icone menu logo logo-fatos-desconhecidos.png


Você poderá ver os satélites do Elon Musk passando pelo Brasil

POR Diogo Quiareli EM Ciência e Tecnologia 14/01/20 às 18h50

capa do post Você poderá ver os satélites do Elon Musk passando pelo Brasil

O nosso espaço é algo mágico e cheio de segredos. Vez ou outra, nos deparamos com alguma estrela cadente, como costumamos chamar. Ver as coisas, deslizando pelo céu, é algo extremamente incrível, não é mesmo? Dessa vez, vai ser possível ver, daqui do Brasil, os Satélites de Elon Musk cruzando o céu. Foi lançado recentemente no espaço, a terceira frota de satélites Starlink. No total, 60 mini satélites alcançaram a órbita do nosso planeta. No momento, se preparam para uma subida até um ponto específico, assim, se juntando aos 122 outros que já se encontram posicionados no espaço.

Agora, esses satélites recém-lançados de Elon Musk passam pelo Brasil. Para a felicidade de todos que gostam de observar o céu, eles podem ser vistos em determinados horários e em algumas posições. Se você é uma dessas pessoas, com toda certeza, vai querer saber tudo para ficar bem atento. Foi pensando mais sobre isso, e em nossos caros leitores, que decidimos trazer essa matéria. Buscamos e trouxemos mais informações sobre esses satélites e como poderemos fazer para vê-los. Aproveite para compartilhar com seus amigos, desde já. Agora, sem mais delongas, confira conosco um pouco mais a respeito.

Você poderá ver os satélites de Elon Musk passando pelo Brasil

Desde o dia 9 de janeiro, os satélites estão passando pelo Brasil, duas vezes por dia. Esse fenômeno ocorre no início da manhã e no final da tarde. No entanto, ainda não é possível vê-los muito bem. Há grandes chances de que esses dispositivos sejam vistos com mais clareza nos céus do país, entre os dias 15 e 19 de janeiro. Esse período é quando são apontadas as melhores condições de observação. Há um mapa que mostra, de forma detalhada, os horários em que os satélites podem ser vistos. Ou seja, mostra-se melhor entre os dias 15 e 19.

Visibilidade

No entanto, a visibilidade desses satélites pode ser afetada por condições climáticas, como chuvas e nuvens. Quem não tiver em uma região boa para ver, pode observá-los por meio de calculadoras astronômicas. É possível encontrar elas no site N2yo. Já no site Hevens Above, é possível visualizar a rota desses pequenos satélites, pelos próximos dez dias, em São Paulo.

As condições ideais para vê-los são durante os períodos escuros, longe de nuvens e poluições da cidade. O que se vê cruzando o céu é uma espécie de cordão com pequenos pontos luminosos. A explicação para isso é que a luz do Sul é refletida na estrutura dos aparelhos. Por esse motivo eles ficam iluminados. Normalmente, os dispositivos ficam de um a quatro meses em órbita baixa, para que a SpaceX realize os testes, com o objetivo de verificar se tudo funciona corretamente. Eles poderão ainda ser vistos juntos, de uma a quatro semanas, visto que, após esse tempo, começará a se separar.

E aí, o que você achou dessa matéria? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Vale sempre lembrar que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento. Aproveite para fazer um tour pelas curiosidades do nosso site.


Próxima Matéria
Imagens Olhar Digital
avatar Diogo Quiareli
Diogo Quiareli
Geminiano, 26 anos, goiano. Amante de música pop, fã de Katy e Luan.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Confira nosso Pinterest