• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE


7 corpos celestes mais impressionantes do nosso sistema solar

POR Isabela Ferreira    EM Curiosidades      01/03/18 às 15h14

Nosso sistema solar fica em um dos espaços da Via-Láctea, sendo formado pela estrela solar e por tantos outros corpos celestes ao seu redor. Destes, podemos citar a lua, asteroides, planetas e seus satélites e tudo aquilo que estiver presente no espaço sideral. Não seria novidade dizer que o espaço ainda guarda inúmeros mistérios. Embora os astrônomos trabalhem dia e noite em prol do desconhecido, sabemos que ainda há muito que se esconde de nós.

A verdade é que somos acostumados a acreditar que o sistema solar é formado apenas pelo próprio sol e os planetas que o orbitam. Esquecemos que existem inúmeras luas por ali, sem contar os asteroides e tantos outros objetos. Pensando nisso, nós aqui da Fatos Desconhecidos separamos abaixo alguns dos corpos celestes mais impressionantes do nosso sistema solar. Confere aí!

1 - Asteroide com sua própria lua

Segundo o que diz a teoria, qualquer coisa que não tenha tamanho suficiente para ser considerado um planeta, também não possui a atração gravitacional necessária para "segurar" uma lua. A verdade é que existem exceções. O 234 Ida é um simples asteroide, mas que possui uma lua bem pequena que o orbita, a 1,6 quilômetros de distância. Este foi o primeiro sistema binário de asteroides já encontrado, e também o que os astrônomos conseguiram chegar mais perto. No entanto, existem outros deles.

2 - Io, a lua de Júpiter

Esta pode ser considerada como uma das mais estranhas luas de nosso sistema solar. A atividade vulcânica presente em Io é impressionante e maior do que em qualquer outro corpo celeste. É uma atividade geológica provocada por intensas marés entre Io e Júpiter, que consequentemente, puxam a lua.

O mais incrível ainda é que suas erupções são de enorme proporção, podendo alcançar até 30 quilômetros quadrados e podem ser vistas a partir do espaço. Como se não bastasse, o lugar ainda recebe intensas tempestades de raios.

3 - Plutão é diferente do que pensávamos

Embora saibamos da existência do planeta anão em nosso sistema solar há muito tempo, a verdade é que ainda sabemos muito pouco sobre ele. Estima-se que esteja posicionado a 5,9 bilhões de quilômetros de distância do Sol, o que traz certa dificuldade para os estudos.

Costumávamos acreditar que Plutão era apenas um lugar cheio de pedras e sem graça. No entanto, imagens mais recentes fazem tal teoria cair por terra. Na verdade, ele é formado por uma rica mistura de carbono laranja, branco e preto. Acredita-se que essas cores aconteçam de forma sazonal, estimuladas pela luz do sol.

4 - Mimas, estrela de Saturno

Esta é uma das luas de Saturno e apenas para que você tenha noção, também é chamada de "Estrela da Morte". Nela, é possível encontrar uma enorme cratera que cobre sua superfície... Mas ainda assim, consegue manter o formato praticamente redondo. Sua órbita se concentra bem mais próxima de Saturno do que de Encélado, outra lua do planeta.  No entanto, o curioso é que ao contrário desta, Mimas não é aquecida por Saturno, sendo mantida como uma lua gelada, escura e sombria.

5 - Ganímedes

Ganímedes é nada menos que o principal satélite natural de Júpiter, sendo considerado ainda o maior de todo o sistema solar. Somente à título de curiosidade, em tamanho, também é maior do que Mercúrio, perdendo apenas em quantidade de massa. O corpo celeste é repleto de curiosidades que intrigam cientistas pelo mundo inteiro.

Ele possui seu campo magnético próprio, algo que não é nada comum para uma lua. Como se não bastasse, sua atmosfera ainda concentra oxigênio rarefeito, o que não seria o suficiente para comportar vida, mas que ainda é válido ser mencionado.

6 - Hyperion

Considerada como a "lua-esponja" de Saturno, é a maior de nosso sistema solar que não possui formato esférico. Também não costuma girar em uma mesma direção, visto que uma lua próxima, chamada Titan, a puxa por diferentes direções. Sua densidade é a metade da densidade da água, o que provoca sua aparência esponjosa. O impressionante é que praticamente tudo que colide com a lua, acaba penetrando nela por sua baixa densidade.

7 - Ceres

Este é o único planeta anão que se localiza no que pode ser chamado de "parte principal" do sistema solar. Especificamente, pode ser encontrado no cinturão de asteroides, que compreende as órbitas de Marte e Júpiter, aproximadamente. Embora seja considerado como um planeta anão, em alguns casos também é chamado de asteroide. Uma boa curiosidade do lugar é que, provavelmente, nele existe mais água abaixo de sua superfície do que toda a água que o Planeta Terra possui.

E então pessoal, o que acharam? Compartilhem suas ideias com a gente aí pelos comentários!

Próxima Matéria
Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+