7 tratamentos de beleza que nunca deveriam ter existido

POR Isabela Ferreira    EM Curiosidades      10/05/18 às 16h56

A preocupação com a beleza não é um comportamento recente. Embora o cuidado estético esteja em seu auge, já que muitas pessoas se atentaram para os cuidados com o próprio corpo, é algo que já está presente em nossa sociedade há muito tempo. Por volta dos anos de 1920 a 1930, começaram a surgir alguns tratamentos de beleza bem estranhos.

Foi nessa época que os maquiadores entraram em cena. E com eles, várias técnicas que eram utilizadas com a intenção de aprimorar a beleza da mulher, principalmente quando se tratava das modelos. Vários dispositivos lançados na época nem funcionavam e enquanto isso, outros eram perigosos. Pensando nisso, nós aqui da Fatos Desconhecidos separamos abaixo 7 tratamentos de beleza que nunca deveriam ter existido. Dá uma olhada!

1 - Micrômetros de beleza

E aí, teria coragem de usar isso? Foi desenvolvido com o propósito de ajudar os maquiadores a identificarem os desníveis e assimetrias do rosto de uma modelo. Com o dispositivo, eles poderiam saber exatamente o que deveriam corrigir com a maquiagem.

Com uma estrutura de metal e diversos parafusos, poderia ser encaixado na cabeça da mulher de 325 maneiras diferentes, conforme o maquiador quisesse seus resultados. Não era muito incomum que a modelo ficasse com fortes dores de cabeça após o uso de tal aparelho.

2 - Hangover Heaven

É exatamente o que parece... Uma máscara com muitos cubos de plástico, cheios de água extremamente gelada. Foi feita com o objetivo de refrescar o rosto de uma modelo em dias de desfile, para que não estragassem a maquiagem. Mais tarde, a máscara conhecida como Hangover Heaven também começou a ser usada para diminuir inchaços depois de uma noite agitada. No entanto, era preciso ter muito cuidado, já que o uso prolongado poderia causar queimaduras.

3 - Removedor de sardas

As sardas são uma das características mais bonitas que alguém pode ter. No entanto, não é todo mundo que gosta. Houve um tempo em que o tratamento para tirar essas manchinhas já foi muito além dos famosos creminhos. Elas já foram consideradas como um problema de pele e muitas mulheres queriam se livrar.

Dessa forma, o maquiador aplicava um fluido químico no rosto e em seguida, um aparelho que fechava os olhos, o nariz e a boca eram posicionados. A intenção é que ele evitasse queimaduras químicas. As sardas costumavam desaparecer em até uma semana. Em contrapartida, era um procedimento de beleza bastante perigoso.

4 - Glamour Bonnet

O tal capacete apresentava uma baixa pressão atmosférica em seu interior, o que supostamente, poderia ajudar na circulação sanguínea. Acreditavam que ele era capaz de deixa a pele de uma mulher mais jovem e menos tensa após uma sessão. Devido a isso, já foi um tratamento de beleza bastante requisitado. O lado bizarro é que nem toda mulher realmente rejuvenescia... Algumas chegavam a desmaiar devido à baixa pressão na qual eram submetidas.

5 - Máquina de Dimple

Este era um dispositivo que as mulheres realmente desejavam. Para aquelas que não nasciam como as famosas "covinhas", ele prometia que poderia dar-lhes esta característica dentro de pouco tempo. Era uma mola que tinha dois botões que pressionavam as bochechas no local em que as covinhas deveriam a aparecer. Bem, você até poderia conseguir alcançar o objetivo final, mas era muito desconfortável. Comer usando isso era uma atividade praticamente impossível, já que você morderia a boca internamente.

6 - Corretor nasal

Este é outro suposto dispositivo que funciona com ajuda de pressão, mas desta vez é para o nariz. Seus inventores prometiam que era possível alterar o formato do nariz sem precisar passar por uma cirurgia. Bastaria pressioná-lo com a ajuda do aparelho. De fato era possível obter formas mais finas e alongadas, mas era apenas temporário. Pouco tempo depois o nariz voltava ao normal, sem contar que a respiração também ficava afetada.

7 - Massageador de couro cabeludo

Trata-se de um vibrador elétrico com quatro discos que prometia uma massagem no couro cabeludo da mulher. A intenção era estimular a circulação sanguínea, o que supostamente, poderia fazer com que o cabelo crescesse de forma mais acelerada. Também prometia evitar a queda de cabelo. No fim das contas, até parecia ser uma boa ideia. No entanto, era exagero garantir tudo isso para um tratamento que a mulher deveria executar sozinha em casa.

E então pessoal, o que acharam? Qual desses tratamentos de beleza mais parece estranho para você? Compartilhe com a gente aí pelos comentários!

Isabela Ferreira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+