Todos os anos, muitas partes da Califórnia ficam cobertas por fogo. Com isso, nesse verdadeiro inferno de chamas, centenas de pessoas precisam se deslocar para locais seguros. Além do fogo, essa regiões são tomadas por um ar inabitável. Com isso, florestas e grande parte das cidades são destruídas. No entanto, diferente do que estamos acostumados, esse ano traz um novo fenômeno, conhecido como pirocumulonimbus. Mas, afinal, o que é pirocumulonimbus?

Além de escurecer os céus, a fumaça e os incêndios também estão gerando uma série de eventos incomuns. Assim, tornados de fogo e nuvens de tempestade são consequências incomuns que estamos vendo. Mas, o que pode ser a maior nuvem "artificial" de todos os tempos, segundo a NASA, vem assustando especialistas, a gigantesca pirocumulonimbus.

Essa pode ser a maior nuvem gerada pela fumaça de todos os tempos

Publicidade
continue a leitura

Sendo gerada pela fumaça, a nuvem "artificial" conta com mais de 15 quilômetros que se espalharam pelo condado de Fresco. Para se ter uma ideia, ela até mesmo pode ser vista pelo espaço, o que acontece por meio de satélites da NASA, a agência espacial norte-americana. No entanto, não é preciso ir tão longe para notar algo estranho no céu. Isso porque, esse fenômeno também pôde ser observado por passageiros de aviões que cruzavam a região. Em alguns casos, a nuvem gigante chegou a bloquear a visibilidade de muitos satélites sobre partes da Califórnia. Com isso, por um instante, foi praticamente impossível acompanhar a evolução dos incêndios através dos satélites.

Segundo a NASA, esse tipo de nuvem também pode ser chamada de cumulonimbus flammagenitus. Dito isso, de maneira resumida, ela é o resultado de uma fonte natural de calor. Aqui, ela é formada pelos incêndios florestais. Mas, em outras situações, o fenômeno também poderia ser encontrado em decorrência de atividades vulcânicas. "O ar quente que sai do fogo pode levar vapor d'água para a atmosfera e gerar nuvens", afirma a NASA. "Nesse caso, foi criado um cumulonimbo ou nuvem de tempestade", completa a agência espacial norte-americana.

Publicidade
continue a leitura

Existem mais de 100 incêndios em pelo menos 12 estados dos EUA

De acordo com National Interagency Fire Center, este não é o único dado que devemos nos preocupar. Isso porque, além da Califórnia, existem pelo menos 12 estados dos EUA que já acumulam mais de 100 incêndios em níveis preocupantes. Em estados como Califórnia, Washington e Oregon, já são milhares de desabrigados e cidades inteiras destruídas.

Publicidade
continue a leitura

Segundo dados oficiais, já são mais de 3,1 milhões de hectares queimados em um curtíssimo período, o que significa um recorde. "Essa área é do tamanho de mais de dez vezes a cidade de Nova York. É uma loucura. Ainda não entramos na temporada de incêndios de outubro e novembro e já quebramos o recorde de todos os tempos", afirma Richard Cordova, bombeiro-chefe em Nova York.

Entre outros fatores, as principais causas do fenômeno estão ligadas as mudanças climáticas. Mas, para além disso, também podemos citar o aumento populacional em áreas sujeitas a incêndios florestais e crescimento excessivo de plantas como ervas daninhas. Dessa forma, a planta se comporta como um auxiliador na propagação dos incêndios.

Publicado em: 29/09/20 00h15