Ciência e Tecnologia

SpaceX lança o maior satélite de internet do mundo

0

Após adiar a execução quatro vezes, a SpaceX finalmente conseguiu lançar o maior satélite de internet banda larga do mundo com sucesso. Trata-se do ViaSat-3 Américas, medindo 50 metros de comprimento.

O lançamento ocorreu às 21h26 deste domingo, (30) diretamente do Centro Espacial Kennedy, em Cabo Canaveral, na Flórida (EUA), utilizando o poderoso foguete Falcon Heavy, fabricado pela própria SpaceX. Essa nova frota de satélites terá cobertura global.

Qual a importância do ViaSat-3 Américas?

O lançamento bem-sucedido do ViaSat-3 Américas, o maior satélite de internet banda larga do mundo, representa um marco importante para a rede ViaSat-3. Atualmente, o satélite é o primeiro de três que compõem essa rede, que terá cobertura global.

O ViaSat-3 Américas tem como objetivo cobrir toda a região das Américas e, segundo a empresa, começará a operar no Brasil ainda no segundo semestre deste ano.

Posteriormente, o próximo satélite da rede ViaSat-3 será lançado em breve para atender à Europa, Oriente Médio e África. Já o terceiro satélite, com previsão de lançamento em 2024, cobrirá o eixo Ásia-Pacífico.

Além disso, os novos satélites da rede ViaSat-3 são capazes de transferir mais de 1 Tbps, o dobro da atual frota da companhia, composta pelos satélites ViaSat-1 e 2, que entregam aos Estados Unidos cerca de 500 Gbps.

Com a constelação completa em órbita, a rede ViaSat-3 será capaz de prover 3 Tbps, um salto de 500%.

Essa nova geração de satélites é crucial para atender à crescente demanda por conexões de alta velocidade e qualidade, em especial em regiões remotas ou com infraestrutura de telecomunicações precária.

Dessa forma, com a cobertura global da rede ViaSat-3, milhões de pessoas em todo o mundo poderão ter acesso a serviços de internet de qualidade e alta velocidade, ampliando as possibilidades de comunicação, educação, entretenimento e negócios.

Conheça o maior satélite de internet do mundo

O ViaSat-3 Américas é um gigante que mede 50 metros de comprimento, o equivalente a metade de um campo de futebol.

Apesar de seu tamanho impressionante, ele recebeu otimização para ter um peso estimado entre 5 e 6 toneladas, tornando-o o satélite mais leve já produzido pela ViaSat.

Em comparação, um satélite da Starlink, que orbita a Terra, pesa cerca de 260 kg e tem painéis com oito metros de comprimento.

Atualmente, uma das principais distinções admiráveis do ViaSat-3 Américas é seu refletor gigante, que é feito de polímeros reforçados, fibra de carbono e grafite, preso a um longo braço.

A antena do equipamento é responsável por direcionar os sinais de e para a Terra, permitindo a conexão entre usuários e estações terrestres.

Além do ViaSat-3 Américas, o Falcon 9 também levou outros satélites em sua viagem, incluindo o Arcturus (300 kg), da Astranis.

Nesse caso, ele levará mais internet ao Alasca pela rede Aurora, e o cubeSat ucraniano G-Space-1 (22 kg), responsável por transportar pequenas cargas de vários clientes.

Via Mundo Conectado

Como funcionam satélites de internet?

Os satélites de internet funcionam transmitindo sinais de conexão de uma estação terrestre para o satélite e depois retransmitindo esses sinais para outra estação terrestre em outro local.

Esses aparelhos orbitam a Terra a uma altitude muito alta e podem fornecer cobertura de internet em áreas remotas ou de difícil acesso. Normalmente, elas não teriam atendimento por cabos de fibra ótica ou outras infraestruturas terrestres.

Os satélites de internet contam com antenas que são capazes de receber e transmitir sinais de internet para a Terra.

Além disso, eles também possuem sistemas de energia e comunicação, além de computadores de bordo para controlar e monitorar o satélite.

Geralmente são agrupados em constelações, com vários equipamentos trabalhando juntos para fornecer cobertura global e uma maior largura de banda de internet.

Por fim, a constelação recebe comandos de controle por estações terrestres em diferentes partes do mundo.

A tecnologia de satélites de internet tem evoluído rapidamente nos últimos anos, com novos recursos lançados com maior capacidade e velocidade de internet. Isso tem ajudado a levar internet para áreas remotas, conectar pessoas em todo o mundo e possibilitar novas aplicações e serviços online.

É isso que a SpaceX planeja ao lançar o maior satélite de internet do mundo, além de dominar o cenário.

 

Fonte: Olhar Digital

Imagens: Mundo Conectado

”Padrinho da inteligência artificial” deixa Google junto com um alerta sobre riscos

Artigo anterior

Rastros do cometa Halley trarão chuva de meteoros no mês de maio

Próximo artigo