O Facebook é uma das maiores redes sociais e foi fundada por Mark Zuckerberg e seus colegas de faculdade. Agora a conta do próprio fundador da rede social foi alvo de ameças. Um hacker taiwanês disse que iria apagar a conta do dono da rede social e que transmitiria seu hackeamento neste domingo, dia 30.

Chang-Chi-yuan se autodenomina um caçador de recompensas online e busca falhas em programas em troca de dinheiro. O hacker disse que a transmissão aconteceria às 7 horas no horário de Brasília em sua página do Facebook. Isso foi o que ele disse sem esmiuçar mais detalhes.

Publicidade
continue a leitura

Ele já foi citado como colaborador especial da empresa de tecnologia japonesa Line Corp. Ele já realizou outros hacks como um em uma empresa de ônibus em que ele alterou os valores das tarifas.

Publicidade
continue a leitura

Se o taiwanês conseguisse realizar o que prometeu, não seria a primeira vez que o Facebook teria sido hackeado. Em 2011, um hacker conseguiu invadir a rede e escreveu "deixe o hacking começar". Em abril o próprio Facebook excluiu algumas mensagens de seu fundador com o medo de serem hackeados.

Publicidade
continue a leitura

Ao que parece, o hacker desistiu de hackear o perfil de Zuckerberg, tendo reportado isso há algumas horas. Segundo o Bloomberg, ele já notificou o Facebook sobre o problema e pretende enviar uma prova da falha que encontrou no sistema da rede, assim que for pago.

Publicado em: 28/09/18 15h33