• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Conheça o desafio doentio que deixou um jovem tetraplégico na Austrália

POR Natália Pereira    EM Entretenimento      14/03/18 às 14h54

Desafios mortais tem circulado pela internet de todo o mundo. Os jovens, principalmente, tem se disposto a arriscar suas vidas, algumas vezes de forma inconsciente, apenas para cumprirem algum desafio proposto nas redes sociais. Você deve se lembrar de alguns jogos que acabaram causando a morte daqueles que resolveram participar. Alguns dos mais conhecidos em nosso país foi o Jogo da asfixia e a famosa Baleia azul.

Casos como esses acabaram chocando as pessoas e, além disso, infelizmente eles não pararam por aí. Muitos outros acabaram surgindo com o passar do tempo e continuam até hoje. O maior problema é que, assim que fazem o desafio, a maioria não imagina que aquilo irá causar a sua morte. Já que muitos deles parecem "inofensivos". Quando esse não é o caso, ainda sim, isso pode trazer enormes consequências para a pessoa, físicas ou mentais, e foi isso o que aconteceu com esse jovem.

O desafio

Alguns desafios completamente absurdos são propostos constantemente e, por incrível que pareça, muitos acabam aceitando e cumprindo o que foi proposto. Mas, dessa vez, apesar de não ter causado a morte do jovem, esse desafio culminou em algo ainda pior. Sam Ballard, um jovem de 19 anos, era um jogador de rugby e estava em uma festa quando seus amigos tiveram a ideia de que comece uma lesma de jardim. O garoto aceitou o desafio nojento e acabou sendo infectado.

Causador do problema

A lesma ingerida pelo garoto continha um parasita comumente encontrado em roedores. O Angiostrongylus cantonensis, nome do parasita, se desenvolve em roedores mas pode acabar se dissipando entre lesmas, caracóis, rãs, camarões e caranguejos. Isso acontece porque as lesmas, por exemplo, acabam ingerindo as fezes dos ratos e contraindo o parasita.

Consequências do desafio

Depois que o jovem australiano, Sam Ballard, ingeriu a lesma, o parasita presente nela fez com que ele desenvolvesse Meningite eosinofílica. Ele ficou em coma durante 420 dias e, assim que acordou, ficou tetraplégico. Tudo aconteceu em 2010 e, mesmo depois de 8 anos, ele ainda se encontra debilitado, precisando de atenção constante, e um tubo de alimentação. Os cuidados com o garoto exigem muito tempo e dinheiro, o que tem sido um problema para sua família.

As consequências desse simples e "inofensivo" ato com certeza devem ter te deixado perturbado. Ele provavelmente nunca imaginou que uma lesma poderia deixá-lo em coma e posteriormente tetraplégico. O caso chocante tem ganhado destaque e serve, mais uma vez, de alerta para os jovens. Desafios como esses não devem continuar. Espalhe essa história para que mais pessoas se conscientizem sobre ela!

Próxima Matéria
Via   The Sun     IFL Science!  
Imagens The Sun
Natália Pereira
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento têm como único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+