História

Você sabe qual é a primeira religião do mundo e os deuses que eram cultuados?

0

Você sabe qual a primeira religião do mundo e como ela era cultuada? A Humanidade é antiga, e existe uma grande pluralidade de ideias e crenças que os povos seguiam para explicar os fenômenos da natureza e darem um sentido para a vida.

No entanto, alguns conjunto da fé são mais antigos do que outro, são de datas antigas, até mesmo antes de Cristo. Mas mesmo que sejam mais velhas, seus sistemas de culto e crenças eram igualmente complexos.

Segundo historiadores e especialistas, acredita-se que a primeira religião do mundo é a Védica, uma das ramificações do hinduísmo. Essa vertente é reconhecida como a mais antiga e melhor organizada.

De acordo com seus textos sagrados e estudados, o início das pregações védicas teriam origem por volta do ano 1.500 a.C. Ou seja, é muito mais antiga do que qualquer outra religião que conhecemos atualmente.

Claro, antes do surgimento dos textos, os conhecimentos sagrados já eram passados oralmente de geração a geração. Nesse caso, a primeira religião do mundo já é mais antiga do que pensamentos, pois as correntes do hinduísmo derivam da Védica.

Sobre o hinduísmo

Via PxHere

Para conhecer a primeira religião do mundo, é importante entender como o hinduísmo funciona, visto que não se trata de apenas uma crença. Esse conceito é, na verdade, um conjunto de religiões, entre elas a Védica, tida como mais antiga.

Muitos acreditam que o hinduísmo seja apenas uma religião, como o cristianismo. No entanto, esse entendimento surgiu por parte de viajantes e missionários europeus que classificavam os indianos de “gentios”, uma pessoa que idolatra ou segue uma religião pagã.

Esse é um equívoco do ocidente, que acredita que apenas a sua religião era única e verdadeira. Por isso, ao se deparar com crenças diferentes do cristianismo, judaísmo e islamismo, entendia-se como algo mais raso.

Por isso, entendeu-se que “hindu” era apenas a religião dos indianos, e não um conjunto de crenças distintas.

Nesse caso, vale a pena reforçar que não foram os indianos que criaram esse termo, ele já existia e era usado por diversos povos antes da Índia, especialmente os persas. Na linguagem atual, a única coisa que mudou foi que o termo passou a ser traduzido como indiano.

Por isso, surgiu o equívoco de ser apenas um termo para uma única religião, e não um conjunto de tendências diferentes, que é o verdadeiro significado. Atualmente, a coletividade do hinduísmo abrange várias vertentes, como vixnuísmo, o xivaísmo, o xactismo, o neo-hinduísmo e a religião védica.

Védica, a primeira religião do mundo

Via PxHere

Acredita-se que a Védica foi a primeira religião do mundo a organizar seus conhecimentos em textos sagrados e implementar rituais que definem o nosso conceito de religião atual.

Sua fé é politeísta, que acredita em vários deuses. Historiadores determinam, em teoria, que as primeiras histórias foram levadas ao Vale do Indo pelos arianos, um povo seminômade provavelmente originário da Ásia Central.

Inclusive, muitos historiadores apenas conhecem esses povos por conta dos textos sagrados da védica que foram descobertos, com hinos aos deuses e ritos que eram extremamente bem organizados, e não apenas cultos aleatórios ou específicos de grupos.

Afinal, é consenso que as ideias religiosas vêm desde o período Paleolítico, período da pré-história que remete a 10 mil a.C.

Mesmo que tenham existido outras crenças que se conhece, a védica foi a primeira religião do mundo que chegou aos dias de hoje viva, com documentos para avaliar e padrões que se assemelham ao que a maioria dos grupos religiosos cultua atualmente.

Rituais e hinos védicos

Nas escrituras sagradas encontradas sobre a primeira religião do mundo, foi possível encontrar hinos de louvor para os deuses védicos. Eles continham saberes de sacrifício, adoração e pedidos de proteção em sânscrito.

O número de registros era tanto que foi possível dividir em quatro volumes, sendo Rigveda, Samaveda, Yajurveda e Atharvaveda. O mais antigo, dividido no que seriam cânticos, está dividido em 10 livros, com mais de 10 mil estrofes.

Foi por conta disso que a Védica se tornou a primeira religião do mundo oficialmente, pois as escrituras, com datas de 1.200 a.C., já possuía alta organização de adoração, com hinos para os deuses.

Os deuses da primeira religião do mundo

Os deuses na Védica são chamados de devas, um nome genérico que vem do sânscrito. Todos são entendidos como deuses masculinos, seres associados à natureza e altura. Ou seja, de poder superior e que ficavam no céu. Veja alguns dos principais:

Varuna: zelador da ordem

O deus soberano, conhecido como Rei Universal na primeira religião do mundo, é Varuna. Seu poder é tão grande que não seria possível ter alguém acima dele.

Os povos o tratavam como criador da ordem do mundo, da formação dos seres e de todas as coisas vivas. Nas escrituras, é descrito como o responsável pelos alimentos, pelo nascer do sol e pela sombra das montanhas.

Em tese, é o criador e guardião de tudo, o Rei maior dos deuses, e recebia mais cânticos.

Indra: o guerreiro fecundador

Via HiperCultura

Enquanto isso, existiam cerca de 250 hinos do Rigveda dedicados a Indra, sendo um dos deuses mais populares da Védica, a primeira religião do mundo.

Cientistas que estudam as crenças acreditam que os povos acreditavam em Indra como um herói, aquele que protegia os guerreiros. Por isso, tinha seguidores jovens, que desejavam ser seus discípulos e ter seu poder.

Além disso, também tinha uma capacidade incrível de fecundação, e recebia as orações para fertilidade e também para enviar chuvas nas plantações, o que era chamado de “senhor dos campos” ou “senhor da terra”. 

Agni: o deus sacerdote ou deus do fogo

Segundo a religião Védica e as escrituras, Agni teria nascido no céu e vindo na forma de um relâmpago. Por esse motivo, era o mensageiro da Terra, criando a conexão entre os discípulos e os homens. Sem esse Deus, as oferendas não chegariam no céu.

Além disso, por representar o fogo, ele também recebia o título de Sol, que iluminava os céus e sempre renascia. Esse Deus também não envelhecia, pois surgia das cinzas novamente, com alma jovem e vitalidade.

Seus hinos inspiraram a vocação sacerdotal, pois os representantes dos deuses na terra também queriam ser mensageiros. Os cânticos falavam sobre Agni como o que faz oferendas e aquele que proporciona dádivas.

No entanto, de modo geral, as escrituras apresentavam diversos deuses, com inúmeras atribuições. Acredita-se que a Védica inspirou outras religiões ao longo da história, inclusive de outros povos.

 

Fonte: Hipercultura

Imagens: Hipercultura, PxHere, PxHere

A Estônia se tornou um países mais ricos da Europa; veja como isso aconteceu!

Previous article

Google divulga Top 10 dos assuntos mais buscados em 2022

Next article

Comments

Comments are closed.