• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 coisas que usamos no cotidiano que ganharam funções totalmente diferentes

POR Magno Oliver    EM Curiosidades      07/07/15 às 18h30

Existem itens que o homem acaba criando para determinados tipos de coisas ou funções, mas que acabam tomando outros rumos, por conta de sua popularidade no uso. Você sabia, por exemplo, que o vibrador não foi criado para dar prazer à mulher e sim para ter uma outra função diferente da habitual que as pessoas concederam a ele? Pois é!

Diversos objetos no cotidiano que você nem imaginava foram inventados para tais funções, mas acabaram sendo desviadas para outros tipos de coisas, como, por exemplo, uma simples gravata. E a lista de objetos que separamos para você não para por aí. Tem camisas básicas, entre outras mais.
Veja aí as coisas que nos usamos no cotidiano e que acabaram ganhando funções totalmente diferentes para as quais foram criadas.

Confira:

1 - Salto alto

07(3)

Eles são itens praticamente obrigatórios no guarda-roupa de uma mulher que se tornaram preferência entre elas e se tornaram um símbolo de vaidade e vestuário essencial para muitas pessoas. Só que o salto alto teve a sua função direcionada para um outro sentido diferente do que é usado hoje. Eles foram feitos por soldados persas, no século 16, NÃO para caminhar e sim para dar maior estabilidade aos soldados da cavalaria para que eles pudessem atirar seus arcos com maior eficiência ao montar em cavalos.

o-CHARLES-II-facebook

 

A classe feminina só começou a usar saltos em um esforço para parecer mais com os homens usando modelos mais finos, enquanto eles tinham preferência por usar saltos mais largos.

2 - Cereais matinais

35567-flocos-de-milho-vulgo-sucrilhos-diapo-1

Os famosos cereais matinais, alimentos consumidos por muitas crianças nos cafés da manhã de vários lares pelo mundo também tiveram seus sentidos de existência modificados, ao longo do tempo. Os famosos flocos de milho foram inventados pelos irmãos John Harvey Kellogg e Will Keith Kellogg.

Os irmãos eram muito religiosos, de fé adventista do sétimo dia e tinham um estilo de vida que restringia bastante o consumo de café, chá, tabaco, carnes e álcool. Alimentos como leite e ovos eram ingeridos, mas em quantidades bem limitadas. John Harvey era um cara totalmente contrário à masturbação, pois achava que o ato era símbolo de loucura.

The-Kellogg-Brothers-640x321

Sua crença era de que a carne vermelha era uma das causas dos desejos sexuais, que posteriormente levavam as pessoas para a masturbação. Tentando reverter isso, ele criou um alimento rico em cereais chamado Corn Flakes. Só que com o passar dos anos, os cereais dos Kelloggs acabaram tomando outra função diferente das que foram criados e foram parar na mesa de café da manhã de muitas pessoas e hoje são a preferência da criançada.

3 - Vestidos pretos

A-Fazenda-Gretchen

Os vestidinhos pretos eram usados pelos viúvos, viúvas e nossos familiares para mostrar que eles estavam de luto. A roupa era considerada um termo de respeito à dor de alguém que perdeu um ente. E o acessório que é muito querido na balada pelas mulheres somente deixou de ser um vestido de luto para item de moda em 1926, quando Coco Chanel criou um vestido preto, curto e que ficou famoso e conhecido como o pequeno vestido preto.

Após abandonarem a onda de luto das décadas anteriores, o vestidinho preto atualmente é uma peça muito usada por atrizes de Hollywood e famosas brasileiras.

4 - T-shirts

combo of 5 tees

As primeiras t-shirts foram feitas para o pessoal da Marinha dos Estados Unidos durante a Guerra Hispano-Americana. Elas estavam destinadas a serem usadas como uniformes padrão para os integrantes da Marinha. Elas eram muito usadas por tripulações de submarinos como camisas de trabalho, também, por conta da liberdade no movimento que tinham e eles achavam mais adequadas para o trabalho. Mais tarde, foram adotadas pelo exército e logo mais isso tudo mudou.

design_your_own_large_t_shirt-rd313a497cf114eed802648eaf83e4a45_804gy_324
Anos mais tarde, as T-shirts deixaram de ser um instrumento significativo de trabalho para se tornarem um item de moda. Hoje ela se tornou tanto um item muito usado pelos soldados no exército quanto nas passarelas e ruas populares de todos os países.

5 - Gravatas

ternos-e-gravatas

Em décadas passadas, as gravatas eram apenas um mero pano ao redor do pescoço criado para proteger o combatente do frio, além de funcionar, também, como um lenço. Na Guerra dos Trinta, os soldados utilizavam a peça em volta do pescoço para que fossem identificados perante os companheiros de batalha para manter seus colarinhos juntos e visivelmente bem identificados.
Anos mais tarde que a peça teve seu sentido de existência alterado e se tornou parte da roupa de um homem quando Jesse Langsdorf patenteou o método de fazer o laço da gravata, pelo qual a maioria dos objetos são feitos que é embelezar um lindo terno.

6 - Vibradores

0,,68159735,00

Os famosos consolos femininos e masculinos, os populares vibradores, também tiveram suas funções alteradas. O vibrador é um item que quase toda mulher possui, embora muitas não admitam isso. E ele não foi inventado para dar prazer, como é atualmente. No passado, ele foi inventado pelos médicos para uma "massagem" em mulheres que sofriam de histeria. Os sintomas da histeria incluiam ansiedade crônica, nervosismo, irritação, sensação de peso na barriga, ansiedade e perda de sono.

Cansados de realizar massagens pélvicas, os médicos decidiram inventar o instrumento para fazê-lo em seus lugares. Anos mais tarde, os vibradores mudaram o status de dispositivos de cura para histeria para objetos de consolo sexual.

7 - Coca-Cola

CHICAGO, IL - APRIL 17:  Bottles of Coca-Cola soda are offered for sale at a grocery store on April 17, 2012 in Chicago, Illinois. The Coca-Cola Co. reported an 8 percent increase in net income for the first quarter of 2012 with global volume growth of 5%.  (Photo by Scott Olson/Getty Images)

O refrigerante mais ingerido do mundo também teve sua função inicial alterada. O famoso refrigerante de cola tem uma história que você não vai acreditar. O refrigerante foi inventado por John Pemberton, um veterano da Guerra Civil dos EUA e farmacêutico que tinha sido ferido em uma batalha e começou a usar morfina para diminuir a dor dos ferimentos. Só que o uso da morfina foi tanto que o cara começou a se tornar dependente dela. Buscando uma cura para o vício, o farmacêutico criou uma bebida chamada de "French Wine Coca de Pemberton", um vinho alcoólico misturado com noz de cola e planta da coca, uma derivada da cocaína.

john-pemberton-coca-cola-farmaceuticas

 

Ele parou de usar o álcool no vinho e vendeu a bebida não-alcoólica feita de uma mistura de açúcar de cana, noz de cola e folhas de coca como uma bebida medicinal para o vício da morfina. Anos mais tarde, a bebida passou a se chamar Coca-Cola e teve sua fórmula alterada em alguns pontos. Mas antes de ser uma bebida medicinal e cura para o vício da morfina, hoje ela é um dos líquidos mais ingeridos do mundo.

Próxima Matéria
Magno Oliver
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+