• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

A incrível história da mulher que descobriu ser sua própria gêmea

POR Rafael Miranda    EM Ciência e Tecnologia      06/12/14 às 12h09

Pode parecer estranho mas é a verdade. Lydia Fairchild e seus filhos ficaram famosos mundialmente por serem temas de um documentário britânico chamado The Twin Inside Me (O Gêmeo Dentro de Mim). Lydia Fairchild estava grávida de seu terceiro filho, quando ela e o pai de seus filhos, Jamie Townsend, decidiram se separar.

Quando Fairchild buscou o apoio do sistema social de saúde do governo em 2002, eles pediram para que ela apresenta-se evidências de que Townsend era o pai de seus filhos. Embora os resultados de DNA indicassem que Townsend era o pai das crianças, os testes indicaram que ela não era a mãe deles.

Isso fez com que a mulher fosse acusada de fraude ao reivindicar benefícios para os filhos de outra pessoa ou por fazer parte em um esquema de falsidade ideológica. Registros hospitalares de seus partos anteriores foram ignorados mesmo com ela apresentando fotos das gestações anteriores.

A promotoria pediu que seus dois filhos fossem retirados da custódia dela e colocados sob guarda estatal. Quando chegou o momento de dar à luz ao seu terceiro filho, o juiz ordenou que uma testemunha assistisse ao parto. Isso era para garantir que amostras de sangue, tanto da criança quanto de Fairchild, fossem retiradas. Duas semanas depois, testes de DNA indicaram que ela não era a mãe dessa criança também.

Solução do mistério

1

A explicação surgiu só quando um promotor encontrou um artigo no New England Journal of Medicine sobre um caso semelhante envolvendo uma mulher chamada Karen Keegan que aconteceu em Boston. Ele percebeu que o caso de Fairchild também poderia ser causado por uma condição chamada quimerismo.

O quimerismo acontece quando dois óvulos fecundados se fundem antes do quarto dia de gestação, misturando as informações genéticas sem que o indivíduo sofra grandes mutações. Se a fusão entre os óvulos ocorre após o quarto dia, eles produzirão gêmeos siameses. Dentro dos quatro dias de gestação, se os óvulos fecundados forem do mesmo sexo, o indivíduo nascerá perfeito.

Se os óvulos forem de sexos diferentes, o indivíduo nascerá hermafrodita. Nos casos onde os óvulos eram do mesmo sexo, o indivíduo, que não apresentava nenhum tipo de deformidade, a pessoa pode de viver sua vida inteira sem se dar conta de sua característica incomum. Talvez por isso haja tão poucos casos registrados dessa condição.

Final feliz

2

O Ministério Público sugeriu essa possibilidade aos advogados de Fairchild, que providenciaram mais testes. Assim como no caso de Keegan, amostras de DNA foram obtidas de membros da família. O DNA dos filhos de Fairchild coincidiu com o da mãe de Fairchild. Eles também descobriram que, embora o DNA da pele e do cabelo de Fairchild não correspondesse ao de suas crianças, o DNA obtido a partir de um teste de papanicolau era coincidente.

 

Próxima Matéria
Rafael Miranda
Criando forças para segurar o forninho de cada dia. Instagram: @rafaelmiranda17
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+