CuriosidadesMundo Animal

Essas baratas começaram a se comer depois do sexo

0

As baratas estão na lista dos animais que você provavelmente não vai querer ver andando na sua cozinha ou nas paredes do seu quarto. Além de medonha, as baratas possuem um mal cheiro e podem ser extremamente nojentas, visto que vivem em esgotos e fossas. E também as baratas podem morar também dentro de suas casas.

Existem diversas coisas chocantes e nojentas a respeito desses animais. Por exemplo, as baratas da madeira machos e fêmeas são um dos poucos casais de insetos suspeitos de acasalar para o resto da vida. O segredo para isso é um canibalismo mútuo.

Depois do coito, as baratas de acasalamento, Salganea taiwanensis, foram filmadas comendo as asas umas das outras por dias se revezando para comer e serem comidas. E mais de 99% dos pais das baratas parecem ter tocos mastigados como asas. Isso sugere que essa seja uma prática comum.

Baratas

Os pesquisadores coletaram espécimes selvagens nas florestas do Japão e filmaram 24 pares desses insetos ao longo de três dias. Eles fizeram isso para descobrir o que esses animais fazem e o motivo.

Na maior parte do tempo, depois do acasalamento, a barata que é comida parece totalmente imóvel no vídeo. Em pouco mais de um terço das vezes, o receptor “balançava violentamente o corpo para a esquerda e para direita”. Esse comportamento, às vezes, fazia o parceiro parar. Em metade dos casais, esse comportamento continuou até que as quatro asas tivessem desaparecido.

Para os insetos, o canibalismo sexual não é tão estranho. No entanto, ele envolve a fêmea consumindo o macho de uma forma que é fatal. O contrário é uma coisa rara e a alimentação recíproca é totalmente única.

Se esse tipo de canibalismo mútuo realmente existe na natureza. Ela sugere que a verdadeira monogamia é possível, por mais que tenha sido muito raro. Nenhuma relação desse tipo foi observada na natureza.

Esses resultados do estudo aconteceram em um laboratório e não na natureza. Contudo, os autores dizem que se não houvesse algum benefício para ambas as baratas seria uma verdadeira confusão.

Comportamento

O comportamento, na verdade, tem mais a ver com a higiene do que com comida. Até porque as asas das baratas não são feitas de carne real. E provavelmente, mastigar esses apêndices não dá muito valor nutricional para o outro animal.

Por conta disso, os autores sugerem que esse tipo de barata pratica o canibalismo mútuo para aumentar a sobrevivência do seu parceiro. Com isso eles podem criar filhotes por anos sem ter que se preocuparem com a traição.

Depois de saírem do seu lugar de nascimento e encontrar um companheiro, as baratas comedoras de madeira alimentam e protegem seus filhotes dentro de um tronco apodrecido. Eles criam juntos os filhotes e compartilham essa criação.

Nesses lugares tão apertados, as asas, provavelmente, não são tão úteis. Além disso, elas podem deixar os insetos vulneráveis a ácaros, infecções e às tentações de outras baratas.

Então, tirar as asas um do outro pode ser um ato de amor para essas baratas em específico. Até porque isso garante a sobrevivência do parceiro, a fidelidade e a capacidade de ajudar a criar os filhotes pelo resto da vida.

Artista cria gigantes formas na neve usando os pés

Matéria anterior

Casal se acorrenta por três meses para testar o amor que existe entre ambos

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.