Curiosidades

7 ‘maus hábitos’ comuns que podem ser sinais de que você é mais esperto do que imagina

0

Muitas vezes, passamos muito tempo escutando daqueles ao nosso redor que alguns de nossos hábitos são errados ou ruins. Isso quando não levamos um grande tapa em nossas mãos quando começamos a roer as unhas, por exemplo. No entanto, segundo a ciência, alguns desses ‘maus hábitos’ podem, na verdade, ser bons sinais.

Procrastinar, por exemplo, pode aumentar nossa criatividade e roer as unhas, como citado anteriormente, pode ajudar a prevenir o surgimento de alergias. E aí está uma coisa que nossos pais e avós podem não saber. Pensando nisso, hoje, listamos alguns hábitos que muitas vezes são vistos como negativos, mas que podem significar que somos mais espertos do que imaginávamos. Confira!

1 – Procrastinação

Segundo Adam Grant, professor da Wharton School, na Filadélfia, nos EUA, nossa concepção de procrastinação deveria ser ampliada para incluir não somente a preguiça, mas também “a espera pelo momento certo”. A procrastinação pode nos ajudar a aumentar a criatividade. Isso porque damos a nós mesmo a oportunidade de desenvolver uma ideia.

Durante uma entrevista ao Business Insider, Grant apontou como Steve Jobs, fundador da Apple, se beneficiou disso. “O tempo que Steve Jobs estava colocando as coisas de lado e pensando nas possibilidades, foi um tempo bem gasto, o que deixou suas ideias mais divergentes virem à tona, ao invés de mergulhar direto no mais convencional, no mais óbvio, no mais familiar”.

2 – Roer unhas

Pesquisadores começaram a acompanhar um grupo de mil crianças, a partir de seu quinto ano de vida. Quando elas completaram 5, 7 , 8, e 11 anos, os pais foram questionados se elas roíam as unhas ou chupavam o polegar. Cerca de 1/3 das crianças exibiam um ou ambos os hábitos.

Aos 13 e aos 32 anos, foram realizados testes de alergia nessas mesmas pessoas. O grupo que, habitualmente, roía unha ou chupava dedo era menos propenso ao desenvolvimento de alergias. Obviamente, esses resultados não devem ser utilizados para encorajar ninguém a começar com tais práticas.

3 –  Atrasos

Se atrasar com regularidade pode implicar em problemas, tanto em suas relações pessoais quanto profissionais. Atrasos podem lhe fazer parecer uma pessoa desorganizada e, para algumas pessoas, é algo desrespeitoso. No entanto, segundo um artigo da escritora Diana DeLonzor, podem existir aspectos positivos nos atrasos.

“Muitas pessoas atrasadas tendem a ser otimistas e fora da realidade”, disse ela. “Isso afeta suas percepções do tempo. Elas realmente acreditam que podem correr, pegar suas roupas na lavanderia, comprar mantimentos e deixar as crianças na escola em uma hora”. Em outras palavras, o que a autora quis dizer é que os atrasados crônicos sempre esperam o melhor da vida. O que pode ser uma faca de dois gumes na vida cotidiana.

4 – Reclamações

Ninguém quer ser aquele cara taxado de reclamão. Entretanto, uma pesquisa recente descobriu que aqueles que reclamam mais conscientemente são mais felizes do que aqueles que desabafam de vez em quando. Essas pessoas costumam reclamar porque tem um resultado específico em sua mente.

No entanto, se você precisa reclamar, existem diversas formas para se fazer isso. Segundo o psicólogo Guy Winch, “uma queixa efetiva é sobre um problema que pode ser remediado e é endereçada a alguém que tem o poder de corrigi-lo”.

Para fazer uma queixa efetiva, siga esses três passos: primeiro, pegue leve na reclamação, para a pessoa não ficar na defensiva. Segundo, apresente seus argumentos de maneira não hostil. E depois, diga à pessoa que qualquer ação tomada por ela, para solucionar o problema, será apreciada.

5 – Mascar chicletes

Obviamente, isso não deve ser feito durante uma entrevista de emprego. Mas, caso você esteja sentado em algum lugar sozinho, isso pode ser a chave para a produtividade e relaxamento. Muitos estudos sugerem que o chiclete nos ajuda a nos sentirmos mais alerta. Outra pesquisa sugeriu que os chicletes podem melhorar o humor e reduzir níveis de cortisol, o hormônio do estresse.

6 – Sua mesa é bagunçada

Caso você consiga manter sua bagunça só para você, em seu espaço, podem existir alguns benefícios na desorganização. Uma pesquisa, de 2015, sugeriu que um pequena bagunça pode nos ajudar a sermos mais orientados para nossos objetivos. Isso porque estamos motivados a buscar a ordem em algum lugar. Ou seja, a visão de um espaço de trabalho desorganizado pode nos tornar mais produtivos.

7 – Você sonha acordado

Em 2010, uma pesquisa apontou que a perambulação mental pode nos tornar mais infelizes. Entretanto, deixar sua mente vagar por alguns minutos pode lhe deixar mais produtivo e criativo. Segundo um estudo, permitir que sua mente vagueie por aproximadamente 12 minutos, durante uma tarefa difícil, pode lhe ajudar a encontrar uma solução quando você retornar seu foco para ela.

Então pessoal, o que acharam da matéria? Deixem nos comentários a sua opinião e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Cientista diz que envelhecimento pode ser ”curado”, entenda

Matéria anterior

Confira as novidades que chegarão na Netflix em agosto de 2019

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.