuva mortal caiu sobre inúmeras outras vítimas, que em meio ao desespero e sede devido ao intenso calor, tentaram beber da água.

5 - Envenenamento por radiação

Horas após a explosão de uma bomba atômica, os sobreviventes que estão no entorno começam a apresentar sinais de envenenamento por radiação. Sangramentos pelos poros, náuseas, perda de cabelo e finalmente, a morte. Em casos "menos violentos", a pessoa começa a desenvolver tumores, câncer e apresenta suscetibilidade à leucemia, demorando mais tempo para morrer. Por outro lado, muitos que conseguem continuar vivendo, ainda ficam com alguma sequela, seja deformidade ou uma grave doença... Infelizmente.

6 - Dificuldade no socorro

Após a explosão de uma bomba atômica, é muito complicado fazer o socorro às vítimas. Primeiro, porque é uma situação de completo risco para os socorristas, mesmo usando roupas especiais para lidar com a radiação. Segundo, porque após uma tragédia de tamanha proporção, as linhas de comunicação do local atingido deixam de funcionar... Dificultando a localização de vítimas e o contato entre os próprios médicos.

7 - Sobreviventes abalados por natimortos ou deformidades

As grávidas que não morrem instantaneamente sofrem muito. Aquelas que são expostas a altos níveis de radiação, acabam perdendo seus bebês em menos de suas semanas. Outras, ainda realizam o parto, mas os bebês nascem com severas deformidades. Infelizmente, as consequências podem ser vistas mesmo em crianças que nascem anos após a tragédia.

E então pessoal, o que acharam? Já tinham noção do quão desesperadoras são as consequências de uma bomba atômica? Compartilhem suas ideias com a gente aí pelos comentários!

Próxima Matéria
Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+