Entretenimento

Por que o neto de Edir Macedo foi expulso de casa e chegou a morar na rua?

0

Edir Macedo é o bispo mais rico do planeta, sendo um bilionário confirmado. Ele é o fundador da Igreja Universal do Reino de Deus e também é dono e presidente da Record TV, a segunda maior emissora de televisão do Brasil. Contudo, assim como na maioria das famílias, a dele também tem seus problemas, como por exemplo, o caso que aconteceu com o neto do bispo, Filipe Bezerra Cardoso.

O neto disse que seus pais, o também bispo Renato Cardoso e a escritora Cristiane Cardoso, expulsaram-no de casa porque ele se recusou a continuar com seus estudos para se tornar um pastor da Igreja Universal do Reino de Deus. Por conta disso, o jovem de 29 anos chegou a morar na rua e abrir mão de todo um império da sua família.

O neto de Edir foi adotado quando ele tinha três anos de idade, em Portugal. Hoje em dia, ele mora nos Estados Unidos e trabalha como motorista. Com relação à sua família, ele acabou se afastando por conta de brigas.

Neto do bispo

Notícias da TV

De acordo com Filipe, quando ele ainda era adolescente, sua mãe o disse que teve um sonho em que o viu se tornando pastor com 17 anos e constituindo uma família. E quando a mãe viu que esse desejo não seria realizado, ela começou a impor regras para forçar o filho a “entrar no eixo”.

“Dá para ver que meus pais não estão nem aí [para mim]. Não vou forçar os meus pais a gostarem de quem eles não gostam. Eu deixo quieto. Ser pastor não é para todo o mundo. Eu não quis ser. Porque eu não ia ter a liberdade que tenho hoje. Eles pregam tanto sobre família, união, esposa, filho, cuidar, orar, estar sempre presente. Mas e o próprio filho, cara? O próprio filho, eles ignoram. Agem assim: ‘Vai embora, você está sendo demitido. Não há nada que a gente possa fazer'”, disse Filipe.

Segundo o neto do bispo, entre idas e vindas de Belize, Estados Unidos e Brasil, ele foi expulso de casa três vezes. A primeira vez foi em 2012, quando em 2011 ele tinha saído de Houston, nos EUA, e ido para São Paulo trabalhar como técnico de áudio em uma rádio da Universal.

No entanto, depois de 11 meses, ele foi expulso de casa e foi obrigado por seu pai a voltar para os EUA. Isso porque ele queria afastar seu filho das amizades que não eram da igreja. Já em território norte-americano, Filipe morou na casa de um pastor em Dallas. Porém, o jovem também foi expulso dessa casa.

“Tinha muita restrição. Achei um emprego em uma loja de roupas famosa. Saí lá da casa porque o pastor sempre ficava em cima. Pelo fato de meu pai ser quem é, mesmo se eu não fizesse nada de errado, sempre estavam em cima de mim”, contou.

O mais curioso foi que a ordem para expulsar o jovem foi dada por seu próprio pai. Com isso, Filipe passou sete dias sem casa e dormiu escondido nas garagens das casas nos EUA porque não tinha dinheiro. Ele só conseguiu lugar para ficar depois de começar a namorar.

Ameaças e humilhação

Notícias da TV

Depois de um tempo ele fez as pazes com sua família e foi trabalhar em uma televisão ligada à Universal em Belize. Em 2013, ele voltou para o Brasil, conheceu sua esposa, Julianni, e foi morar no Rio de Janeiro. Mas depois de alguns meses ele foi morar no Templo de Salomão, em São Paulo. Lá, o neto do bispo enfrentou regras ainda mais rígidas.

Então, até 2020, Filipe trabalhou na igreja e no canal cristão dos EUA, ULFN (Universal Living Faith Network). Contudo, ele foi demitido por conta de problemas com os bispos e pastores. As brigas aconteceram porque o neto de Edir não concordava com as atitudes dos líderes, com as tradições e a falta de preparo que eles tinham para estarem na televisão.

Por conta de toda essa trajetória conturbada com sua família, Filipe se afastou. Hoje em dia ele mora com sua mulher e filha em Houston. Eles passaram dificuldades porque o jovem estava sem emprego. Então, Julianni resolveu mandar mensagem para sua sogra, mãe de Filipe, mas ao invés de receber ajuda, eles foram ameaçados.

“Resolvi ir para a internet e soltar tudo de uma vez. Falei que não gostavam da minha filha. E falei para as pessoas irem no Instagram e cobrarem o Renato. Ele ligou ameaçando o Filipe. Demorou para pagar o que devia e depois o demitiu. Eles nunca pararam de humilhar a gente, de fazer maldades”, concluiu Julianni.

Fonte: Notícias da TV

Imagens: Notícias da TV

Depois de 13 anos, ator de Avatar esqueceu que iria voltar para sequência

Artigo anterior

Liga metálica feita em laboratório é 5 vezes mais resistente que aço

Próximo artigo