CuriosidadesQuiz

Você consegue decifrar a mensagem desse diagrama? Então, sinta-se genial

0

Um diagrama nada mais é do que uma representação visual e simplificada de um certo conceito ou ideia. A sua função pode ser variada, tanto pode ser apenas um quizz matemático, pode fundir a ciência e arte, pode servir de objeto de estudo ou até mesmo transmitir mensagens ocultas se decifrado.

Este enigma em questão foi publicado originalmente no MIT Technology Review, uma renomada revista publicada pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts, durante a década de 70. E é muito curioso, segundo os criadores é possível resolve-lo de várias maneiras e utilizando dois métodos completamente diferentes. E se mesmo assim você falhar, ainda pode tentar usar a força e o cansaço e fazer por tentativa e erro.* Não, não ira funcionar na marra, mas seria engraçado ver alguém tentar*

Mas se você se interessa por esse tipo de desafio e tem um bom raciocínio lógico e afinidade com esse tipo de questão provavelmente achará gostoso resolve-lo. Então dê uma longa olhada no diagrama, ele faz algum sentido para você? E se te dizermos que ele esconde uma mensagem? Ainda não conseguiu decifrar? Nós iremos te ajudar!

zgfmyybg-1371082658

A premissa é simples , e um dos métodos de soluciona-lo é substituindo cada letra do diagrama pelos números de 1 a 16 (sem repetir nenhum número), de tal modo que a soma de quatro números que se encontram na mesma linha resulte sempre no mesmo valor de soma, ou seja a soma dos 4 pontos que formam uma linha na imagem devem ser sempre o mesmo número no final.

Depois fica apenas a parte mais fácil, que é de ordenar as letras de acordo com o número (do 1 ao 16) e a ordem que surgirá formará a sentença escondida, que já podemos adiantar que está em inglês!

E então, conseguiu resolver? Descobriu o que o diagrama tem a nos dizer? Se sim, comente a resposta aqui em baixo! E pode se orgulhar, porque você é genial!

5 famosos que se assumiram gays em 2015

Matéria anterior

O mistério da ilha que simplesmente desapareceu sem deixar rastros

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos