• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 provas que o Facebook sabe mais sobre seus relacionamentos do que você imagina

POR Natália Pereira    EM Entretenimento      26/03/18 às 19h32

O Facebook tem sido utilizado por diversas empresas do mundo, com o objetivo de atrair o seu público alvo de forma mais direcionada. Essa utilização da rede social se deve, entre alguns outros motivos, pela sua capacidade de manter registros específico e complexos sobre cada um de seus usuários. Para se ter uma noção mais clara do que estamos falando, você provavelmente já deve ter percebido a capacidade dessa rede social de conectá-lo com páginas, anúncios e pessoas pelas quais você pode ter interesse.

Mas, além das atribuições mercadológicas possibilitadas pelo Facebook, o que mais a ferramenta seria capaz de descobrir a seu respeito? Bom, para entender melhor em que estagio da vida o seu usuário se encontra, a rede social acaba se preocupando em analisar alguns aspectos um tanto íntimos de sua vida. Isso tudo por que, com o passar do tempo, a análise da plataforma se tornou ainda mais inteligente e conseguiu evoluir o suficiente para identificar suas preferências de acordo com a sua interação online. Além disso, ela também é capaz de descobrir, antes de qualquer um, quando você está prestes a entrar em um relacionamento, ou mesmo sair de um. E os motivos para isso serão apresentados a seguir.

1 - Status de relacionamento desativado

Não é por que você não ativou o status de relacionamento no seu Facebook que você não esta em uma relação séria com alguém, e a plataforma sabe disso. Depois de estudar o comportamento de casais ativos na rede social, o seu sistema acabou gerando uma relação entre os demais, em busca de possíveis casais ocultos. E, assim que ele encontrar o seu possível 'match', o próximo passo será relacioná-lo o máximo possível com essa pessoa.

A rede começará a agir como um cupido eletrônico, te lembrando de momentos que passou com essa pessoa, de posts compartilhados por ela e até irá subi-la em seu chat, ou mesmo no feed de notícias.

2 - Identificação por palavras

Depois de analisar um padrão entre os compartilhamentos de pessoas apaixonadas, o Facebook descobriu que aqueles prestes a entrar em um relacionamento sério costumam fazer publicações mais 'alegres'. Dentre as palavras mais utilizadas por elas, durante os 100 dias que antecedem a divulgação do relacionamento, está 'Amor', 'Querido' e 'Feliz". O uso dessas palavras, seguido de uma interação maior com uma pessoa em específico, colocando-a em seus comentários, em média duas publicações a cada 12 dias, fará com que ele te coloque entre os usuários em um relacionamento sério.

3 - Preferências

As pessoas passam a se relacionar de maneira diferente depois de uma certa idade, e o Facebook já foi capaz de identificar essa preferência. Por isso, com o passar do tempo ele irá começar a te direcionar para pessoas que acreditem fazer parte do seu perfil. Eles descobriram que pessoas de 20 anos tendem a se relacionar com outras que tenham de 1 a 2 anos de diferença, na idade. E, enquanto isso, aqueles com 45 anos preferem se relacionar com pessoas com uma diferença maior, de 5 a 6 anos. Por isso, não estranhe caso a sua rede social pareça estar te jogando para cima de pessoas com essa idade.

Apesar desta definição prevalecer na maioria dos casos, ele identificou algumas exceções. Os escandinavos aparentemente tem preferência por pessoas da mesma idade, enquanto os homens egípcios tendem a escolher mulheres de 8 a 10 anos mais novas.

4 - Mês propenso a novas interações

Levando como base o Brasil, o Facebook identificou 2 meses em que as pessoas estão mais propensas a se relacionarem. De acordo com eles, o verão é o período em que as pessoas adicionam mais amigos na rede social e, por isso, podem acabar encontrando um futuro namorado(a) nesse tempo. Os meses mudam de acordo com a região analisada e, em nosso país, estes se referem a janeiro e fevereiro.

5 - O futuro de um relacionamento sério no Facebook

Muitos podem achar que declarar um relacionamento sério no Facebook é algo artificial e desnecessário. Mas, na verdade, uma análise feita pela rede social mostrou o contrário. Aparentemente, aqueles com mais de 23 anos que declaram o seu relacionamento na plataforma, e ultrapassam os 3 meses, tem maior chance de ficarem mais de 4 anos juntos.

6 - Momento em que as pessoas mais brigam

Assim como eles foram capazes de identificar os momentos em que as pessoas mais se relacionam com novas amizades, ele também conseguiu estabelecer o período em que estas brigam mais. A análise foi feita tomando como base as semanas e os meses. E, de acordo com ela, as segundas-feiras são as mais propícias da semana para se ter uma discussão. Enquanto isso, os períodos anteriores ao ano novo, entre novembro e dezembro, promovem o maior pico de desavenças.

7 - Previsão de término

Quando estamos prestes a terminar um relacionamento, é comum que busquemos o conforto de nossos amigos e, mais uma vez, o Facebook tem conhecimento disso. Cerca de uma semana antes do término acontecer, a sua relação com os amigos aumentam, interagindo bastante com eles na rede, trocando mensagens e deixando comentários. Além disso, no dia do término essa interação aumenta em 225%.

Esses dados mostram o quanto o Facebook se integra em sua vida social, sendo capaz de prever términos e relacionamentos futuros. Essas questões nós fazem sentir que estamos sendo observados a todo instante, e que todas as nossas ações são medidas minunciosamente. Ainda assim, todos esses fatores não deixam de ser interessantes. Sabiam que suas ações no Facebook eram capazes de dizer tanto sobre você?

Próxima Matéria
Natália Pereira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+