Curiosidades

Projeto do Titanic é leiloado por mais de R$ 1 milhão

0

Na noite de 14 de abril de 1912, o navio Titanic colidiu com um iceberg gigante. Por conta dessa colisão o casco do navio ficou danificado e toda a embarcação afundou ao largo da costa de Newfoundland, no Canadá. O acidente aconteceu na viagem de estreia desse navio chamado de “inafundável”.

A viagem do Titanic partiu de Southampton, no Reino Unido, e tinha como destino Nova York. Depois do seu naufrágio, foi somente em setembro de 1985, 73 anos depois, que o navio foi encontrado. No entanto, seus destroços nunca foram retirados do fundo do mar.

Mesmo depois de anos do naufrágio, o navio é parte da cultura popular, muito por conta do filme homônimo de James Cameron. O interesse pela embarcação é tão grande que a planta original do navio foi leiloada e vendida por 195 mil libras, aproximadamente 1,23 milhão de reais.

Planta do Titanic

Aventuras na história

A planta é enorme, tendo 10 metros de comprimento, e foi usada em 1912 para o inquérito que investigava o naufrágio do Titanic. Por conta disso, esse documento está com várias anotações feitas com giz vermelho e verde. Elas mostram os lugares que se acreditava onde o gelo tinha entrado no navio em cinco anteparos, que são as partes para proteção dos tripulantes e do navio. Depois que essas estruturas, que eram impermeáveis, quebraram, a água começou a entrar no Titanic.

De acordo com um comunicado da casa de leilões Henry Aldridge and Son Ltd, do Reino Unido, a planta do Titanic é “simplesmente uma das peças mais importantes e bem documentadas de memorabilia do Titanic existentes”.

Importância

Aventuras na história

Ela foi feita pelo Departamento de Arquitetos Navais da empresa White Star, dona do navio. De acordo com a CNN, a planta é de linho e ficava pendurada no teto na época em que o inquérito do naufrágio foi feito. O documento ficava assim para que todos os investigadores conseguissem mostrar alguma coisa no navio de uma forma fácil usando um ponteiro.

De acordo com Andrew Aldridge, diretor-gerente da casa de leilões, o preço pelo qual a planta foi vendida mostra o quão raro o documento é e como o Titanic tem um apelo gigante na história.

Passageiros

Como dito, o navio deixou sua marca na cultura popular por causa do filme de James Cameron. O longa mostra uma história ficcional que tem como pano de fundo o naufrágio real. Por isso que vários personagens são inspirados em pessoas reais que estavam a bordo do navio.

1 – Margaret Brown

Hypeness

No filme, Kathy Bates interpreta Margaret Brown. Ela também era conhecida como a “Inafundável Molly Brown” e foi uma socialite, filantropa e ativista americana.

No longa, ela ajuda Jack a conquistar Rose e empresta um terno para ele. Na realidade, ela fez muito mais. Brown ajudou os outros passageiros a embarcarem com segurança nos botes salva-vidas. E depois do acidente, ela arrecadou fundos para ajudar os sobreviventes do desastre.

2 – Ida e Isidore Strauss

Hypeness

O casal de idosos visto no filme é baseado em um casamento realmente amoroso da vida real. Os dois protagonizaram uma cena memorável no filme. Basicamente, eles ficaram juntos na cama, aguardando seu destino.

Alegadamente, os dois escolheram ficar juntos dentro do navio. Isidore queria que sua esposa se salvasse. No entanto, ela disse: “Vivemos juntos há tantos anos. Onde você está, aí estou eu“.

3 – Edward Smith

Hypeness

O capitão do Titanic, de 62 anos, foi uma figura notável. Antes de ser comandante do navio, Smith teve 40 anos de experiência. Isso fez com que ele fosse um dos capitães que mais conhecidos da White Star Line, a empresa que lançou o Titanic.

No filme, o capitão fica no navio até ele afundar. Na vida real, Edward ajudou os passageiros aterrorizados e quando a situação já estava inevitável, ele foi em direção à ponte inundada. Esse foi o último registro dele.

4 – Charles Lightoller

Hypeness

Ele foi o segundo imediato no Titanic. E durante o naufrágio, o homem ajudou outros 29 homens a equilibrarem o barco dobrável virado. Não foram todos que conseguiram, mas Lightoller salvou várias vidas compartilhando seu conhecimento.

Depois do acidente, ele ajudou a melhorar a qualidade dos navios de passageiros. Ele sempre insistia em mais botes salva-vidas e em uma comunicação melhor entre os navios.

5 – Wallace Hartley

Hypeness

O líder da orquestra realmente ficou para trás, quando o navio afundou. Ele e os outros músicos tentaram ajudar os passageiros a se acalmarem. E nenhum dos músicos conseguiu sair do Titanic. Eles tocaram, de fato, até o navio ser submerso.

Fonte: Aventuras na história, Hypeness

Imagens: Aventuras na história, Hypeness

Colecionador gastou mais de 40 mil reais em peças de LEGO

Artigo anterior

Novo modelo de inteligência artificial ajuda prever AVC

Próximo artigo