Uma caneca que estava em exibição no Museu de Auschwitz, guardou um segredo durante mais de 70 anos. O objeto é um dos milhares que estão a mostra no local onde se encontrava o mais infame campo de concentração durante a Segunda Guerra Mundial, na Polônia.

Isso provavelmente foi um truque para enganar nazistas e evitar que eles levassem os pertences dos prisioneiros do campo de concentração. Alguns testes feitos nas joias revelaram ouro 583, que foi usado na Polônia, entre 1921 e 1931. O museu possui mais de 12 mil peças no coleção, que inclui copos, potes, tigelas, chaleiras, louça e algumas jarras.

As joias foram encontradas durante o trabalho de manutenção da coleção de utensílios domésticos do museu. A ação do tempo desgastou o fundo falso, revelando o tesouro escondido. Abaixo, havia um colar enrolado em um círculo e envolto em lona, ??e um anel com algumas pedras restantes no cenário. Como se sabe, alguns judeus usavam as mais diferentes formas de esconder seus pertences de valor dos nazistas. Algumas famílias chegavam até a engolir, pequenas joias, junto com pedaços de pão.

Publicidade
continue a leitura

"Estava muito bem escondido, no entanto, devido à passagem do tempo, os materiais sofreram degradação gradual, e o segundo fundo se separou da caneca", disse Hanna Kubik, das Coleções Memorial, no comunicado do museu.

Tesouro

Publicidade
continue a leitura

De acordo com especialistas, o colar e o anel de ouro que foram encontrados serão registrados e guardados em segurança, já que é quase impossível encontrar seus verdadeiros donos, pois não existem pistas nos objetos que ajudem a identifica-los.

"As joias encontradas na caneca serão armazenadas nas Coleções do Museu na forma refletindo a maneira como elas foram escondidas pelo proprietário. Tudo como um testemunho do destino dos judeus deportados para o campo de concentração e extermínio nazista alemão", relata o museu.

Publicidade
continue a leitura

E aí, o que acharam da matéria? Comenta aí e não se esqueça de compartilhar com os amigos, lembrando que seu feedback é sempre muito importante.

Publicado em: 25/05/18 18h14