7 funções que os órgãos mais inúteis do corpo humano tinham no passado

POR Jesus Galvão    EM Ciência e Tecnologia      09/04/18 às 16h53

Durante a evolução das especies, muitas foram as mudanças que aconteceram em seus corpos, a fim de se adaptarem as suas novas condições de vida. Músculos, órgãos, ossos e dentes, a exemplo, passaram por diversas alterações. O que acabou por extinguir algumas de suas funções ou simplesmente toda a sua importância para os indivíduos.

Listamos algumas funções que nossos órgãos exerciam e que, com o passar das eras, ganharam novas funções ou se tornaram desnecessárias a vida do homem. Mas não se engane, nem sempre não sabermos sua função exata significa que eles não sejam necessários.

1 - Cóccix

O último osso da nossa coluna vertebral é o que restou da cauda dos nossos ancestrais. Um dia vivemos nas árvores, e a cauda ajudava nossos antepassados a se equilibrarem. Durante a gestação, na sua fase inicial o embrião possui uma cauda, que é absorvida pelo próprio organismo à medida que os estágios avançam. Há casos raros em que a pessoa nasce com a cauda em sua perfeita formação.

2 - Arrepios

Os arrepios são, na verdade, a herança deixado por nossos antepassados que possuíam pelos mais densos. Os responsáveis por eles são pequenas fibras musculares e são chamadas de Arrector Pili. Eles acontecem como resultado da contração dos músculos devido ao frio ou por emoções intensas. Dessa forma, os pelos ficam eretos, e se os pelos forem grossos e compridos, eles dariam a ilusão aos adversários que seu oponente é maior do que ele é de fato.

3 - Músculos da orelha

Algumas pessoas conseguem mexer suas orelhas de maneira que outras pessoas não conseguem. Isso porque elas têm algumas funções nos músculos das orelhas que os outros não tem. Eles são chamados de músculos auriculares. Os humanos perderam a necessidade desses minúsculos músculos uma vez que passaram a posicionar sua cabeça na direção do som para recebê-los, segundo o que explicou Darwin.

4 - Dentes do Siso

Esses dentes foram muito úteis no passado. Principalmente quando nossa dieta consistia basicamente de carne de caça. Dessa forma, o trabalho de mastigação era facilitado por esses dentes. Porém, seguindo o fluxo evolutivo, muitas pessoas hoje em dia já nem mesmo os possuem. Quando acontecem de nascer, costumeiramente, eles são removidos, para evitar dores ou que atrapalhe a formação dos demais.

5 - Apêndice

O propósito do apêndice era digerir celulose. Era um órgão muito importante devido a grande ingestão de vegetais que fazíamos. Apesar de popularmente as pessoas acreditarem que o órgão não seja tão importante, pesquisadores acreditam que pessoas que tem seu apêndice removido teriam maior probabilidade de sofrer por infecções bacterianas. O que foi relacionado diretamente por sua ligação ao tecido linfático, que é uma parte essencial do sistema imunológico.

6 - Vesícula

A vesícula é responsável por estocar a bile, fluido que auxilia na digestão de gordura. Mas ela também pode ocasionar cálculos biliares, que podem ser dolorosos, e acabar tendo que ser removida cirurgicamente.

7 - Plica Semilunaris

É uma parte que fica no canto do olho e que é exposta ao puxarmos as pálpebras. É popularmente conhecida como "a área da remela". Sua função é basicamente produzi-la, e absolutamente nada mais. Imagine como seria acordar sem remela. Graças a plica isso não é possível.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+