7 cores extintas ou quase extintas

POR Jesus Galvão    EM Curiosidades      29/05/18 às 17h09

Nosso mundo é bem colorido. Basta uma olhada ao redor e uma explosão de cores tomam conta de toda paisagem. Todos os dias novas cores são inventadas, novas misturas e novos pigmentos criam uma infinidade de possibilidades. No entanto, algumas cores foram desaparecendo ao longo da história. Ou se transformando em novas tonalidades.

Aqui na Fatos Desconhecidos já escrevemos sobre os 18 animais com as cores mais hipnotizantes da natureza e sobre uma rara doença que faz com que os nossos olhos enxerguem cerca de 100 milhões de cores. Hoje, listamos para vocês algumas das cores e pigmentos que já foram encontradas na natureza, em produtos, entre outros locais, mas que estão extintas ou próximas de se tornarem. Confira!

1 - Automóveis coloridos

É comum ao andar pelas ruas cruzarmos com carros em quatro tipos de cores específicas: Preto, Branco, prata e cinza. E, a grande razão para isso seria a revenda. Na hora de comprar um carro novo a grande maioria das pessoas já tem em mente o momento de revender o automóvel, e cores mais "básicas" são mais propensas a serem revendidas mais facilmente. Apesar de vez ou outra nos depararmos com um automóvel colorido, a variedade de cores como existia antigamente já não existe mais.

2 - Cores dos Dinossauros

Muito há que se descobrir sobre a existência dos dinossauros. E muito se especula se eles eram de fato coloridos, marrons, pretos. Como era o verdadeiro aspecto de suas peles. Um estudo a nível celular de fósseis encontrou organelas primitivas de pigmentação conhecidas como melanossomas.

Penas de dinossauro fossilizadas também revelaram estruturas de melanossomas, que indicam que os dinossauros que possuíam penas podiam ter corpo de penagem escura e vermelho brilhante. As cores das penas, na verdade, foi o que permitiu que as penas fossem preservadas. Caso elas fossem brancas (sem pigmentação), elas não teriam sido fossilizadas.

3 - Hamster malhado

Apesar das diversas espécies de hamsters, os mais comuns são aqueles com barriga branca e padrões dominantes em suas costas. Mas uma variação, que provavelmente já esteja extinta, é a do hamster malhado. Diferente da grande maioria, o hamster malhado era colorido, com manchas brancas em seu pequeno corpo. As manchas variam de tamanho e padrões. A barriga do pequeno roedor também podia apresentar cores, ao invés de ser toda branca.

4 - Caput Mortuum

Caput mortem era um pigmento de coloração marrom extraído dos substratos advindos da moagem de múmias. Caput Mortuum significa "restos sem valor". Os pigmentos eram produzidos nos séculos XVI e XVII. O uso do pigmento entrou em desuso após os artistas tomarem consciência das origens do produto. Isso por volta do século 19.

5 - Verdete

O pigmento quase transparente de coloração azul-esverdeada foi utilizado durante muito tempo pelas civilizações mais antigas. Artistas renascentistas e barrocos o utilizaram em larga escala. No entanto, o pigmento é extraído a partir do acetato de cobre, que é altamente tóxico aos humanos. A partir do momento em que novos pigmentos verdes, e menos nocivos, ficaram disponíveis o verdete desapareceu.

6 - Marfim preto

A coloração azul escuro era derivada da queima do marfim das presas dos elefantes. O pigmento também era referido como "osso de carvão", material feito a partir da carbonização dos ossos de animais. Devido a procedência do pigmento, ele deixou de ser utilizado. O pintor holandês, Rembrandt, costumava utilizar o marfim preto em seus trabalhos.

7 - Amarelo indiano

Esse controverso pigmento foi substituído nos dias atuais por um tom amarelo sintético. Bem diferente da cor luminescente e profunda do original. Isso, devido ao método o qual ele supostamente era extraído. Segundo o que contam, o pigmento é extraído a partir da urina de vacas que só eram alimentadas com folhas de manga. Em 1908, o processo de fabricação da coloração foi interrompido devido alegações de maus tratos, uma vez que as vacas ficavam desnutridas devido a dieta imposta.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+