• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


Vídeo incrível mostra satélites de Elon Musk alinhados em direção ao espaço

POR Bruno Destéfano    EM Inovação      28/05/19 às 15h11

A SpaceX, companhia do bilionário Elon Musk, lançou os satélites Starlink em uma órbita inicial de 440 km acima da Terra. Cada satélite é equipado com propulsores de íons de crípton para elevar sua órbita a uma distância final de 550 km. "Eu sei que as pessoas estão empolgadas com as imagens do trem dos satélites SpaceX Starlink, mas me dá uma pausa", escreveu o astrônomo planetário Alex Parker no Twitter, quando surgiram os primeiros vídeos do "trem" Starlink. "Eles são brilhantes, e haverá muitos deles". Sim, apesar das imagens bonitas, muitos astrônomos estão preocupados com a consequências do lançamento. Parker afirma que 12.000 satélites brilhantes poderiam ultrapassar em número as estrelas visíveis a olho nu no céu noturno. Talvez, segundo ele, isso seja um problema. Bom, de toda forma, o astrônomo amador holandês Marco Langbroek conseguiu capturar como eles passaram pela órbita da Terra. O vídeo incrível mostra satélites de Elon Musk alinhados em direção ao espaço.

Os satélites Starlink são a vanguarda de uma megaconelação planejada de 12.000 satélites. O projeto pretende oferecer serviço de internet acessível para pessoas em todo o mundo que, de outra forma, não teriam tal acesso. Estes satélites passaram pela cidade de Leiden (Holanda) às 22h55 (hora local) no dia 24 de maio. No vídeo, você pode ver como os dispositivos Starlink cruzam o céu noturno em alta velocidade, movendo-se simultaneamente.

Sobre os detalhes por trás do vídeo

Na semana passada, a SpaceX lançou 60 satélites de telecomunicações Starlink. Este é o primeiro grande lançamento de sua ambiciosa frota de até 12.000 satélites. O objetivo é o de eventualmente criar serviços de Internet ultra-rápidos em todo o mundo. Inclusive, o autor do vídeo comparou as imagens com um "trem". Até porque as luzes se assemelham às janelas dos vagões no escuro.

Quais seriam os problemas?

O lançamento dos satélites aconteceu sem problemas aparentes. No entanto, por meio das imagens, alguns astrônomos abriram o jogo sobre as possíveis consequências disso no céu noturno. De acordo com dados atuais do Escritório das Nações Unidas para Assuntos do Espaço Exterior, existem atualmente 5.162 objetos orbitando a Terra. Dentre eles, cerca de 2.000 são operacionais. Portanto, a implantação de uma rede de 12.000 satélites talvez seja um problema.

O ambiente em que vivemos está constantemente cheio de ondas de rádio como Wi-Fi, torres telefônicas e redes sem fio. Todas emitem muito ruído, mas os satélites são piores para os radiotelescópios do que para qualquer coisa terrestre.

Em uma série de posts no Twitter, Elon Musk assegurou aos astrônomos e ao público que a constelação Starlink não deveria representar um problema para a astronomia. "Ajudar bilhões de pessoas economicamente desfavorecidas é o bem maior", escreveu Musk. "Dito isso, vamos garantir que o Starlink não tenha efeito material sobre descobertas na astronomia. Nós nos importamos muito com a ciência".

Starlink também não deve afetar a pesquisa de radioastronomia, segundo o bilionário. Ele afirma que o uso de certas frequências baixas do Ku é irremediavelmente evitada, em especial para a radioastronomia.

O vídeo incrível mostra satélites de Elon Musk alinhados em direção ao espaço, mas para além das imagens deslumbrantes... teríamos problemas para o estudos sobre a astronomia? O que você acha disso tudo?

Próxima Matéria
Bruno Destéfano
Escritor, fotógrafo e jornalista // Deixe que o conhecimento te revolucione de dentro para fora.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+