Ciência e Tecnologia

Um enorme asteroide pode ser visto agora a olho nu

0

O nosso universo é rico e nos surpreende cada vez mais. Dessa vez, os fãs de astronomia ganharam um grande presente. Eles podem ver um dos maiores asteróides do Sistema Solar a olho nu nesse exato momento. As pessoas costumam gastar muito dinheiro obtendo aparelhos especiais para observar o nosso espaço, mas dessa vez pode ser diferente. O Vesta, que também é classificado como um protoplaneta, é o segundo objeto no cinturão de asteroides entre os planetas Marte e Júpiter, depois do planeta anão Ceres.

O asteroide é brilhante o suficiente a ponto de poder ser notado a olho nu, inclusive nesse exato momento. Ele está fazendo sua passagem mais próxima da Terra em vinte anos. A última vez foi em 2007, mas ainda sim estava um pouco mais distante do que agora. O seu posicionamento é de 170,6 milhões de quilômetros. Ele deve permanecer visível a olho nu até o dia 16 de julho. Para ter uma melhor visão, basta observar a constelação de sagitário, pois o Vesta pode ser visto perto dela.

No Hemisfério Sul, ela aparece mais alto no céu. Os estudiosos indicam usar um telescópio para poder obter uma experiência melhor e observar os detalhes do asteroide. A recomendação é feita por causa do longo prazo para podermos viver isso novamente. Se você tem algum amigo que gosta desse tipo de coisa, aproveite para compartilhar com ele desde já. Use o dia de hoje para prestigiar esse evento que talvez possa ser único em sua vida.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento. Caso goste de um mundo de curiosidades, aproveite para fazer um tour por nosso site. Aqui na Fatos Desconhecidos você pode encontrar diversas matérias sobre os mais variados assuntos.

8 coisas simples para manter seu cérebro sempre forte

Matéria anterior

Russos registram o exato momento em que o maior meteoro de 2018 explode [Vídeo]

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos