• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 alimentos ultraprocessados que estão ligados à mortes prematuras

POR Cristyele Oliveira    EM Curiosidades      31/05/19 às 16h45

A alimentação muitas vezes pode estar relacionada a vários problemas de saúde. Sendo assim, certos tipos de alimentos podem acabar influenciando no surgimento ou agravando algumas doenças. Alguns estudos sugerem que alimentos ultraprocessados, com o nuggets de frango, sorvetes e cereais, podem estar associados à morte prematura e problemas de saúde.

Embora os resultados desses estudos indiquem que os alimentos ultraprocessados induzem as pessoas a comerem em excesso, essas descobertas não caracterizam uma prova definitiva de que esse tipo de comida faz mal à saúde.

Os alimentos são classificados de acordo com a quantidade de processamento industrial pelo qual passam até chegar ao consumidor. Frutas, legumes, leite, carne, leguminosas, sementes, grãos e ovos, por exemplo, são alimentos não processados ou minimamente processados.

Já a categoria de "alimentos processados", aqueles que sofreram modificações para que durem mais ou tenham um sabor melhor, geralmente usam sal, óleo, açúcar ou fermentação. Queijo, bacon, pão, frutas e legumes enlatados, peixe defumando e cerveja são alimentos processados.

Por último, temos os "alimentos ultraprocessados", aqueles que passam por um maior processamento industrial. Esse contém uma grande quantidade de ingredientes em sua composição, tais como conservantes, edulcorantes ou intensificadores de cor. "Dizemos que se um produto contém mais de cinco ingredientes, provavelmente é considerado ultraprocessado", explica Maira Bes-Rastrollo, pesquisadora da Universidade de Navarra, na Espanha.

Os estudos

O primeiro estudo foi realizado pela Universidade de Navarra. Os pesquisadores acompanharam a dieta de 19.899 pessoas em 10 anos, fazendo uma avaliação de rotina a cada dois anos.

Nesses 10 anos de estudo, 335 participantes morreram. A cada 10 mortes entre os que comeram menos alimentos ultraprocessados, teve 16 mortes entre os que comeram maiores quantidades de alimentos do tipo.

O outro estudo, feito pela Universidade de Paris, acompanhou um total de 105.159 pessoas durante cinco anos. Nessa outra pesquisa, a dieta dos participantes era avaliada duas vezes por ano. Os resultados mostram que os participantes que comem mais alimentos ultraprocessados tiveram mais problemas cardíacos.

Mathilde Touvier, da Universidade de Paris, disse que "O rápido e crescente consumo mundial de alimentos ultraprocessados, em detrimento de alimentos menos processados, pode gerar um número maior de doenças cardiovasculares nas próximas décadas".

Esses resultados identificaram um padrão entre alimentos altamente processados e problemas de saúde, mas ainda não conseguiu provar com 100% de precisão que um provoca o outro. Isso também, devido ao fato de que as pessoas que comiam esses alimentos serem mais propensas a cultivarem outros hábitos maléficos, como o tabagismo, por exemplo.

Mas não tem como negar a ligação entre a alimentação rica em alimentos ultraprocessados com problemas de saúde. No ano passado, cientistas verificaram uma ligação entre a ingestão desses alimentos ao maior risco de câncer. "Um número crescente de estudos independentes vem associando alimentos ultraprocessados a efeitos adversos à saúde", afirma Touvier.

Confira a seguir 7 alimentos ultraprocessados possivelmente ligados à mortes prematuras e problemas de saúde.

1 - Chocolate

 

2 - Bolo

 

3 - Carne processada

 

4 - Sorvete

 

5 - Refrigerante

 

6 - Nuggets de frango

 

7 - Pizza pronta

 

E você, come com frequência esses alimentos? Conta para a gente nos comentários e compartilhe com os seus amigos.

Próxima Matéria
Cristyele Oliveira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+