6 fenômenos naturais que a ciência ainda não conseguiu explicar

POR Ultra Curioso    EM Ciência e Tecnologia      08/07/15 às 18h52

Quanto mais o tempo passa, mais avanços são concretizados dentro da ciência e mais invenções são feitas dentro das áreas tecnológicas. Curas são descobertas, projéteis são lançados, enfim: a ciência nunca para de se redescobrir e de nos surpreender.

Entretanto, apesar de tudo isso há fenômenos naturais que existem desde que o mundo é mundo mas que até hoje os cientistas não conseguiram explicar definitivamente. Fenômenos que nos intrigam, e nos fazem perceber que são 'engrenagens' milimetricamente planejadas para acontecer no local e tempo certos, mas que mesmo assim não sabemos como e por que acontecem.

Conheça agora 6 fenômenos naturais que a ciência ainda não conseguiu explicar, e surpreenda-se em quão misteriosa pode ser a natureza!

1. Raio globular

original

O raio globular (ball lightning) é provavelmente o mais famoso fenômeno elétrico inexplicável. O termo refere-se a uma esfera composta de descargas elétricas, que varia de tamanho (do tamanho de uma ervilha a vários metros de diâmetro). A anomalia natural é geralmente associada com trovoadas, e o fenômeno tem sido um tema de investigação desde 1834, quando o médico inglês e pesquisador William S. Harris trouxe o 'raio globular' para o  mundo científico, mas até agora não há explicação amplamente aceita para ele.

2. Pedras deslizantes

41 - Sailing Stones Death Valley California

As pedras deslizantes, como são conhecidas, referem-se a um formidável fenômeno geológico em que pedras se movem sozinhas. fazendo longas trilhas em uma vale sem nenhum intervenção humana ou animal. A origem do fenômeno ainda não foi totalmente definida, mas os cientistas sugerem que a movimentação dessas pedras pode ser provocada por um vento forte que as empurram por sobre uma fina camada de argila.

3. Ronronar do gato

Ronroneo-en-los-gatos.

O típico ronronar felino está entre os sons mais misteriosos do mundo animal. Os biólogos e cientistas em geral questionam não só sobre a forma como o som é produzido, mas também o efeito dele. Gatos normalmente ronronam quando acariciados ou enquanto descansam, mas eles também podem fazer isso quando comem e às vezes até mesmo quando vão parir. Portanto, a principal razão por que os gatos ronronam permanece desconhecida.

4. A "música" das baleias jubarte

centro-76647

A baleia-macho jubarte pode produzir longas e indecifráveis "canções" (sons altos, agudos e longos) para atrair as fêmeas da espécie, mas estudos têm mostrado que o som muitas vezes atrai outros machos também. Além disso, os indivíduos podem aprender as músicas uns dos outros e difundi-las entre outras populações. Então o 'show musical' da jubarte é um mistério para a comunidade científica.

5. O furacão de Saturno

saturno

No ano de 2013, um furacão maciço foi flagrado em Saturno por uma sonda da NASA em órbita no planeta. O olho da tempestade estava a cerca de 1.250 milhas (2.000 quilômetros) de diâmetro com velocidade das nuvem tão grande quanto 330 mph (530 kph). Esse fenômeno existe em Saturno há 7 anos, e ainda não foi totalmente explicado.

6. Luzes vulcânicas

Vulcao-Sakurajima-010-Foto-Martin-Rietze

Os cientistas ainda não sabem explicar totalmente esse fenômeno, mas alguns afirmam que os raios ocorrem durante a atividade vulcânica por causa da carga elétrica induzida pelos choques de poeira vulcânica.

Ultra Curioso
Ultra Curioso o acervo de um dos maiores sites de curiosidades brasileiros.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+