Curiosidades

Cientistas criam laser com inteligência artificial para matar baratas

0

Diversas coisas são capazes de despertar o nosso medo e causar um tremendo pânico. As baratas estão na lista dos animais que as pessoas provavelmente não vão querer ver andando na cozinha ou nas paredes do quarto. Além de medonha, as baratas possuem um mal cheiro e podem ser extremamente nojentas, visto que vivem em esgotos e fossas.

Uma coisa que choca muitas pessoas é o fato de que as baratas podem morar também dentro de suas casas. Sempre que encontramos esse inseto dentro de casa, o instinto natural é matá-lo. Mas nem sempre a empreitada é bem sucedida.

No entanto, esse problema parece estar com os dias contados. Isso porque pesquisadores da Universidade Heriot-Watt, no Reino Unido, criaram uma máquina que usa laser e inteligência artificial para matar baratas. Essa máquina foi criada por Ildar Rakhmatulin e outros cientistas. Ela pode detectar o inseto com uma precisão muito alta a uma distância de até 1,2 metro.

Máquina

Os cientistas estão preparando essa máquina desde o ano passado e agora, em setembro, o estudo sobre ela foi publicado na revista científica internacional “Oriental Insects”.

Essa criação é equipada com duas câmeras, que enviam sinal para um computador que então processa a posição onde a barata está. Depois disso feito, a máquina emite um laser que, com o seu calor, consegue matar o inseto.

Os pesquisadores também fizeram teste com o laser em uma baixa intensidade. Com isso eles descobriram que, nessa configuração, a barata consegue voar e mudar sua direção. E quando eles aumentaram o nível do laser, o inseto foi morto.

“O sistema de laser é um método seletivo e ecológico de controle de pragas. É extremamente promissor”, defendeu Rakhmatulin.

De acordo com o cientista, além das baratas, a máquina que eles criaram também pode ser usada para exterminar outros insetos. Entretanto, para a infelicidade daqueles que odeiam insetos, quando essa máquina for produzida em larga escala, seu uso doméstico não será recomendado.

Não é adequado para uso doméstico. O laser usado causará cegueira ou danos graves aos olhos”, concluiu Rakhmatulin.

Baratas

Pest control tecnology

As baratas não são só assustadoras e nojentas. Existem diversas coisas chocantes a respeito desses animais. Como exemplo disso, as baratas são capazes de sobreviver a grandes quantidades de radiação e até mesmo sobreviver sem sua cabeça por vários dias. Segundo estudos, as baratas já existem há mais de 320 milhões de anos. Hoje em dia, mais de 4 mil espécies estão espalhadas pelos quatro cantos do nosso planeta.

Elas podem até parecer imortais, mas não são. Ainda mais com novas tecnologias sendo inventadas para exterminá-las, como essa máquina com laser. No entanto, um fato curioso que a maioria das pessoas já deve ter notado é que as baratas, geralmente, morrem de barriga para cima. Por que será que isso acontece?

Claro que não são todas que morrem dessa forma. Geralmente, isso acontece quando o inseto está andando em uma parede ou em algum outro lugar vertical e é borrifado com veneno. Como resultado, as baratas caem para trás e ficam mortas de barriga para cima.

Isso acontece porque, quando elas entram em contato com os inseticidas, o envenenamento dele acaba provocando espasmos. Por sua vez, ele faz com que as baratas tombem e esperneiem até morrer sem ter forças ou coordenação para se virarem para baixo.

“Isso acontece porque, assim como a maioria dos insetos, as baratas não tem músculos nas patas, e sua respiração é involuntária. Suas patas funcionam por um mecanismo diretamente ligado às entradas de ar dos insetos, nas laterais do corpo. Ao jogarmos veneno, ou outros gases, como desodorante, todos os músculos da cucaracha se contraem. Isso faz com que as patas se transformem literalmente em “molas” para empurrá-la e assim, tombá-la de costas”, explicou Renan Carrenho, biólogo e doutorando pelo Museu de Zoologia da USP.

Em comparação, se as baratas morressem em condições normais, elas apoiariam as asas no chão e dariam um impulso para se virarem de novo. Contudo, o efeito do veneno atua sobre o seu sistema nervoso. Como resultado, ele diminui a força e a coordenação.

Justamente por isso que as barata ficam de pernas para cima quando morrem por conta do veneno. Se uma barata estiver andando no chão e se borrifar veneno em cima dela, ela irá morrer na posição em que se encontra. Ou seja, com suas asas para cima. Independente de como as baratas irão morrer, uma coisa que quase todas as pessoas concordam é que elas não podem ficar vivas, ainda mais se estiverem dividindo o mesmo ambiente que as pessoas.

“Logo, esse fenômeno corriqueiro é basicamente fruto da ação gravitacional sobre a parte mais pesada do corpo da barata em conjunto com a perda de controle motor ou falta de recursos no ambiente para virar o corpo”, concluiu o biólogo.

Fonte: G1,  Isto é dinheiro

Imagens: G1, Pest control tecnology, Metro

Telespectadores tranformam Jeffrey Dahmer em símbolo sexual após série da Netflix

Previous article

Decisão de tribunal obrigou mulher a devolver nudes para ex-marido

Next article

Comments

Comments are closed.