6 curiosidades sobre a série Narcos da Netflix

POR Magno Oliver    EM Curiosidades      31/08/15 às 20h28

Depois de Demolidor e Sense8, mais uma série vem fazendo sucesso entre o público em mais uma produção da gigante de streaming Netflix em parceria com a Gaumont.

A série Narcos estreou no dia 27 de Agosto e é dirigida por José Padilha (Tropa de Elite), abordando a guerra do tráfico e a história e ascensão de um dos narcotraficantes criminosos mais famosos, ricos e procurados do mundo, Pablo Escobar (Interpretado por Wagner Moura).

A Netflix é uma gigante de transmissão de conteúdo em streaming que revolucionou os últimos tempos. Aqui no site da Fatos Desconhecidos, nós já mostramos para você uma matéria sobre o faturamento mensal da Netflix(Clique aqui e confira a matéria).

A série tem rendido grandes elogios. Ela vem abordando assuntos como a época dos anos 70, os conturbados anos 80 em que se vivenciava a Queda do Muro de Berlim, o tráfico de cocaína, os grupos de esquerda (Farc, Sandinistas), os separatistas (ETA), a moralização da era Reagan e a loucura la luta revolucionária. E a série que conta com o premiado Wagner Moura tem muitas curiosidades que você não conhecia. Você vai conhecer um pouco mais de Narcos depois desta matéria.

Confira aí algumas curiosidades sobre Narcos:

1 - O Protagonista não é o Wagner Moura

04jqay8pn8mfdqtxoo2j21mgm

O verdadeiro protagonista de Narcos é o policial que existiu de verdade, Steve Murphy (interpretado por Boyd Holbrook). Para encarnar Pablo Escobar, o ator Wagner Moura se empenhou bastante estudando espanhol, ganhou mais de 20 quilos e foi até Medelin para se inspirar mais no personagem, que muita gente acredita ser o principal para que a história sobre o narcotráfico possa ser entendida. O boom do narcotráfico acaba sendo contado sob a visão desse agente (Steve Murphy) de uma instituição norte-americana responsável pelo combate às drogas, a Drug Enforcement Administration(DEA).

2 - Narcos não é uma série brasileira

narcos03

Ela tem na direção dos episódios iniciais e produção executiva o brasileiro José Padilha e se engana se você deixar-se levar pelo pensamento de que a produção é brasileira. Nem colombiana e nem brasileira. Narcos é uma produção internacional norte-americana para o mercado mundial da Netflix. O criador da série é o showrunner Chris Brancato(roteirista de Hannibal), junto de Adam Fierro(de The Walking Dead).

3 - Tema de Abertura é Brasileiro

DEVENDRA-BANHART-FONDA-MAY-16-2013-8-594x396

Há um momento na série em que o próprio Escobar elogia o cantor da música tema. O tema de abertura de Narcos, a música "Tuyo", é interpretada pelo brasileiro e ex-Los Hermanos Rodrigo Amarante. Além de Lula e equipe, Padilha, Mattos e Coimbra e Moura, há também a presença de um brasileiro representando a trilha sonora. A canção "Tuyo" foi escrita pelo também brasileiro Pedro Bromfman. Na série, a música é tocada em um momento Pablo está em um bar e ele diz a seguinte frase prestando uma espécie de homenagem a Rodrigo Amarante por ter cantado a canção: " Adoro essa música! Rodrigo, mais uma vez!".

Confira a canção:

4 - Os Dois Melhores Episódios da Temporada São Dirigidos por um Brasileiro

fernando-coimbra

Padilha dirige os dois primeiros episódios, a produção executiva e um outro brasileiro dirige dois dos melhores episódios da temporada, segundo os fãs da série. Quem se destaca no projeto de Narcos é Fernando Coimbra, de O Lobo Atrás da Porta(2013). Ele quem dá as direções no sétimo e oitavo períodos.

5 - A Série Vai Contar com Uma BondGirl

Stephanie-Sigman-James-Bond-SPECTRE-600x340

No dia 5 de novembro você vai vê-la atuando como uma bondgirl em 007 Contra Spectre. Mas em Narcos, a atriz mexicana de Miss Bala, Stephanie Sigman, de 28 anos, vai dar vida à jornalista Valeria Velez.

6 - A Personagem Valeria Velez

17590086

A questão da personagem Valeria Velez é polêmica. Ela teve o seu nome trocado porque na verdade era um outro. A jornalista Valeria Velez não existe na vida real pois é inspirada em uma mulher chamada de Virginia Vallejo, uma jornalista bastante conhecida e popular na Colômbia. Ela escreveu a autobiografia: "Amando a Pablo, odiando a Escobar". Por questões jurídicas, os produtores trocaram Virginia Vallejo por Valeria Velez. Virginia foi amante de Pablo e foi ponto importante para a ascensão do traficante.

Magno Oliver
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+