• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Como sobreviver a um tsunami, segundo a ciência

POR Leticia Rocha    EM Curiosidades      21/02/19 às 17h17

Os tsunamis são devastadores! Mas espere aí, você sempre os confunde com outros fenômenos naturais? Calma, nós explicamos o que é de fato um tsunami. Os tsunamis são ondas gigantescas causadas pela movimentação das placas tectônicas ou por conta de erupções vulcânicas. Os tsunamis são tão fortes que têm a capacidade de destruir toda uma cidade. E claro, deixar inúmeras vítimas.

As ondas são tão fortes que arrastam tudo que está pela frente. O poder de destruição é muito grande, tanto que as chances de sobreviver são pequenas. Imagine só estar sentado na beira da praia, curtindo a brisa, o sol e de repente a água, começa a sumir. Se isso acontecer, não pense, apenas corra para o local mais alto que conseguir pois esse é um dos principais indícios de um tsunami.

O oceano Índico é um dos territórios em que a atividade tectônica é mais volátil. Cerca de 90% dos terremotos do mundo ocorrem no local.

Felizmente, de acordo com a ciência, não é impossível sobreviver a tamanho desastre natural. Existem algumas coisas que você pode fazer caso esteja próximo de um tsunami.

Esteja atento aos sinais

Como dissemos, os tsunamis são causados pelo movimento das placas tectônicas. Então, na maioria dos casos, antes de um tsunami, ocorre um terremoto. Caso você esteja próximo da costa, primeiro se proteja do tremor, mas assim que a situação se regularizar, vá para o local mais alto possível.

Longe da praia

Pouco antes de um tsunami ocorrer, a água da costa recua, deixando o fundo do mar visível. Concordamos que é algo curioso e inusitado, mas nem pense em ir conferir com os próprios olhos! As ondas começam no mar e indo à praia você estará completamente exposto ao perigo.

Vá para o alto

As ondas de um tsunami podem ter mais de 30 metros de altura e até 100 quilômetros de comprimento! Por isso é importante não apenas ir para longe, mas também para o alto. Se houver um prédio feito com concreto resistente, suba e vá para o telhado. Se não houver nenhum ponto alto próximo, apenas corra para o mais distante possível.

Agarre algo firme

Se você não conseguir chegar a um ponto alto e já não consegue ir para muito longe, agarre-se a algo firme. Em 2004, após um tsunami no Oceano Índico, uma mulher foi resgatada depois de 5 dias, ela estava agarrada a uma palmeira. Firme-se em algo grande e de preferência firme e fixo.

Sem pressa

Um tsunami não se resume a uma onda apenas, na verdade, a primeira onda pode nem ser a mais forte. São uma série de ondas que podem chegar a qualquer momento, entre 5 minutos e uma hora de intervalo. Por isso, se estiver em um local alto e seguro ou se segurando em algum lugar, não saia até que as autoridades o resgatem.

E você, já tinha pensando em como fugiria de um desastre natural tão grande? Nos conte aqui nos comentários qual seria o seu plano de fuga. Aproveite e compartilha com os amigos que têm pavor de água, vai ser muito útil caso um desastre desse tipo aconteça.




Matérias selecionadas especialmente para você

Leticia Rocha
Jornalista e aprendiz de Dani Noce. No insta é ticia_rochaa
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+