Entretenimento

Conheça o garoto-propaganda da Bombril que está no Livro dos Recordes

0

A publicidade sempre esteve presente na vida das pessoas desde décadas atrás. E claro que várias delas marcaram épocas não apenas por seu conteúdo, mas também por seus garotos-propagandas. Esse é o caso da Bombril, uma das empresas de produtos de limpeza mais conhecidas do país.

Nos anos 1990, a marca não saía da boca das pessoas por conta das suas propagandas. Agora, recentemente, ela voltou ao foco por conta do empréstimo de 30 milhões de reais que precisou fazer para pagar dívidas e continuar aberta.

Ao longo de três décadas, além de ser um item quase indispensável na hora da faxina da casa, a Bombril estava presente na vida das pessoas por conta do seu garoto-propaganda, Carlos Moreno, atualmente com 68 anos.

Muita gente pode se lembrar de Carlos, mas existem fatos sobre esse garoto-propaganda que nem todos conhecem. Mostramos alguns deles aqui.

Garoto-propaganda

1 – Muitos podem não saber, mas Carlos entrou para o Livro dos Recordes por conta da campanha publicitária com mais tempo no ar na história do mundo. Ao todo, ele ficou 35 anos como garoto-propaganda da Bombril.

2 – Ele é parente do humorista Paulo Vieira, que atualmente faz parte do elenco da Rede Globo. “Eu sou primo do Carlos Moreno. Sim, minha família nasceu para dominar a publicidade nacional. Ps: nunca conheci, mas falei dele minha infância toda. Era o único famoso da família”, contou Paulo em seu Twitter.

3 – Além de garoto-propaganda, Carlos também é ator e já atuou em “Rá-Tim-Bum” da TV Cultura vivendo o personagem Euclides, que tinha uma cobra de estimação.

4 – O primeiro contrato dele com a Bombril foi em 1978 e foi temporário. Ele foi feito com a duração de quatro vídeos. Contudo, por conta de todo o sucesso feito, o contrato foi sendo renovado até 2004. Nessa época, Carlos já tinha feito 337 comerciais. Ele voltou em 2006 para a empresa e ficou até 2011. Depois ficou de 2012 a 2013, voltou novamente em 2015 e em 2019.

5-  Em 2007, uma propaganda da Bombril foi gravada por Carlos junto com Pelé. “Na época em que eu fazia a [propaganda da Bombril, eu estava sempre sozinho como ator e a equipe era muito enxuta. Havia pouquíssimas pessoas no estúdio. No dia em que o Pelé foi, parecia uma final no Maracanã! Estava lotado de gente!”, contou.

6 – Segundo Washington Olivetto, criador da propaganda, foi Pelé quem pediu um autógrafo de Carlos. Contudo, Carlos disse que não se lembra disso. “Pode ser verdade, eu não sei. Se ele me pediu, claro que dei o autógrafo”, disse ele.

7 – Carlos também fez parte do elenco de “A Morte e a Donzela”, filme de Roman Polanski e protagonizado por Sigourney Weaver e Ben Kingsley.

8 – Em 2014, o ator produziu um musical que faz homenagem a grandes nomes da música, como Benedito Lacerda, Billy Blanco, Dorival Caymmi, Carlos Gardel e Edith Piaf.

9 – Em 2021, ele se tornou o garoto-propaganda da universidade FAEL.

10 – Atualmente Carlos continua trabalhando como ator.

Quem é

Aventuras na história

Carlos era um garoto-propaganda bem conhecido pelas pessoas. Mas existiu um que mesmo conhecido, ninguém sabia quem era. No caso, o garoto-propaganda dos cigarros de chocolate.

O anúncio tinha um plano de fundo vermelho, e o garoto, em paleta cinza, tinha entre seu indicador e dedo médio o que parecia ser um cigarro. O menino estava sorrindo na propaganda. Esse foi o anúncio escolhido pela fábrica de chocolates Pan para eternizar as embalagens dos seus “cigarrinhos de chocolate”.

Na década de 1990, por conta de questões relacionadas com a controvérsia em associar uma criança com o tabagismo, a empresa teve que repaginar o seu produto. Eles mantiveram a forma original dos chocolates, mas mudaram seu nome para “rolinhos de chocolate”.

Mesmo assim, o garoto ainda continuou estampando as embalagens, mas com uma montagem em que sua mão que segurava o cigarro entre os dedos foi trocada por uma mão fazendo o sinal de joia, ou seja, com o polegar para cima.

O curioso é que o menino não tem crédito na embalagem e fez apenas esses trabalho como modelo. Por conta disso, por anos o garoto-propaganda ficou desconhecido, mesmo estando presente em outros veículos de mídia quando adulto.

O garoto dos “cigarrinhos de chocolate” era Paulo Pompeia. Mais tarde, ele se tornou ator, diretor e até comandou o Sated-SP, o Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos e Diversões. Na época em que ele fez o trabalho para os chocolates, ele tinha nove anos e chegou a dizer em entrevistas que o cachê que recebeu não foi alto, mesmo ele sendo o garoto-propaganda do produto por décadas.

Já adulto, Paulo fez parte do elenco de novelas de várias emissoras, inclusive da Globo. Na emissora, o garoto-propaganda trabalhou na novela “Malhação” e em “Perigosas Peruas”. Mas ele chamou atenção por ter protagonizado vários episódios do “Telecurso 2000”.

Infelizmente, no dia 30 de julho de 2021, Paulo faleceu aos 72 anos, em São Paulo. E a versão mais recente dos rolinhos teve uma ilustração em referência ao garoto.

Fonte: UOL, Aventuras na história

Imagens: YouTube, Aventuras na história

Outro estudo alerta que a humanidade caminha para os 3 graus de aquecimento

Artigo anterior

Esses fetiches não tão comuns podem chocar muita gente

Próximo artigo