• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 famosos que morreram pobres

POR Nelyne Mota    EM Curiosidades      21/05/19 às 16h10

Talento, fama, dinheiro, sucesso. Entrar para história do reconhecimento e fama mundial pode ser o sonho de muitos de nós. Glamour, riqueza e tudo que envolve esses universos pode fascinar um número absurdo de pessoas.

Estrelas da fama surgem todos os dias. Cinema, tv, música, esporte e infinitas outras áreas dão espaço e renome aos seus gênios. E nossa história é cheia de grandes nomes de artistas e famosos em geral que, apesar de receberem grandes fortunas ao longo de suas vidas, morreram pobres e por vezes com grandes dívidas. Confira alguns desses talentos.

1 - Sammy Davis Jr (1925 - 1990)

Brilhante ator da Broadway e do cinema, sapateador e cantor. Além de membro do lendário Rat Pack de Frank Sinatra. O lendário showman quebrou a barreira da cor de sua pele nos anos 1950 e se tornou uma das estrelas mais populares do mundo. No entanto, apesar de seus ganhos girarem em torno de 50 milhões de dólares ao longo de sua carreira, o gênio artístico morreu com mais de 15 milhões em dívidas.

Tal dívida ocorreu em consequência do declínio de sua popularidade no final dos anos 190 e também de sua luta contra o uso de substâncias narcóticas. Davis Jr. morreu de câncer na garganta em 16 de maio de 1990.

2 - Joe Louis (1914 - 1981)

O lutador que levou o título de peso pesado de 1937 a 1949, deixou sua marca por fazer o mais longo reinado da história do boxe na categoria. Joe foi ainda um dos maiores e mais populares lutadores americanos de todos os tempos. Mesmo assim, o sucesso esportivo não lhe trouxe segurança financeira. Com ganhos estimados em 4,6 milhões de dólares, ele recebeu apenas algo em torno de 800 mil dólares. E boa parte desses recebimentos foram gastos com familiares, doações e investimentos.

Em tempos difíceis após a Segunda Guerra Mundial, Louis se tornou apresentador de lutas e trabalhou também como recepcionista oficial em cassinos. O ex-lutador morreu em 12 de abril de 1981, por conta de uma parada cardíaca causada por overdose de cocaína.

3 - Friedrich Nietzsche (1844 - 1900)

Nascido em 1844, Nietzsche se tornou notório por proclamar que Deus estava morto. Além de afirmar que a moralidade convencional era obsoleta. Ele baseou sua filosofia na "vontade de poder" e na ideia de não se importar com os sentimentos de alguém inferior a ele.

O filósofo de renome encontrou seu fim após um colapso mental ao assistir a cena de um cavalo sendo chicoteado na rua. Testemunhas afirmam que ele correu até o animal para protegê-lo. Daí até sua morte, em 25 de agosto de 1900, ele recebeu os cuidados de sua mãe idosa.

4 - Vincent Van Gogh (1853 - 1890)

Considerado um dos maiores pós-impressionistas da história, o autor de obras renomadas como Girassóis e A Noite Estrelada vendeu apenas uma pintura durante sua vida. O artista acreditava sofrer de transtorno bipolar. Ele ainda foi prejudicado por uma limitação nervosa, passou por depressão, paranoias e alucinações.

Caso famoso ocorrido em 1888, quando ele removeu uma de suas orelhas com uma navalha e a entregou a uma prostituta.

Em julho de 1890, Van Gogh tentou suicídio disparando uma arma contra seu peito. Ele sobreviveu à tentativa, mas morreu dias depois devido à complicações da ferida. Ele morreu sem dinheiro e seu trabalho ganhou notoriedade tempos após sua morte.

5 - Oscar Wilde

Uma das figuras literárias mais célebres do século XIX, o poeta e escritor era conhecido por sua inteligência cortante. Porém, Wilde levava uma vida dupla de forma secreta. O gênio literário mantinha envolvimento com outros homens e com prostitutas do Lord Alfred Bosie Douglas.

Em 1895, Oscar sofreu um processo por parte do pai de Lord Douglas, que o acusou de sodomia. Foi então que o escritor foi preso por indecência e grosseria, além de ter sido sentenciado a 2 anos de trabalho forçado. Quando Wilde foi finalmente liberado, caiu em depressão e sua produção literária declinou.Ele morreu em 30 de novembro de 1900, em um hotel pobre de Paris, depois de contrair meningite cerebral.

6 - Oskar Schindler (1908 - 1974)

Empresário comum e cabeça dura, Oscar Schindler se juntou ao partido nazista em 1939. Porém, discordava fortemente da perseguição que o partido promovia contra o povo judeu. Logo, Oscar se mudou para Polônia para empregar e poupar trabalhadores judeus em uma de suas fábricas. E ao contrário da grande maioria dos empresários alemães da época, ele pagou enormes subornos para salvar os judeus que trabalhavam para ele.

Assim, gastou a maior parte de sua fortuna pessoal em comida, proteção e abrigo para essas pessoas. Apesar do heroísmo e boa intenção de Schindler, seus empreendimentos entraram em declínio no pós-guerra. Além de sofrer retaliações e até agressões por parte dos apoiadores do nazismo. O empresário passou então o resto da vida com doações e caridades de organizações judaicas, e morreu em 1974.

7 - Edgar Allan Poe (1809 - 1849)

Um dos primeiros escritores de terror de todos os tempos. Edgar Allan Poe foi autor de contos e histórias de renome e reconhecimento mundial. Exemplos como The Tell Tale Heart e The Raven, ainda são lidos com frequência e foram inclusive adaptados em episódios de Os Simpsons.

Mas apesar do sucesso e consagração do escritor, sua vida foi uma constante luta para sobreviver. Devido à personalidade forte e problemas com alcoolismo, Poe era incapaz de manter um emprego regular por tempo significativo. E apesar de The Raven fazer dele a grande sensação literária da época, o jovem talento não recebeu nada além de alguns dólares pelo trabalho.

Ele morreu em 1849, depois de desabar em Baltimore. E assim como suas narrativas, sua morte permanece cercada de mistérios até hoje.




Matérias selecionadas especialmente para você

Nelyne Mota
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+