Angelina Jolie: Uma história de superação

POR Thamyris Fernandes    EM Curiosidades      09/07/14 às 14h17

A vida dos astros do cinema, por mais glamourosa, não costuma ser fácil. Eles não são donos de seus corpos, nem de suas imagens. Se prestam a mudanças radicais e a transformações físicas em nome do trabalho. Resumindo, ganham bem, mas estão sempre sob pressão.

Muitos desses artistas, como a gente está cansado de ver na mídia, não aguentam esse ritmo de vida e procuram válvulas de escape. Não raro, o refúgio mais acessível são as drogas.

Acontece, no entanto, que em casos como o da atriz (super amada) Angelina Jolie, sempre exemplar - hoje em dia - e admirada por sua beleza; a gente acaba esquecendo os episódio negros. A estrela, no entanto, já admitiu, conforme jornais internacionais, seu envolvimento com entorpecentes pesados, como cocaína e heroína.

Segundo a própria atriz, sua pior fase foi durante os anos 90, quando estava descontrolada. Aliás, um vídeo polêmico, publicado essa semana pelo jornal "National Enquirer", desenterrou essa fase que Jolie lutou para esquecer. Imagens feitas em 1999, por Franklin Mayer, o suposto traficante da musa na época, mostram uma Angelina extremamente magra e desfigurada.

Veja as fotos:


Clique aqui para ver a Galeria (Se você estiver usando celular)
Conforme o homem, ele estava na casa da atriz, em Nova York, no dia em que a filmou. Ele tinha ido fazer uma entrega a ela e, como estava testando sua nova câmera, pediu para fazer alguns registros. De acordo com Franklin, Angelina o autorizou e ele aproveitou o momento em que a atriz estava ao telefone para filmá-la.

Abaixo, você poderá ver o vídeo. Note como os braços de Jolie estão visivelmente  maltratados e como ela parece inquieta. A atriz, supostamente, ainda estaria sob efeito de drogas.

Claro que, hoje em dia, a atriz só tem a comemorar a superação e é exemplo em inúmeros sentidos. Uma super mãe, uma super atriz e uma super mulher, cujos esforços para tornar o mundo um lugar melhor foram reconhecidos pela ONU, com um título de embaixadora.

É importante que todos os dependentes químicos tenham a força de vontade que ela teve, para abandonar de vez esse problema que assola a humanidade do século XXI. Angelina é um exemplo do porque não devemos entrar nesse mundo e também da possibilidade de sair dele.

1

Thamyris Fernandes
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+