Curiosidades

Americana dá à a luz a um bebe de seis quilos

0
bebe

Recentemente, a usuária do TikTok, @tawnee117, desafiou às mães que deram à luz a bebês relativamente grandes que compartilhassem suas histórias na web. Em uma tentativa de reivindicar o primeiro lugar, a usuária @shans1588 publicou um vídeo surpreendente. Conforme expôs o registro, seu segundo bebe, quando veio ao mundo, pesava cerca de seis quilos e meio.

Obviamente, o vídeo repercutiu rapidamente. A publicação de @shans1588 teve mais de 28,8 milhões de visualizações. Além do vídeo, @shans1588 compartilhou também uma foto do bebê, apoiado nas mãos de dois médicos.

“Oh, você quer brincar de ver quem já teve o maior bebê?” contestou @shans1588 ao ver o pedido de @tawnee117. “Te peguei”, disse ela. “Com 38 semanas e um dia, tive meu segundo filho, de cesariana, com a ajuda de dois médicos”.

“Meu filho veio ao mundo pesando 6 quilos e meio. Além disso, ele também tinha cerca de 60 centímetros de comprimento”.

“Isso mesmo”, disse @shans1588. “Eu dei à luz a uma criança enorme, mas ele passou 11 dias na UTIN, onde, claramente, ele era o maior bebê”.

“A UTIN não tinha nem fralda e nem roupas disponíveis para o tamanho dele. Os médicos tiveram que pegar as fraldas na pediatria”, pontuou @shans1588.

Desde que foi postado, o vídeo recebeu cerca de 103.000 comentários, dos quais alguns eram, basicamente, piadas. Um dos usuários chegou a dizer, em tom de brincadeira, “sinto muito”. O filho de @shans1588, hoje, tem cinco anos e é extremamente saudável.

“Nosso menino já completou cinco anos. É saudável, mas também é teimoso e, claro, FORTE. Ele adora beisebol, futebol americano e Monster Trucks”, disse @shans1588.

Casos curiosos envolvendo bebês

Um bebê que nasce pesando seis quilos e meio é um caso bastante curioso. Pensando nisso, decidimos buscar histórias interessantes de nascimentos que ocorreram ao longo dos anos. Felizmente achamos – graças ao portal de notícias de uma rede de televisão do Texas, Estados Unidos.

Em uma reportagem mais do que simbólica, o portal KLTV reuniu os casos mais incomuns. O primeiro é sobre Lina Medina, a mãe mais jovem do mundo. Medina, quando tinha cinco anos, que deu à luz um menino. O parto foi cesariana e aconteceu em Lima, Peru, em 1939. O bebê foi criado como se fosse irmão de Medina. A criança só descobriu que Medina era sua mãe quando completou 10 anos.

Outro caso envolvente é o da indiana Satyabhama Mahapatra. Em abril de 2003, Mahapatra, uma professora aposentada, tornou-se a mãe mais velha do mundo. A indiana deu à luz ao seu primeiro filho com 65 anos. De acordo com a reportagem, divulgada pelo portal KLTV, Mahapatra e seu marido, casados ​​há 50 anos, decidiram conceber um bebê por meio de inseminação artificial. O processo só foi possível porque a indiana contou com a ajuda da sobrinha, que doou os óvulos, e de seu marido, que doou o esperma.

Entre uma mãe mais nova e uma mais velha, temos Bobbie McCaughey. A americana deu à luz ao maior número de filhos em um único nascimento. McCaughey trouxe ao mundo um conjunto de septupletos, quatro meninos e três meninas. O parto foi realizado no dia 19 de novembro de 1997, no Hospital Universitário, em Iowa.

Os septupletos, obviamente, foram concebidos por fertilização in vitro. Conforme expôs a reportagem do portal KLTV, os bebês nasceram com 31 semanas. O parto, cesariana, durou cerca de 16 minutos. Os bebês receberam os nomes de Kenneth, Nathaniel, Brandon, Joel, Kelsey, Natalie e Alexis.

E por falar em quantidade, o maior número oficialmente registrado de filhos nascidos de uma mãe é 69. Isso mesmo. A esposa de Feodor Vassilyev (1707-1782), natural de Shuya, Rússia deu à luz a 16 pares de gêmeos, sete pares de trigêmeos e quatro pares de quádruplos. Ao todo, 67 sobreviveram à dura infância da época. Os bebês nasceram entre 1725 e 1765.

Humanos foram predadores do ápice por 2 milhões de anos

Matéria anterior

Site oferece US$ 1.000 para quem assistir a programas de reformas

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.