Curiosidades

Chinesa de 16 anos realiza 100 procedimentos estéticos em apenas 3 anos

0

Zhou Chuna, uma jovem de 16 anos da China, ganhou as principais manchetes dos meios de comunicação do país por ter realizado, em menos de três anos, mais de 100 cirurgias plásticas. Chuna, por conta disso, acabou se tornando uma influencer de peso nas redes sociais. Em seu perfil na plataforma Sina Weibo, a chinesa possui cerca de 300.000 seguidores. Sua carreira como influencer consolidou-se com base em suas publicações, as quais retratam os procedimentos já feitos, suas recuperações e, claro, sua extrema transformação – que, de uma garota de aparência normal, passou a ser comparada a uma boneca.

Obviamente, Chuna não é a única menina do mundo a recorrer a cirurgia plástica para melhorar a aparência, no entanto, seu caso é considerado único no país devido ao grande número de procedimentos realizados em curto espaço de tempo. Além disso, não são somente as cirurgias – e tampouco a aparência – que fazem o caso da jovem merecer destaque. Suas declarações em suas publicações nas redes sociais também despertam a atenção. Em uma, particularmente, a chinesa diz ter experimentado efeitos colaterais graves por ser viciada em cirurgia plástica, como, por exemplo, a perda de memória e cicatrizes permanentes. Mesmo revelando tais pontos negativos, a jovem sempre ressalta que essas experiências valeram e seguem valendo a pena.

A chinesa nas redes sociais

No início, antes de realizar as cirurgias, Chuna sempre dizia aos seus seguidores que costumava se sentir muito feia, pois tinha os olhos extremamente pequenos e o nariz grande. Em alguns de seus antigos posts, a chinesa até chegou a retratar como sofria bullying por causa da sua peculiar aparência. Nas publicações deste mesmo teor, Chuna Chuna revelou também como era intitulada por apelidos humilhantes e como era, constantemente, o personagem principal de piadas cruéis. “Foi exatamente nessa época de minha vida que decidi mudar minha aparêcia”.

Quando completou 13 anos, a influencer começou a importunar seus pais para pagarem uma cirurgia de pálpebra dupla, um procedimento cirúrgico altamente popular entre as mulheres asiáticas. Os pais, de antemão, mas a jovem, ao manter o pedido insistentemente, conseguiu convencê-los. “A atitude de todos que viviam ao meu lado mudou logo depois que fiz a cirurgia. Em suma, todos se tornaram mais amigáveis e foi aí que eu provei os frutos do procedimento”.

Após remodelar as pálpebras, a chinesa não demorou muito para realizar os outros procedimentos estéticos, tanto que nos últimos 3 anos Chuna realizou cerca de 100 operações diferentes, que vão desde preenchimentos simples até rinoplastia, implantes de mama e lipoaspiração. A influencer só não realizou mais porque chegou a pandemia, ocasionada pelo novo coronavírus. Mesmo assim, durante o período crítico que aflige – e ainda atinge – o mundo, Chuna realizou 20 cirurgias.

Gastos

De acordo com os portais de notícias da China, a jovem gastou mais de 4 milhões de yuans (US$ 620 mil) com procedimentos estéticos. A maior parte do dinheiro veio de seus pais, que possuem uma empresa lucrativa. Para convencê-los, a influencer, basicamente, usufruiu de ameaças, as quais uma delas envolvia deixar os estudos. Os procedimentos foram todos realizados por especialistas, e não em clínicas credenciadas, que, muitas vezes, oferecem serviços mais baratos e de pouca qualidade.

“Acho que nunca estarei satisfeita com minha aparência. Sempre acho que vou ficar mais bonita se faço mais uma cirurgia plástica. Alguém até me perguntou uma vez se eu, em algum momento, me arrependi. O único arrependimento que carrego é de não ter começado antes”.

Pitoresco vilarejo no Japão transforma campos de arroz em obras de arte

Matéria anterior

10 animações para adultos que você tem que assistir algum dia

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar