Curiosidades

As zebras são brancas com listras pretas ou o inverso?

0

Um dos aspectos mais fascinantes do mundo animal é a coloração das zebras. Muitos se perguntam se ela é preta com listra branca ou o inverso. No filme Madagascar, a própria zebra, Marty, faz essa indignação, então, qual seria a sua cor?

Por causa disso, o mamífero originário das savanas nas regiões Sul e Central da África se tornou popular por seu padrão exótico de cores. Também ficou popular por ser um bicho de comportamento calmo, com uma rotina diária de pastagem, além de se alimentar de plantas, gramas, arbustos, folhas e galhos.

Ao todo, existem três espécies. A primeira é a zebra-da-planície (Equus quagga), a mais comum, sendo encontrada na Etiópia, Leste da África, Sul da África do Sul e Angola. Logo após, a zebra-da-montanha (Equus zebra), que tem cor branco-prateada, e que está ameaçada de extinção. Por fim, a zebra-de-grevy (Equus grevyi), que possui orelhas em forma de cone. A última espécie vive nas savanas do Quênia, da Somália e da Etiópia.

Mas o que todas essas espécies têm em comum? De acordo com o biólogo Tim Caro, ecologista comportamental e evolucionário da Universidade da Califórnia, todas elas têm a mesma cor preta. Porém, apenas essa constatação não define a cor do animal, isso porque apesar de ter a pele negra, alguns processos genéticos são o que determina a cor do pelo.

Ao Live Science, Caro afirmou que nas zebras ocorre um processo similar ao dos humanos. Como exemplo, uma pessoa de pele clara pode ter cabelos naturais escuros.

A cor das zebras

Dejavu Design/Free Pik

Muitas pessoas acreditam que as zebras são brancas com listras pretas, já que elas possuem mais pelos claros do que escuros, além da parte da barriga ser normalmente branca. Porém, descobertas embriológicas demonstram que as zebras são animais pretos, enquanto as listras são determinadas geneticamente. Isso porque os folículos que originam os pelos são repletos de células melanocíticas, que produzem a melanina.

Vale lembrar que a melanina é o que determina a cor da pele, do pelo e do cabelo em mamíferos. Assim, quanto mais melanina, mais escuros ficam os pelos, e quando está em menor quantidade, ficam mais claros.

Com essa explicação, entende-se que os pelos preto das zebras estão repletos de melanina. Já os pelos brancos são devido à baixa quantidade, ou ausência total, de melanina. Isso acontece devido aos folículos que compõem as listras brancas terem melanócitos “inativadas”, por isso não produzem nenhum pigmento.

Conforme Caro, apesar da produção de melanina a partir dos melanócitos ser “inativada” no desenvolvimento de um pelo branco, isso não ocorre no de um preto. Por isso, as zebras são pretas. As regiões brancas são devido à sua genética, que inativa a produção de melanina nesses folículos.

Outras teorias sobre a coloração

Hype Science

A discussão sobre a cor das zebras é muito antiga. Para alguns cientistas existem motivos específicos para essa condição genética. Uma das teorias mais populares é de que esse animal usa as linhas para confundir predadores. Um exemplo é que os leões teriam dificuldade em identificar qual zebra perseguir no meio de um bando todo listrado.

Já a segunda teoria é de que as listras auxiliaram a regular a temperatura corporal. Isso porque a parte branca do corpo seria melhor para refletir a luz solar enquanto a preta para aquecer o corpo do animal.

Outro estudo demonstra que o padrão de cor das zebras é útil para afastar insetos. A informação é baseada em pesquisas que mostram que as listras atrapalham os mosquitos na hora de pousar.

Fonte: Canal Tech

Porca pintora vende quadro por R$ 150 mil

Matéria anterior

Apple atinge US$ 3 trilhões em valor de mercado

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos