8 melhores (e piores) vilões do universo cinematográfico da DC

POR Gabi Noronha    EM Fatos Nerd      19/03/18 às 16h34

O Universo Estendido DC não para de receber críticas por causa de sua desorganização. Desde 2013 a Warner Bros. tem procurado desenvolver seu mundo heroico unificado. No entanto, não adianta muito ter esse desejo e não ceder certa liberdade a sua equipe criativa. Com histórias rasas, sub-tramas fracas e vilões ruins, seus lançamentos andam cada vez mais no limbo do entretenimento. Tendo ótimos atores e atrizes a sua disposição, o estúdio não tem se empenhado como deveria para entregar histórias decentes a seu público.

Com um espetáculo de erros, a seguir, comentaremos mais sobre os vilões que já apareceram nesse pequeno universo de horrores. Alguns feitos a partir de uma computação gráfica pavorosa. Já outros, totalmente desperdiçados em roteiros à lá Monstro de Frankenstein. Mesmo assim, entre tantos desastres, ainda é possível encontrar aqueles que se salvaram. Selecionamos os melhores e piores vilões até o momento.

Piores

1 - Lobo da Estepe (Liga da Justiça)

Começando pela bomba mais recente. Lobo da Estepe foi apenas mais do mesmo: um vilão sem graça e sem motivação real. Afinal, querer dominar o mundo não tem mais o mesmo charme que antes. Para completar a fórmula do horror, o antagonista recebeu um tratamento de design e computação gráfica lamentável. Ele teve seu visual alterado, assim como toda sua história de origem. No final das contas, Lobo da Estepe não deixou nenhuma lembrança positiva.

2 - Apocalipse (Batman vs. Superman: A Origem da Justiça)

Apocalipse deveria ter sido a grande surpresa de Batman vs. Superman: A Origem da Justiça, porém ele foi anunciado logo no primeiro trailer. O público estava esperando um embate entre os dois heróis, por isso sua aparição seria um presente à audiência. Mas sua presença no filme não serviu para nada. O entendimento entre Batman e Superman aconteceu por meio da "Martha" e não por causa de algum monstro gigante que estava atacando a cidade. No fim, Apocalipse não passou de fan service.

3 - Coringa (Esquadrão Suicida)

Provavelmente a trilha sonora é uma das poucas coisas que se salva em Esquadrão Suicida - e Arlequina, claro. Um dos erros mais grotescos do filme foi a escolha do vilão. Coringa, nesse caso, seria a melhor opção para antagonista da trama. Ao invés disso, por algum motivo, Magia foi colocada em tal posição. Muito mais poderosa que o grupo, a vilão foi derrotada da maneira mais preguiçosa possível. Enquanto isso, o pobre Coringa não passou de uma bela campanha de marketing, já que nem chegou a participar adequadamente do filme.

4 - Magia (Esquadrão Suicida)

Falando no demônio... Magia é uma personagem que merecia mais atenção e desenvolvimento. No entanto, ela foi tratada como uma vilã classe C que não apresentou ameaça nenhuma. June Moone, sua hospedeira, não passou de um interesse romântico para Rick Flag. No final, nem seu efeito especial, e muito menos sua dancinha, salvaram o filme.

Melhores

5 - Ares (Mulher Maravilha)

Embora muitas pessoas considerem o visual de Ares pobre, seu personagem foi muito bem aplicado dentro da história. Para destruir a humanidade, o Deus da Guerra não precisou juntar um exército gigantesco e invadir cidades. Ele apenas foi no ponto fraco de nossa raça: nossa fragilidade moral. Ares jogou os humanos uns contra os outros, o que resultou na Primeira Guerra Mundial. Coisa de gênio!

6 - General Zod (Homem de Aço)

Diferente de tantos outros vilões em filmes de super-herói, Zod realmente tinha uma motivação concreta. Ele foi criado para proteger seu lar a qualquer custo, mesmo que isso implicasse em dar um golpe de Estado. Ele foi preso e condenado à Zona Fantasma, onde o tempo não passa. Ao sair, mesmo que por acidente, Zod descobriu que seu planeta foi totalmente destruído. Seu interesse na Terra é construir um novo lar que, em sua mente, foi a Casa de El quem destruiu.

7 - Lex Luthor (Batman vs. Superman: A Origem da Justiça)

Alguns fãs ainda têm certa dificuldade de encarar Lex Luthor do Universo Estendido DC como um bom vilão. Por mais que ele não seja, em aparência e atitudes, o antagonista que a maioria doas fãs espera, o personagem ainda não está completo. Lex começou a ser moldado agora e o final de Liga da Justiça prova isso. Ele não é a mesma pessoa vista no filme anterior. Apesar de imaturo, ele continua o mesmo gênio que tanto causou para Superman e seus amigos.

8 - General Ludendorff (Mulher Maravilha)

O público foi manipulado para acreditar que General Ludendorff era o principal vilão do filme. E de fato era possível acreditar nisso. O General era uma pessoa tão má quanto o próprio Ares. Com sede de poder em mente, ele passava confiança e postura de quem sempre estava no comando. No fim das contas, ele não passava de um homem, mais um peão nas cordas do Deus da Guerra. Sua construção foi uma das mais interessantes apresentadas no atual universo DC do cinema.

Concordam com a lista? Em sua opinião, quais vilões merecem destaque e quais merecem ser esquecidos? Comente com a gente!

Via   CBR  
Gabi Noronha
Resumindo, é basicamente isso! Instagram: @gabinoronhaf

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+