7 práticas religiosas mais desafiadoras do outro lado do mundo

POR Isabela Ferreira    EM Mundo Afora      09/08/17 às 17h38

A religião é para muitas pessoas, uma das questões mais importantes de sua existência. Muitas afirmam que nada seriam se não acreditassem e confiassem na força de Deus. Acontece que muitos fiéis geralmente participam de algumas reuniões aos fins de semana ou em feriados, para afirmarem sua devoção. É algo bastante comum, e certamente, existem algumas igrejas na região onde você mora.

Mas e quando a religião se torna extrema demais para determinado grupo de pessoas? Sabemos que existem grupos radicais que estão dispostos a executar qualquer um que vá contra seus ideias, mas ainda existem aqueles que são mais pacifistas, mas ainda assim praticam atos bastante desafiadores. Foi pensando nisso que separamos abaixo 7 dessas curiosas práticas. Confere aí!

1 - Anos sentado em cima de um pilar

Ao fim do Império Romano o cristianismo acabou se transformando na religião oficial do estado e isso fez com que muitos acabassem sendo mortos por irem contra as ideias pregadas por eles. Devido a esse fator, muitos cristãos tinham em mente que a sociedade romana ainda era muito profana, e como um ato de isolamento, muitos decidiram que passariam boa parte de suas vidas sentados em pilares e fazendo orações. Dependiam exclusivamente das condições climáticas e da ajuda de pessoas caridosas que davam-lhes comida e água.

2 - Morar em cavernas

O budismo prosperou bastante na região onde se concentra o atual Afeganistão. Existia ao centro, uma aldeia que concentrava um grande número de estátuas budistas, que infelizmente foram destruídas no ano de 2001 pelos talibãs, sem contar que também havia um grande número de cavernas próximas a grandes penhascos, que eram usadas como moradia dos budistas.

O curioso mesmo é que as cavernas eram localizadas realmente em penhascos, o que dificultava muito deixar o local até mesmo para buscar comida. Os monges do local também recebiam ajuda de populares, que se sensibilizavam e levam comida para eles.

3 - Rodear um templo rolando pelo chão

Os hindus possuem a prática religiosa de circundar seus templos para mostrar devoção. Acreditam que ter seu lado direito virado para o templo é um sinal de respeito, e o circulam inúmeras vezes nessa posição, muitas vezes sob o sol muito forte. Acontece que existe no sul da Índia uma prática parecida, mas é uma versão muito mais pesada disso. Para mostrar devoção, os fiéis simplesmente deitam no chão e saem rolando, até completar inúmeras voltar em torno de seu templo.

4 - Isolar-se em uma sala pelo resto da vida

Foi durante a Idade Média que diversos homens e mulheres aderiram a ordens monásticas, que faziam com que eles vivessem isolados em pequenas salas o resto de suas vidas. A única abertura para o mundo exterior era uma janela, no qual eles não poderiam atravessar e servia apenas para que pessoas pudessem lhes dar comida.

5 - Parar de comer

Diferente das crenças da maior parte do mundo, a filosofia taoísta acredita que um humano pode sim ganhar imortalidade. Baseando-se em princípios de alquimia, os taoístas acreditam que o segredo para alcançar a imortalidade é parar de comer. Exatamente, de acordo com seus princípios, é a comida que pode nos levar à morte. Iniciam então uma dieta para a pessoa que quer alcançar a imortalidade, tirando delas primeiro os grãos, até que ela exclua por completo a comida de sua vida.

6 - Puxar o próprio olho com uma faca

Existe um festival chamado "Urs" que dura 6 dias e é comemorado em alguns países, sendo que o mais popular de todos acontece na cidade de Ajmer, na Índia. Comemora-se o aniversário de morte do santo Moinuddin Chishti, fundador de uma ordem que carrega o mesmo nome. O festival atrai devotos do santo pelo mundo todo, e todos se reúnem para testemunhar a demonstração de fé dos mais corajosos.

Muitos para provar que são fiéis fervorosos, praticam atos totalmente inacreditáveis, que vão desde caminhar quilômetros para chegar em um santuário, ou perfurar a própria pele com ganchos, ou puxar para fora o olho, com a ajuda de uma faca ou objeto pontiagudo. Teria coragem de presenciar?

7 - Viver sem roupas

Na índia existe o jainismo, que é uma religião bastante antiga mas que é praticada ainda hoje por alguns grupos. Os monásticos se dividem em dois grupos, porém, existe um deles que é o mais radical: os monges Digambara. Eles precisam se isentar de muitas coisas a exemplo da violência, casamentos, certos alimentos e inclusive, de roupas.

Não podem usar absolutamente nada que cubra o corpo, a não ser um colar. Vivem migrando de região para região na tentativa de fugir das mudanças climáticas que, obviamente, colocariam os objetivos deles em risco.

E então pessoal, o que acharam? Já conheciam alguma dessas práticas? Compartilha aí com a gente pelos comentários.

Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+