Dinossauros são um grupo de diversos animais, membros do clado dinosauria. As suposições são de que eles apareceram na Terra, há pelo menos 223 milhões de anos e foram os dominantes do planeta, por mais de 167 milhões de anos, em toda a era dos dinossauros.

Todos temos o conceito de dinossauro bem fixado na cabeça, seja por programas infantis ou pelos filmes de ficção científica, como Jurassic Park. O fascínio por essas criaturas e a vontade de vê-las vivas não diminuiu com o passar do tempo.

A maioria das pessoas associa os dinossauros com animais bem grandes. Há cem milhões de anos, na metade da era mesozóica, nosso planeta era o lar de vários tipos de dinossauros. Sejam eles grandes ou pequenos.

Animal

Publicidade
continue a leitura

Os cientistas acharam um animal chamado Kongonaphon kely, que quer dizer "pequeno matador de insetos", que é do tamanho de uma xícara de café. Mas o seu tamanho não o impediu de fazer grandes coisas.

Esse pequeno matador viveu em Madagascar há cerca de 237 milhões de anos, durante o período triássico. Ele tinha somente 10 centímetros de altura. De acordo com os cientistas, o Kongonaphon kely faziam parte do grupo Ornithodira, que é o último ancestral comum de todos os dinossauros e pterossauros.

"Existe uma percepção geral dos dinossauros como gigantes. Mas este novo animal está muito próximo da divergência de dinossauros e pterossauros, e é surpreendentemente pequeno", ressaltou o paleontólogo Christian Kammerer, do Museu de Ciências Naturais da Carolina do Norte.

A pergunta que todos se fazem é como os dinossauros, sendo tão grandes, evoluíram de um animal tão pequeno? A resposta não é totalmente clara. Até porque, relativamente, poucos espécimes da linhagem raiz de ornithondira foram descobertos e estudados.

Ancestral

Publicidade
continue a leitura

Justamente por isso que os ossos desse pequeno matador são tão importantes. Eles foram encontrados pela primeira vez, em 1998, em um trabalho de campo no sudoeste de Madagascar. Ele estava junto com os restos de centenas de outros espécimes antigos.

"Demorou algum tempo até que pudéssemos focar nesses ossos. Mas quando o fizemos ficou claro que tínhamos algo único. E que merecia uma olhada mais de perto", disse paleontólogo John Flynn, do Museu Americano de História Natural.

Kongonaphon kely é a menor espécie conhecida de uma família de dinossauros dinâmicos chamada Lagerpetidae. Os primeiros exemplos de ornithondira são pequenos. E junto com a descoberta desse matador de insetos os pesquisadores estão chegando à conclusão de que o tamanho pequeno dessas espécimes não é um acidente.

Publicidade
continue a leitura

"Embora dinossauros e gigantismo sejam praticamente sinônimos, uma análise da evolução do tamanho do corpo em dinossauros e outros arquossauros no contexto desse táxon e formas relacionadas demonstra que os membros mais antigos do grupo podem ter sido menores do que se pensava anteriormente. E que um um profundo evento de miniaturização ocorreu perto da base da linhagem de caules de aves", escreveu a equipe.

Importância

A evidência que apoia isso são os pequenos dentes do Kongonaphon kelyque são consistentes com uma dieta de insetos duros. Se os pesquisadores estiverem certos, é possível que esses ancestrais menores dos dinossauros tenham se adaptado para "invadir zonas de recursos não ocupadas anteriormente por arquossauros". E fizeram isso, como uma espécie de vantagem evolutiva.

Com essa diminuição é possível que ele e seus pares de arquossauros começaram a desenvolver outras características. Que se tornariam um pilar para a sobrevivência dos seus descendentes. Os pesquisadores sugerem que podem ter sido coisas como inovações no movimento bípede, origens do cotão para aquecer pequenos corpos e até o início do voo.

Publicado em: 09/07/20 15h51