Entretenimento

Por onde anda “Leona, a Vingativa” que viralizou na internet?

0

Se você já estava navegando pela internet em 2009, certamente conhece a personagem Leona, a Assassina Vingativa que se tornou famosa por meio de vídeos postados no YouTube. Por trás do personagem, estava o garoto Leandro Olin dos Santos, com apenas 13 anos na época.

Paulo se uniu ao amigo Paulo Josué Ferreira Sosinho, que contracenava com Leona e dava vida à Aleijada Hipócrita. Graças a episódios reais da vida dos dois, eles tiveram a ideia de criar as histórias que foram parar no YouTube e fizeram sucesso em diversos blogs e sites na época, ainda hoje alimentando memes.

A história dos personagens nasceu de improviso, com inspiração na própria rotina dos amigos, que visitavam a casa um do outro e viviam situações de irritação que acabaram ganhando uma versão nas telas. Com exceção do nome Leona – inspirado na personagem Leona Montini, que Carolina Dieckmann interpretou em Cobras e Lagartos – tudo acontecia de improviso durante os roteiros.

O primeiro vídeo foi gravado ainda em 2008, pelo celular de um amigo. Por meio de compartilhamentos via bluetooth, ele se espalhou entre amigos. Mais tarde, o sucesso foi tanto chegou a atingir todo o bairro onde viviam, em Belém, no Pará. Só muito tempo tempo depois o material foi parar no YouTube, quando acabou viralizando em 2009. Em 2015, Leona Vingativa lançou um clipe de uma versão da música Get Lucky, do grupo Daft Punk. Com o nome Frescáh No Círio o clipe faz referências ao Círio de Nazaré e aos vídeos anteriores gravados pela personagem.

Em 2015, Leandro Olin chegou a ser preso e autuado por furto, o que voltou a acontecer recentemente, em 2016. Ao fim da manhã da última quarta-feira (21), foi detida em flagrante por furtar roupas dentro de uma loja em Belém.

img_4689

Apesar de ser conhecido na internet por Leona, Leandro não possui identidade social com o mesmo nome e é identificado pelo nome de registro em seus documentos. De acordo com o delegado responsável pelo caso, Leandrou – ou Leona – teria colocado várias roupas da loja dentro de uma sacola e saído em direção a outra loja, mas foi seguido pelo proprietário, que entrou em contato com a Polícia.

https://www.youtube.com/watch?v=QBij2ms936I

Na delegacia, Leandro aproveitou as câmeras de televisão cobrindo o caso para fazer performances e apresentar músicas e movimentos de dança. Durante entrevista a uma reportagem da TV Record, declarou que não estava roubando as peças, apenas pegando emprestado o que encontrou no chão.

Por que as companhias aéreas não têm paraquedas para os passageiros?

Artigo anterior

8 partes do corpo humano que a ciênca já consegue fazer em laboratórios

Próximo artigo