Notícias

Administradores de páginas de fofoca são presos por suspeita de difamação e extorsão

0

Três administradores de páginas de fofocas foram presos em Goiás, suspeitos de extorsão, associação criminosa, estelionato eletrônico e difamação. Os crimes teriam sido cometidos contra pessoas da cidade de Ceres, a cerca de 178 km da capital.

Segundo informações da Polícia Civil, os suspeitos, naturais de Ceres, compartilhavam informações negativas sobre os moradores da cidade nas redes sociais. Depois, cobravam dinheiro para apagar as publicações. De acordo com a polícia, as denúncias começaram há cerca de quatro meses.

Assim sendo, foram cerca de dez vítimas que procuraram a polícia até o momento, informando que foram cobrados valores entre R$ 200 e R$ 1 mil. Uma adolescente, companheira de uma das suspeitas, também está sendo investigada. No entanto, ela não foi presa.

Páginas de fofoca

Juntando o número de seguidores das três páginas de fofocas, são mais de 56 mil pessoas. Matheus Costa, o delegado responsável pelo caso, já solicitou a derrubada das páginas nas redes sociais à Justiça, em até 24 horas.

Ainda segundo informações da Polícia Civil, o grupo também é suspeito de hackear páginas de bares e restaurantes da cidade e, em seguida, pedir dinheiro para a devolução das contas.

Os três suspeitos estão presos na Casa de Prisão Provisória de Aparecida. Porém, devem ser encaminhados aos presídios de Barro Alto, no caso das mulheres, e Ceres, no caso do homem. Caso sejam condenados, os suspeitos podem pegar mais de 15 anos de reclusão.

Perfis de fofoca se pronunciam

No ano de 2021, dois grandes perfis de fofoca emitiram comunicados após a revelação de um esquema que cobra para falar de artistas na internet. Assim, os perfis Gossip do Dia e Subcelebrities emitiram nota oficial no dia 5 de julho.

“Não faço parte de nada. Tudo isso caracteriza crime. Não sou criminosa. Isso são acusações sérias, sem embasamento algum. Não recebo a cada post colocado aqui. Muitos influenciadores pedem (todos os dias, inclusive) para estarem aqui, mas nem por isso postamos. Eu sempre fiz questão de deixar claro que meu compromisso sempre foi com o público e que isso não seria vendido. Nunca cobramos para qualquer cancelamento. Isso não existe”, diz a nota do Gossip do Dia.

Já os administradores do perfil Subcelebrities afirmaram que “tratam a notícia de forma profissional”. “Estou com minha consciência tranquila em relação a isso. Estão nos acusando de um crime e a partir do momento que isso acontece, a resolução do caso deve ser feita na justiça. O SubCelebrities é hoje uma empresa profissional, tratamos a notícia com responsabilidade e levamos a informação de forma leve e com seriedade. Sempre prezamos por uma comunicação empática, não compactuamos e jamais incentivamos qualquer tipo ataque virtual”.

Fofoca entre família acaba com mulher tentando atropelar ex-cunhada

Uma fofoca pode resultar em nada. Mas, em alguns casos, pode resultar em crimes e até mortes. Uma família esteve envolvida em brigas em Campo Grande, no dia 20 de julho. Por mais que disputas familiares sejam comuns, nesse caso, a situação se tornou mais séria, visto que houve tentativa de atropelamento.

De acordo com a suspeita, uma mulher de 31 anos que tentou atropelar a ex-cunhada de 19 anos, o motivo da briga teria sido que a jovem estava espalhando fofoca para amigos e familiares.

Na noite de quarta-feira, quando a confusão aconteceu, a vítima estava voltando do trabalho. Então, ao descer do ônibus, percebeu que a suspeita estava presente em um carro preto. De acordo com a vítima, a suspeita tentou atropelá-la, mas a jovem conseguiu entrar em casa antes de ser atingida pelo veículo.

Em seguida, a suspeita desceu do carro e começou a chutar o portão da casa da vítima enquanto dizia “Vou arrastar sua cara contra o asfalto”. Também disse que iria causar constrangimento na vítima no ambiente de trabalho, na frente do gerente e dos demais funcionários.

Em depoimento, a suspeita afirmou que soube que a vítima falava mal dela para amigos e familiares. Segundo ela, a situação ocorre há mais de quatro meses e ela já tentou mandar mensagens por redes sociais e ligar para a jovem.

Já a vítima disse que teme que a mulher volte à sua casa. Sendo assim, tanto a suspeita, a vítima e o marido da vítima, que testemunhou a tentativa de atropelamento, foram encaminhados para a delegacia. O caso, registrado como ameaça, está sendo investigado.

Fonte: Metrpoles

Pequenas quantidades de álcool na gestação mudam o rosto do bebê

Artigo anterior

Mini Jacquin faz sucesso na internet com mesversário temático do MasterChef

Próximo artigo