• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 coisas estranhas sobre fósseis de criaturas extintas

POR Diogo Quiareli    EM Mundo Animal      05/11/18 às 14h47

O nosso planeta é muito antigo e, com isso, diversos tipos de animais já vagaram por aqui, seja no céu, na terra ou nas águas. No entanto, grande parte das espécies da Terra desapareceu há milhares de anos, incluindo os famosos dinossauros. Ainda sem ter conhecido algum desses animais, as pessoas ainda demonstram grande admiração por eles e são totalmente fascinadas. Quanto mais estranho for um deles, mais atenção chama e mais admiradores consegue. E é por isso que arqueólogos do mundo inteiro dedicam suas vidas a encontrar restos mortais de espécies antigas. Esses fósseis são extremamente importantes para o estudo e esclarecimento a respeito dos animais.

Pensando um pouco sobre isso, resolvemos trazer essa matéria. A redação da Fatos Desconhecidos buscou e listou para você, caro leitor, alguns dos mais estranhos fósseis e criaturas extintas. Esses restos mortais poderão te deixar totalmente encantado ou assustado. Se você já viu algum parecido que não listamos aqui, manda pra gente nos comentários aí embaixo. Aproveite para compartilhar com seus amigos desde já e, sem mais delongas, confira conosco e surpreenda-se.

1 - O osso esquecido

Um pesquisador japonês encontrou, em 2017, uma caixa esquecida em uma universidade japonesa. Dentro havia um fêmur de dinossauro com o seu nome em um papel. O homem, curiosos sobre a espécie e sua história, resolveu analisar. Ele descobriu que a parte encontrada veio, na verdade, de um mamífero aquático extinto. Ele poderia ser o cruzamento entre um peixe-boi e um hipopótamo há pelo menos 15 milhões de anos. O animal crescia até 2 metros de comprimento. Estudos comprovaram que o animal habitou os mares há cerca de 10 ou 20 milhões de anos.

2 - Maca proto-mamária

Há milhões de anos, um mamífero deu à luz a uma ninhada de 38 filhotes. O animal era um cinodonte que vivia no tempo jurássico. A criatura peluda tinha o tamanho de um cachorro beagle. Até hoje não se sabe de um mamífero que deu à luz a tantos animais de uma vez. Os bebês nasceram com o cérebro tão pequeno que seu crânios tinham cerca de 1 centímetro de comprimento.

3 - Peixe ornitorrinco

Em 2018, pesquisadores decidiram reconstruir uma espécie com o nome de Brindabellaspis stensioi. Após usar fósseis de até 400 milhões de anos, o estudo revelou uma espécie de peixe totalmente estranha. Além de narinas e órbitas oculares, o peixe tinha um crânio diferente dos demais. As mandíbulas pareciam o focinho de um ornitorrinco. Esses peixes, provavelmente, se cruzavam no fundo do mar e buscavam comida na areia. O animal provavelmente era uma mistura de peixe com ornitorrinco.

4 - Cobra única

Há aproximadamente 99 milhões de anos, um bebê cobra morreu após eclodir no sudeste da Ásia. A gosma do que era seu corpo se transformou em uma imagem numa resina de árvore. O que teria sido seu corpo tornou-se disponível para estudo científico, em 2018, na China. Foi confirmado o filhote sendo a cobra mais velha já encontrada. Ao lado do bebê havia pele de outra cobra adulta, mas pequena demais para estudar e dizer se era da mesma espécie. Suas 97 vértebras o identificaram como um tipo ainda desconhecido de cobra.

5 - Caracol

Em 2016, pesquisadores biológicos compraram um pedaço de âmbar de um colecionador particular. Eles encontraram dois caracóis congelados dentro de uma resina antiga. Os caracóis possuíam 99 milhões de anos e eram os mais antigos já encontrados. Um deles estava tão preservado que parecia vivo. O animal possuía o seu tecido mole, sendo então o primeiro e até então único vislumbre desse tipo de tecido de um caracol pré-histórico.

6 - Pulmão de ave pré-histórica

Cientistas descobriram recentemente um fóssil de pássaro na China. A criatura se chamava Archaeorhynchus spathula e estima-se que tenha vivido há 120 milhões e anos. A descoberta apresentou algumas características únicas, como sua cauda diferente. Encontraram ainda o seu pulmão bastante preservado. A parte era muito grande e chamou a atenção dos estudiosos. Estima-se que essa ave tenha sido extinta há 66 milhões de anos, quando os dinossauros começaram a desaparecer do planeta.

7 - Caspa em fóssil

Cientistas estudavam restos petrificados de um dinossauro de 125 milhões de anos quando encontraram flocos fossilizados em sua pele. Após estudos, descobriram que tratava-se da caspa mais antiga do mundo. O fóssil continha várias células cheias da proteína queratina. Outras descobertas foram feitas no mesmo local e todos os animais possuíam castas pré-históricas.

E aí, o que você achou dessa lista? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é extremamente importante para o nosso crescimento.

Próxima Matéria
Via   Listverse  
Imagens Toda Matéria
Diogo Quiareli
Geminiano, 24 anos, goiano.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+