Notícias

Para bater recorde, estadunidense empurra amendoim montanha acima com o nariz

0

Existe todo tipo de recorde, por mais que pareça ser algo impensável. Sendo assim, Bob Salem decidiu subir uma montanha de 4,3 mil metros, num trajeto de 20 km, empurrando um amendoim com uma colher presa no nariz e nem foi o primeiro a fazer isso. Sua intenção era quebrar o recorde.

A ocasião especial e inusitada aconteceu no estado do Colorado, nos Estados Unidos, especificamente no cume do Pico Pikes. Pode parece algo impensável, mas a tarefa já foi executada, sendo que a primeira vez foi em 1929. Portanto, o objetivo de Bob, um estadunidense de 53 anos, foi quebrar o recorde de levar o amendoim ao topo da montanha, de 4,3 mil metros de altitude em menos de oito dias. Com bastante dedicação, ele conseguiu.

Porém, sabemos que é praticamente impossível empurrar um amendoim com o nariz. Sendo assim, Bob Salem fez um aparato com uma colher de sopa na ponta que se usa como uma máscara.

Portanto, com a máscara contendo um amendoim na altura do nariz, Bob foi subindo a montanha. Vale destacar que a tarefa não envolve levar apenas um amendoim ao topo, visto que o grão pode cair em uma fenda ou buraco. Bob levou quase duas dúzias para o recorde.

A jornada durou sete dias e terminou na sexta-feira, dia 15, sendo que Bob escolheu andar mais a noite para evitar o calor e as distrações. Essa tentativa de quebrar o recorde fez parte das celebrações dos 150 anos de Manitou Springs, cidade vizinha à montanha. Por essa razão, Bob era constantemente visto por pessoas que passavam por perto e se interessavam pelo desafio.

“Quando eu fazia isso [empurrar o amendoim] à luz do dia, eu tinha de parar a cada 5 ou 10 minutos para tirar algumas fotos e conversar com algumas pessoas. E isso arrastava um pouco a viagem”, contou ele à rádio local KRCC.

Além disso, Bob afirmou que no final do trajeto de 20 quilômetros, não se sentia dolorido. Porém, ele certamente perdeu peso, considerando que comeu apenas algumas bananas, bolachas, pedaços de torta e amendoim na subida.

Todos os suprimentos que o estadunidense levou estavam em uma mochila que ele carregou. No entanto, depois de andar um pouco, ele abandonou a mochila e depois voltando para levar o amendoim sem o peso nas costas. Embora o vaivém tenha sido difícil, o maior desafio foi a desidratação.

Trilha do amendoim

Acredita-se que a primeira pessoa a levar um amendoim até o topo do Pico Pikes foi o artesão Bill Williams. Ele teria feito isso para ganhar uma aposta de US$ 50 em 1929. Assim, em 1963, Ulysses Baxter fez o desafio com uma colher colada no nariz também, em oito dias. Esse era o recorde até a subida de Bob, em sete dias.

No fim da caminhada até o topo, um representante de Manitou Springs presenteou Bob com uma caixa de joias para guardar seu último amendoim e placas comemorativas reconhecendo o feito.

Bola no pé

John Farnworth

Reprodução/Guinness World Records

Outro recorde parecido com o de Bob é o de John Farnworth, que fez história ao equilibrar uma bola de futebol ao caminhar pelo deserto do Saara. John Farnworth é um jogador de futebol freestyle que sabe bastante sobre recordes. Inclusive, ele já tem sete registros no livro Guinness, sendo esse apenas um.

Contudo, ele teve que aguentar o terreno, vento e calor do deserto, complicando ainda mais. Para ter um recorde, John teria que superar uma distância de 5,5 quilômetros e ele conseguiu caminhar por 5,82 quilômetros!  Dificilmente alguém vai topar o desafio de superar esse recorde, assim como foi o caso de Bob. Por isso, podem desfrutar dos títulos tranquilamente – até alguém embarcar na jornada.

Fonte: BBC

Colisão rara de duas estrelas mortas é detectada por telescópio

Artigo anterior

Jacaré gigante é retirado de lago com pá carregadeira

Próximo artigo