Chineses entram em PÂNICO com escadas rolantes. Saiba como parar uma em caso de emergência

POR A redação    EM Lugares & Construções      31/07/15 às 08h49

Os frequentadores de shoppings na China estão em alerta máximo após um acidente envolvendo uma escada rolante. A morte de uma mãe de 30 anos de idade, provocou grande comoção e aumentou a preocupação com a segurança em todo o país.

Para quem não soube da história, Xiang Liujuan, foi morta quando a placa que protege as engrenagens de uma escada rolante desabou debaixo dela. A mulher fazia compras com o filho de dois anos de idade, na província de Hubei.

Antes de ser arrastada para dentro da máquina, no entanto, a mãe heróica foi capaz de salvar seu filho. A equipe de funcionários do shopping Jingzhou sabia que os parafusos da placa de metal estavam soltas cinco minutos antes do incidente.

O vídeo a seguir apresenta imagens do acidente trágico de  Xiang Liujuan. As imagens são fortes.

A imprensa chinesa publicou recentemente uma série de imagens e vídeos mostrando as táticas que algumas pessoas têm empregado para evitar a placa de metal que sela as engrenagens da escada.

6 7 8

Como evitar uma tragédia?

5

Com a tragédia que aconteceu nos últimos dias, é necessário ficar alerta. Nas escadas rolantes, assim como em outros dispositivos, existe um dispositivo de segurança usado para desligar a máquina numa situação de emergência em que ela não poderia ser desligado da maneira usual.

Ao contrário de um interruptor que desliga todos os sistemas de uma forma ordenada, o dispositivo é projetado e configurado para desligar o mais rápido possível a máquina, mesmo se este equipamento sofra danos. Os fabricantes incluem esses interruptores justamente para prevenir lesão ou morte do utilizador.

Para parar a máquina em caso de emergência, é necessário apertar um botão vermelho que fica na base da escada rolante.

A redação
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+