História

10 livros de sucesso que ninguém queria publicar na época

0

Realmente algumas pessoas tem muito talento mas demoram muito tempo até serem reconhecidas, e isso aconteceu com muitos escritores que fizeram verdadeiras obras primas. Da para imaginar que o livro Harry Potter e a Pedra filosofal foi rejeitado incrivelmente 12 vezes? Depois de ser aceito ele teve uma grande saga que rendeu muito dinheiro para J. K. Rowling, o seu autor.

Pensando nisso, fomos atrás de mais vários livros de sucesso que tiveram dificuldades para serem publicados, mas que depois de conseguir uma editora para publicar fizeram um sucesso e renderam uma fortuna incalculável. Talvez vocês já tenham lido alguns deles, e vão se surpreender quando souber que eles passaram por poucas e boas até chegar ao sucesso. Então, caros amigos, confiram agora a nossa matéria com os 10 livros de sucesso que ninguém queria publicar na época:

1 – E o Vento Levou (Margarette Mitchell)

20122043

Margaret Mitchell demorou 10 anos para escrever história de amor épica de Scarlett O’Hara e Rhett Butler. Seu incrível manuscrito de mais de 1.000 páginas enfrentou 38 rejeições dos editores antes de ser publicado. A conselho do marido de Margaret, finalmente ela conseguiu publicar o livro noa no de 1936, que seis meses depois do lançamento, em dezembro de 1936, o romance já tinha vendido um milhão de cópias e Margaret Mitchell foi premiada com o Prêmio Pulitzer.

2 – Lolita (Vladimir Nabokov)

s

Vladimir Nabokov enfrentou tempos difíceis até encontrar alguém dos Estados Unidos disposto a publicar o seu romance que era dito obsceno. O livro Lolita recebeu rejeições durante dois anos, e finalmente a história de amor de uma adolescente com um homem mais velho foi publicado na França e se tornou um best-seller logo que apareceu nos Estados Unidos. Lolita hoje é considerado um dos maiores livros do século 20 e fui incluído na lista dos 100 melhores romances do século 20 na Time Magazine.

3 – Carrie (Stephen King)

stephen-king-carrie

Stephen King recebeu uma carta depois de ter apresentado seu primeiro romance dizendo o seguinte: “Não estamos interessados na ficção científica que trata de utopias negativas. Eles não vendem.” Essa era a 13º que ele tentava publicar o livro, mas alguns meses depois dessa carta o livro apareceu na imprensa. Para alegria de Stephen King, um ano depois que o livro foi publicado, mais de um milhão de cópias do livro foram vendidos.

4 – O Senhor das Moscas (William Golding)

884095

O futuro ganhador do Prêmio Nobel recebeu 21 rejeições antes de ser publicado. O livro não ganhou reconhecimento imediato, pois em 1954 tinha apenas 3.000 cópias vendidas. Porém, dois anos depois, exatamente em 1956, o livro foi escolhido pela revista Time como um dos 100 melhores romances em língua inglesa.

5 – As Crônicas de Nárnia (C. S. Lewis)

as-crnicas-de-narnia-c-s-lewis-vol-unico-lacrado-14536-MLB104561159_3304-O

Este livro que é um romance cerca de de fantasias era constantemente rejeitado pelos editores. Lewis recebeu nada mais nada menos que 37 rejeições antes de conhecer um agente literário chamado Geoffrey Bles, que o ajudou a publicar o primeiro livro sobre Narnia. O livro vendeu mais de 100 milhões de cópias em 47 idiomas.

6 – A Ajuda (Kathryn Stockett)

the-help-poster

A Ajuda foi o trabalho de estreia de Kathryn Stockett e foi rejeitado por 60 agentes literários, que pensavam que o romance falava sobre desigualdade racial e estava condenado ao fracasso. Para a alegria de Kathryn, uma pequena editora concordou em publicar o livro e em apenas três dias depois do lançamento o livro era um dos mais vendidos. Em 2011, o livro ja tinha vendido mais de cinco milhões de cópias e precisou de apenas 100 semanas para estar na lista do New York Times Best Seller.

7 – Jonathan Livingston Seagull (Richard Bach)

41rhWJC02IL._SX380_BO1,204,203,200_

Richard Bach recebeu 18 cartas de rejeição antes de encontrar um editor aceitou publicar o livro. Uma das cart az dizia: “Ninguém quer ler um livro sobre uma gaivota. Isso é um absurdo.” Porém, quando o romance foi publicado, imediatamente ele fez um grande sucesso, vendendo um milhão de cópias no primeiro ano.

8 – O Caderno (Nicholas Sparks)

thenotebook-680x1020

Essa história incrível de amor comovente foi recusado 24 vezes ates de ser publicado por Teresa Park. Depois de ler o romance, ela conseguiu um contrato de milhões de dólares com uma grande editora. O Caderno foi lançado em Outubro de 1996 e liderou o New York Fiction, a lista dos mais vendidos em sua primeira semana de vendas.

9 – Harry Potter e a Pedra Filosofal (J. K. Rowling)

cover2-370x555

O romance de J. K. Rowling foi rejeitado 12 vezes antes de ser publicado. A primeira tiragem do filme tinham apenas 1.000 cópias, mas o livro foi imediatamente reconhecido como um dos melhores livros do ano para crianças no Reino Unido. Hoje, a marca é estimada em um valor próximo aos US $ 15 bilhões e é a “segunda Bíblia” dos exemplares impressos e vendidos em todo o mundo.

10 – O Diário de Anne Frank (Anne Frank)

O_DIARIO_DE_ANNE_FRANK_1367719293B

O livro que já foi citado na memória do registro mundial da Unesco foi rejeitado 15 vezes. Felizmente um editor observou que a autora poderia ter algo especial que iria fazer com que o livro fizesse sucesso e em 1947, o pai de Anne Frank finalmente conseguiu publicar o romance, que rapidamente se tornou um best-seller.

E aí amigos, já sabiam que todos esses grandes sucessos foram rejeitados várias vezes? Comentem!

10 alimentos que você não vai acreditar que os orientais comem

Matéria anterior

Por que as bolachas “cream cracker” tem aqueles furinhos?

Próxima matéria

Mais em História

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.