Curiosidades

5 modelos de carro popular dos anos 90 e quanto eles custam hoje

0

Quando o assunto é carro, independentemente do modelo, o que muitas pessoas desejam é que ele seja zero quilômetro, ou seja, um carro novo. Contudo, ter um carro novo no Brasil já não é mais uma coisa tão fácil. Até porque os preços por modelos assim já passam dos 140 mil reais.

Esses preços altos são vistos em todas as categorias, inclusive nos carros ditos “populares”. Tanto é que recentemente o governo disse que implementará medidas para que o preço abaixe e fique na casa dos 60 mil reais.

Mesmo com esse preço mais baixo, ele ainda pode ser salgado para o bolso de muitas pessoas. Então por que não procurar um modelo de carro popular, mas dos anos 1990?

Até hoje existem modelos dessa época que podem ser encontrados usados e, ao contrário do que alguns podem pensar, existem modelos que são sim boas opções atualmente. Veja alguns deles.

Modelos de carro dos anos 1990

5 – Fiat Uno Mille

Canaltech

Esse foi o carro que começou o segmento popular no Brasil nos anos 1990. Se o Uno Mille fosse vendido atualmente, ele sairia por mais de 50 mil reais tendo seu preço corrigido pelo IPCA.

Contudo, com o carro sendo usado, esses cálculos não são necessários, mas vale fazer uma pesquisa no mercado para saber dos preços. De acordo com a Tabela Fipe, que serve como referência e é usada no país todo, a versão 1.0 do veículo custa em média R$ 5.384.

4 – Fusca Itamar

Canaltech

O nome do modelo faz referência ao plano do Presidente da República para fazer a retomada da produção de um dos carros mais populares e vendidos da Volkswagen.

Esse modelo foi fabricado entre 1993 e 1996 e, se for achado em um bom estado, é um verdadeiro item de colecionador. Por conta disso que esse carro custa hoje em dia R$ 42.750 na versão à gasolina. Já o modelo que roda com etanol sai a R$ 23.894.

3 – Volkswagen Gol 1000

Canaltech

Esse modelo também é bastante característico dos anos 1990 e gera uma saudade naqueles que amavam o carro que hoje está aposentado. Esse Gol foi lançado em 1981 pela montadora, contudo, foi em 1992 que ele ganhou seu motor de mil cilindradas e 50 cavalos de potência. Quando isso aconteceu o carro se encaixou na categoria popular.

De acordo com a base da Fipe, um Gol 1000 de 1993 custaria hoje, em média, R$ 10.526. Teoricamente, o modelo de 1992 sai por R$ 11.241, já os fabricados entre 1995 e 1996 saem por R$ 11.868 e R$ 12.174, respectivamente.

2 – Ford Escort Hobby

Canaltech

O carro foi fabricado entre 1993 e 1996 com dois modelos disponíveis: o com um motor 1.0, que era o mesmo do Gol 1000; ou o 1.6 CHT, que depois foi chamado de AE.

Esse carro popular ainda pode ser encontrado hoje em dia e, segundo a tabela Fipe, seu preço varia de acordo com o modelo. A versão 1.0 de 1993 chega a R$ 6.497, enquanto a versão 1.6 de 1995 sai por R$ 6.908.

1 – Chevette Júnior

Canaltech

Esse modelo é a versão “pelada” do sedan clássico da Chevrolet. Por isso que o Chevette Júnior não tem quase nenhum equipamento. Ele foi fabricado entre 1992 e 1993, conta com um motor 1.0 a gasolina e tem 50 cavalos de potência.

O carro ainda está na tabela Fipe e seus preços variam entre R$ 8.730 e R$ 8.949.

Preço do carro popular

Agência Brasil

Muito se falou sobre o preço do carro popular atual voltar para a faixa dos R$ 50 mil. No entanto, o próprio Governo Federal descartou a possibilidade. A realidade trabalhada pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC) é que essa categoria tenha uma faixa de preço mais perto dos R$ 60 mil. Para isso realmente acontecer, eles contam com vários subsídios e até mesmo com a ajuda dos estados.

De acordo com uma apuração feita pelo Estadão, o ministro Geraldo Alckmin está correndo contra o tempo para fechar um pacote de medidas que possibilitará que o carro fique mais barato, ou pelo menos, menos caro. A previsão é que seja anunciado o pacote no dia 25 de maio durante um evento na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP) para o Dia da Indústria.

Dentre as possibilidades para que o preço dos veículos chegue aos R$ 60 mil estão: o uso do FGTS como garantia no caso de inadimplência, corte de impostos, subsídio do governo nos juros do financiamento e uma simplificação dos carros populares.

Fonte: Canaltech

Imagens: Agência Brasil, Canaltech

Desvendando a Magia: Os 5 Jogos Favoritos de Lexa Revelados

Previous article

Entenda o motivo da NASA não usar lápis no espaço

Next article

Comments

Comments are closed.