Curiosidades

Casal se acorrenta por três meses para testar o amor que existe entre ambos

0

Um jovem casal ucraniano decidiu colocar o relacionamento à prova, entrelaçando as mãos em uma grossa corrente de ferro – por um período de três meses. A decisão de Alexander e Viktoria veio no Dia dos Namorados, 14 de fevereiro. À data, ambos viajaram para Kiev, onde acorrentaram as mãos diante de um representante do registro nacional de registros da Ucrânia.

Em suma, o objetivo do casal é estar literalmente lado a lado em todos os momentos. Isso inclui dormir, tomar banho e, obviamente, ir ao banheiro juntos. “Com isso, queremos bater um recorde”, disse Alexander à mídia ucraniana. “Há uma corrente que nos mantêm unidos e todos os elos foram soldados. O link final da corrente está fechado com o selo do registro nacional de registros”.

Casal acorrentado

O jovem casal revelou aos meios de comunicação da Ucrânia que está confiante e que pode, tranquilamente, passar os três meses acorrentados em paz. Em contrapartida, “caso mudem de ideia e queiram romper com a decisão, os ucranianos precisam de alguém que tenha uma ferramenta especial para cortar a corrente”, disse Vitaly Zorin, de Registro nacional de registros da Ucrânia.

Para o profissional, tanto Alexander quanto Viktoria estavam perfeitamente cientes em relação ao experimento romântico. O ato de acorrentar as mãos foi realizado na presença de Zorin e de um soldador, em frente à Estátua da Unidade, em Kiev. O local, desde então, tornou-se um símbolo de comprometimento do casal.

Para demonstrar se o experimento dará certo ou não, os ucranianos, ao longo dos três meses que estiverem acorrentados, irão documentar nas redes sociais todo o processo. O primeiro desafio que o casal enfrentou assim que entrelaçaram as mãos à corrente ocorreu logo depois de selarem o objeto, quando ambos estavam retornando a casa e Viktoria sentiu uma súbita necessidade de utilizar o banheiro.

Até o fechamento desta matéria, o casal já publicou diversas fotos e vídeos registrando algumas tarefas cotidianas, as quais estão se revelando desafiadoras diante da atual situação. De acordo com os registros, ambos têm que se planejar diariamente para revezar e, assim, executar as ações que julgam primordiais.

Embora o casal esteja confiante, muitos usuários das redes sociais não acreditam que os ucranianos sejam capazes de durar três meses acorrentados um ao outro.

Dia dos namorados

Loucuras e mais loucuras são feitas para provar que o amor existe. O casal ucraniano, que tratamos aqui, não é o único a buscar uma maneira distinta de se dizer eu te amo. De acordo com o portal Zankyou, em junho de 2019, um noivo mandou 30 buquês de flores – todos diferentes – para sua amada durante os 30 dias que antecediam o casamento do casal. A ideia é boa? É. É romântica? Também. Mas, sinto muito dizer, é tão exagerada quanto a atitude dos ucranianos.

Ainda em 2019, uma garota de 17 anos, sem carteira de habilitação, pegou o carro dos pais escondido e dirigiu cerca de 100 km de madrugada só para ver o seu amor. É linda a atitute? É. No entanto, é também irracional – e um pouco imprudente. Afinal, sem carteira de habilitação não dá, né?

Para finalizar as melhores – e mais insanas – maneiras de colocar o amor à prova, colocamos à mesa o caso do russo Alexey Bykov, que decidiu contratar uma produtora especialistas em efeitos especiais para forjar um acidente de carro no qual ele acabava morto para, simplesmente, pedir a namorada em casamento. Valha-me Deus.

Essas baratas começaram a se comer depois do sexo

Matéria anterior

7 ex-BBBs que não ganharam o prêmio, mas sim o coração do público

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.