Curiosidades

Vídeo perturbador mostra os riscos de postar fotos de crianças em redes sociais

0

Praticamente todas as pessoas hoje em dia usam pelo menos uma rede social. Alguns chegam a administrar mais de 3 e postam diariamente seus conteúdos de vídeo e, o mais comum, fotos. As plataformas criam diversas tendências e a cada momento um tipo de foto ou pose está na moda entre os usuários das redes.

No entanto, nem todo registro pode ser recomendável. Tanto é que a Deutsche Telekom, uma operadora de telefonia da Alemanha, fez uma campanha alertando a respeito dos perigos de postar fotos de crianças nas redes sociais. Na campanha, os vídeos de uma menina de nove anos são transformados com inteligência artificial, usando o conhecido deepfake, para criar uma versão mais velha dela. Essa versão mais velha pede que os pais tomem cuidado com o que postam para proteger o futuro dela.

As cenas vistas na campanha são bem perturbadoras e mostram diferentes usos maliciosos da tecnologia. Todos eles teriam sido conseguidos em registros públicos dessa menina de nove anos chamada Ella. Dentre esses usos estão um possível roubo de identidade, fraudes financeiras, golpes contra os próprios pais usando a voz da filha e vexames públicos com memes que desencadeiem em bullying.

Compartilhamento de fotos e vídeos

Canaltech

Além desses, o mais grave é a possibilidade de mudança digital das fotos. Por isso que a versão mais velha de Ella fala diretamente com os pais e também faz o alerta para o uso do deepfake de pedofilia. Ou seja, é um alerta de que por mais que as fotos compartilhadas sejam de momentos em família e de carinho, elas podem acabar caindo em mãos errada.

O objetivo final da campanha é proteger a privacidade das crianças, que precisam de proteções especiais e mais rígidas em comparação com os adultos. A campanha se chama “Share With Care”, ou “compartilhe com cuidado”, e quer alertar os pais a respeito do risco de compartilhar fotos e vídeos das crianças nas redes sociais.

Esse comportamento tem até um nome: sharenting. Ele acabou se popularizando nesse tempo em que as redes sociais são uma presença constante na vida de todas as pessoas. Por isso que tão importante quanto esse cuidado dos pais em postarem fotos e vídeos das crianças, também é preciso que se use ferramentas de controle parental para que as redes das crianças sejam monitoradas.

Proteger a privacidade das crianças

Segundo os dados da Deutsche Telekom, 75% dos pais compartilham fotos e vídeos dos seus filhos nas suas redes sociais sem se preocupar com a proteção dos pequenos. Desse total, oito em cada 10 pais dizem que têm seguidores que eles não conhecem, o que pode ser um fator de risco e exposição para as crianças.

A solução para isso não é somente deixar de postar. Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria, o recomendável é que os pais tenham alguns cuidados, como não publicar fotos em que a criança apareça de uniforme da escola, ou junto com os amiguinhos. Também evitar fotos na praia ou piscina, ou nas quais elas não estejam totalmente vestidas, e expor dados como os nomes completos e datas de nascimento.

A Sociedade Brasileira de Pediatria também recomenda que os pais desativem a localização das fotos que irão postar e que eles fiquem de olho com o uso da internet de seus filhos.

Tipos de fotos

Deutsche Telekom

Postar fotos de crianças pode ser uma coisa perigosa, como mostrou a campanha, mas os adultos vivem postando registros de si mesmos. E o que muitas pessoas podem não saber é que o tipo de foto pode indicar algo sobre essas pessoas.

Foto comendo

Existem as pessoas que gostam de postar foto comendo alguma coisa. Pode ser uma fatia de bolo, um soverte, uma fruta, o que quer que seja. Isso mostra que a pessoa é alguém que ama os prazeres simples da vida. Além disso, a foto serve como uma espécie de prova para o mundo de como a pessoa gosta de comer e aproveitar a vida.

Foto bebendo

As fotos com taça de bebida na mão não são muito recomendadas, principalmente quando se é adolescente e jovem. Geralmente, essas pessoas querem mostrar que já são adultas e que podem e valorizam beber.

Mas é importante lembrar que quando as pessoas vão para uma entrevista de emprego, além do entrevistador olhar o currículo do candidato é bastante provável que ele veja também as redes sociais da pessoa. E fotos com bebidas podem fazer a pessoa perder pontos.

Foto acompanhado de pessoas

Algumas pessoas colocam na foto de perfil das redes sociais fotos em que não estão sozinhas. Pode ser acompanhada do companheiro, ou então da melhor amiga. Nesses casos, essa foto de perfil com outras pessoas serve para a pessoa mostrar o quão cheia é a sua vida social.

Mudar de foto todo dia

As fotos dizem muito a respeito das pessoas. E a mudança delas constantemente também. Algumas pessoas têm a mesma foto de perfil há anos, enquanto outras mudam com muita frequência.

Essa troca constante de foto mostra que a pessoa gosta de compartilhar imediatamente o que acontece em sua vida. Seja por ter acabado de chegar de uma festa, ter saído de férias, visitado um país novo ou ter feito alguma coisa engraçada. E elas usam a troca de fotos para mostrar para os outros o que está acontecendo com ela.

Fonte: Canalltech

Imagens: YouTube, Deutsche Telekom, Canalltech

4 animais que fazem sexo por prazer (além dos humanos, claro)

Artigo anterior

Instagram libera publicação no feed só para amigos próximos; saiba como fazer

Próximo artigo