Entretenimento

Crocodilos são atraídos pelo choro de bebês primatas

0

Dentre os répteis, os crocodilos com certeza estão entre os mais temidos. Até porque, esses animais podem chegar a vários metros de comprimento e podem atacar e matar um ser humano facilmente. Mesmo assim, eles também são animais bastante fascinantes. Tanto é que são sempre um objeto de vários estudos.

Um exemplo disso foi esse novo estudo publicado na “Proceedings of the Royal Society B: Biological Science”, que revelou que os crocodilos do Nilo respondem ao som do choro de bebês tanto humanos como de outros primatas.

Nos humanos e em várias outras espécies parece que os pais têm um sexto sentido para saber se seus bebês estão ou não chorando. E esse choro dos bebês, sejam eles humanos, de chimpanzés ou bonobos é tão convincente que outras espécies também o reconhece e tem uma resposta a ele, inclusive os crocodilos do Nilo.

Atraídos pelo choro

Socientifica

Contudo, para os crocodilos, o choro do bebê primata pode soar menos como um pedido de ajuda e mais como um sinal para uma refeição fácil. Através de gravações de choros dos bebês dessas espécies, os pesquisadores descobriram que os crocodilos do Nilo não somente prestavam atenção, mas também reagiam ao ouvir o choro.

Ao tocar o choro, os pesquisadores viram que alguns crocodilos chegavam perto do auto falante pela superfície para investigar o que era e paravam a alguns centímetros de distância do dispositivo, enquanto outros iam por baixo da água e tentavam morder o dispositivo. Mesmo assim, não foram todas as reações dos animais que pareciam ter um sentido predatório.

Embora o choro dos bebês humanos, bonobos e chimpanzés não sejam exatamente iguais, todos eles atraíram a atenção dos animais da mesma forma. De acordo com o visto pelos pesquisadores, uma porcentagem maior dos crocodilos respondia quando o choro tinha mais energia e era em frequências sonoras mais altas, e também quando os sons tinham irregularidades nos padrões das ondas sonoras. Quando essas duas coisas são vistas, elas são relacionadas a níveis de angustia mais altos.

No estudo não ficou claro se o comportamento era motivado pelos crocodilos tentando caçar presas mais vulneráveis, ou se isso era visto por algum outro motivo como confundir o choro das outras espécies com o de crocodilos jovens. Mesmo assim, o visto no estudo deu aos pesquisadores mais informações a respeito de como esses animais veem o mundo.

Crocodilos

ABC

Outro fato fascinante sobre os crocodilos é o seu tamanho e até qual tamanho eles podem chegar. Exemplo disso é  Cassius, que é o maior crocodilo que vive em cativeiro do mundo. Além do seu enorme tamanho, Cassius está prestes a estabelecer outro recorde. De acordo com os especialistas que fazem exames no crocodilo, o animal de 120 anos “viverá nos próximos anos”.

A estimativa de quantos anos Cassius ainda viverá é incerta. No entanto, Adam Rosenblatt, professor assistente de biologia na Universidade do Norte da Flórida, disse que “na natureza, a maioria dos crocodilianos provavelmente não passa dos 60 anos”. Contudo, os animais que vivem em cativeiro, geralmente, vivem bem mais tempo.

“Meu próprio palpite é que a expectativa de vida máxima dos crocodilianos como um grupo está na faixa de 100 a 120 anos, mas eles só atingiriam essas idades em cativeiro”, disse o professor.

Cassius é o maior desses animais que vive em cativeiro, medindo 5,5 metros de comprimento. Ele foi capturado em 1984 depois de ter atacado o gado de uma fazenda. Nessa época, ele já tinha vivido aproximadamente 80 anos na natureza.

Cassius é o maior crocodilo que vive em cativeiro no mundo, mas também existem os animais que vivem na natureza. Nesse caso, o maior do mundo é o crocodilo conhecido como Dominador. Ele tem 6,1 metros de comprimento,  pesa cerca de uma tonelada e vive no Rio Adelaide, ao Norte da Austrália.

Da mesma forma que a maior parte dos crocodilianos, os crocodilos-de-água-salgada são bem territorialistas. Por conta disso é que existem vários registros de ataques desses animais a humanos. No caso dessa espécie, os animais podem viver tanto no oceano como em águas salobras, preferindo geralmente os rios que desembocam no mar.

No caso do Dominador, ele é somente sete centímetros maior do que o antigo dono do título, Lolong. Por conta disso é esperado que o crocodilo consiga bater o recorde do seu antecessor, já que esses animais crescem de maneira permanente. Um ponto importante de se dizer é que o Dominador é o maior crocodilo já registrado, ou seja, pode ser que existam vários outros répteis que sejam maiores do que ele, mas que não foram vistos ou medidos pelos especialistas.

Fonte: Socientifica,  Olhar digital

Imagens: ABC, Socientifica

Neymar no Al-Hilal: camisa 10 é reservada, e atacante chega esta semana à Arábia Saudita

Artigo anterior

McLaren de R$ 3,8 milhões fica destruída após bater em Renault Sandero em Maceió

Próximo artigo